Últimas

Sábado, 17 de Janeiro de 2009, 10h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

RONDONÓPOLIS

PMs até imploram para não serem transferidos

  Os 63 policiais que devem ser transferidos de Rondonópolis para outros municípios ingressaram com requerimento de cancelamento de tranferência no Comando-Geral da Policia Militar. No documento, os militares até suplicam para não saírem de suas atuações de origem. Argumentam que não podem ser remanejados devido ao fato de existir a penitenciária de segurança máxima Mata Grande, localizado em Rondonópolis. A unidade abriga cerca de 800 detentos. O município tem ainda uma cadeia pública cuja segurança é realizada por PMs.

   Os policiais do 5º batalhão dizem ainda que auxiliam no policiamento no distrito de Jarudore e nos municípios vizinhos Poxoréu, Tesouro e Paranatinga. Os PMs fazem algumas alegações de ordem pessoal. Afirmam que adquiriram casas através de financiamentos na Caixa Econômica e que ao serem transferidos perderão imóveis. Outra justificativa é do fato de terem filhos em idade escolar. Alguns argumentam que estão cursando ensino superior e possuem familiares que necessitam de tratamentos médicos, psicológicos e fonaudiológicos.
  
   O Comando-Geral, por sua vez, alega que estudos realizados recentemente revelam que seriam necessários 11,4 mil PMs no Estado. Atualmente existem pouco mais de 6 mil. Dessa forma, seria necessária a contratação imediata de outros 5,4 mil. Como o Estado não vai atender essa demanda, o comandante-geral, coronel Campos Filho, decidiu pelo remanejamento.

    PM por habitantes

   Outra justificativa para a transferência é devido aos PMs tirarem férias ou licenças para tratamento médico e que há ainda PMs reformados. Entre as cidades apontadas como as "mais problemáticas" no Estado para o quadro de PMs está Porto dos Gaúchos, que possui apenas 2 policiais que cuidam da segurança dos 6 mil habitantes.

   Em Cuiabá, existem 1,1 mil PMs para os 526,8 mil habitantes, média de um policial para cada 465 moradores. Em Rondonópolis, são 395 PMs, dentro de uma média de um para cada 437 habitantes. Já em Marcelândia existem apenas 5 policiais para os 14 mil habitantes, ou seja, um PM para cada 2,8 mil habitantes. Em Colíder, a média é de um PM para grupo de 1,7 mil moradores.

  Segundo Boletim 3.625, de 5 de janeiro, oito soldados serão transferidos de Rondonópolis para Tabaporã. O documento não especifica para onde vão os outros 55 PMs, mas estabelece um prazo de 30 dias a contar do dia 5 de janeiro para que todos sejam remanejados. (Patrícia Sanches)

  •   Confira aqui a integra do requerimento de cancelamento dos PMs.

Estudo do Comando-Geral admite déficit de PMs
Município     habitantes    policiais   hab/PM (média)
Cuiabá               526,8 mil          1.133          465
Rondonópolis     172,4 mil           395            437
Santa Terezinha 7,2 mil             03             2.430
Alta Floresta       49,1 mil           47             1.045
Juína                  38.497            31             1.242
Vila Bela             13.711              07             1.959
Marcelândia       14.080              05             2.816
Colíder               30.685             18             1.705

Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • Fernando | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Rs, é qdo entramos na PM entramos pra compor o efetivo do estado de Mato Grosso, mas nao temos que suprir a necessidade do estado s nao tem eftivo suficiente por o blairro nao faz Concurso publico como ele prometeu no palanque na 1º. eleição quando disse que irria realizar todo ano um concurso pra 1000 candidatos por ano? S ele tivesse feito isso hj ja teria contratado 7000 mil e nao precisaria ficar transferindo ninguem.

  • carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    na verdade para melhorar a policia teria q ficar tres meses em cada cidade ai não iria mas ter problema...

  • mauro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é essa policia que o governo quer para uma provavel copa do mundo? isso que acontece não é culpa da policia e ssim de gestores publicos que perderam de um tempo para cá noção do que é segurança publica, acordem comandantes do estado o que estam fazendo com a nossa segurança?

  • Simão Bolivar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É uma vergonha o que esse governador está fazendo em Mato Grosso, depois das eleições municipais.
    Porque essas transferencias não foram anunciadas antes das eleições?
    Porque essas transferencias não ocorreram quando rondonópolis era administrada pelo apadrinhado do governador?
    Pois é, só foi o Sr. Blairo Maggi perder em Rondonópolis e começou o sucateamento da cidade, agora é servidor da saúde que é recolhido, é policial transferido e ai vai.
    Que grande governador nós arrumamos, realmente ele está quebrando paradigmas.
    Se a população não reagir e as instituições não fizerem nada, daqui um tempo as perseguições no serviço público, que eu pensava não existirem mais, serão corriqueiras.
    MP cade você que não faz nada, ah esqueci, tá cortejando o governador.

  • João da Morte | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Governador Blairo Maggi é um incompetente mesmo!

    IRRESPONSAVEL COM A SEGURANÇA PÚBLICA EM TODOS OS SETORES!

    NÃO EXISTE POLICIAMENTO OSTENSIVO!
    NÃO EXISTE SISTEMA PRISIONAL ADQUADO!
    NÃO EXISTE RESSOCIALIZAÇÃO NO SISTEMA PRISIONAL!

    É UMA FARSA QUE TUDO ESTA SOBRE O CONTROLE E A SOCIEDADE SOFRE AS CONSEQUENCIA DA VAIDADE DE UM GOVERNADOR QUE NÃO QUER ENCHEGAR A REALIDADE!

    Realizando uma má gestão na Segurança Pública, ou melhor, PÉSSIMA, transfere PMS de um lugar onde já esta um CAOS para outro que também vive o CAOS!

    Sendo que a solução, seria realização de novo concurso para SOLDADOS DA PM em Mato Grosso!

    O DÉFICIT É VERGONHOSO PARA TODOS OS MATOGROSSENSE E É O RESULTADO DA INCOPENTENCIA DO GOVERNO DO PR E DOS PARTIDOS QUE SÃO ALIADOS (PT, PP, PDT, PMDB, DEM), A FAMOSA TURMA DA BOTINA, DEVIDO APOIAR AS DECISÕES DO GOVERNADOR BLAIRO MAGGI.

    Solicito ao Romilson, que abrace a justificativa do requerimento dos PMS, e compartilhe com seus colegas de imprensa, colocanco que não é assim que administra a segurança pública de um Estado, que os PMS já fazem trabalhos dobrados, escravizados na deficiencia da corporação.

    A População na maioria das vezes são vitimas da criminalidade justamente por falta de um plano de administrativo de Estado ao longo dos anos, sendo assim, não colocando mais efetivos proporcional a população de cada municipio.

    HOJE VIVE O CAOS, POIS QUANDO O BLAIRO MAGGI ASSUMIU EM 2004, NÃO TINHA PLANO DE GOVERNO, E NÃO PRIORIZOU NENHUM PLANO NA AREA DE SEGURANÇA, SENDO IRRESPONSAVEL E INCOMPETENTE!

    AUMENTANDO ASSIM ASSUSTADORAMENTE CRIMINALIDADE NO SEU GOVERNO EM TODOS OS FATORES!

    DEVIDO A OMISSÃO DAS AÇÕES QUE O GOVERNADOR BLAIRO MAGGI DEVERIA TOMAR!

    A PM DE TODO ESTADO SE REVOLTA COM AÇÕES DESSA, ONDE ESCRAVIZAM OS COMPONENTES DA CORPORAÇÃO.

    O TRABALHO SÃO NA MAIORIA DAS VEZES SOMADOS MAIS DE 200 HORAS TRABALHADA MENSAL SEM RECEBER HORAS EXTRAS, ENQUANTO O IDEAL, SERIA 160 HORAS MENSAIS, COMO TODO TRABALHADOR, JÁ QUE OS PMS NÃO SÃO MAQUINAS E MESMO AS MAQUINAS PRECISAM DE MANUTENÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO, QUE PARA OS PMS SERIAM O DESCANSO!

    GOVERNADOR BLAIRO MAGGI, REPENSE NAS SUAS AÇÕES, AINDA TEM TEMPO DE SALVAR A SEGURANÇA PÚBLICA DO ESTADO, SEJA ELAS NO POLICIAMENTO OSTENSIVO, NA POLICIA JUDICIARIA, NO SISTEMA PRISIONAL!

  • JOÃO DO PULO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É MINHA GENTE QUANDO OS CUIABANOS JAYME CAMPOS E DANTE DE OLIVEIRA FORAM GOVERNADORES NÃO HAVIAM PERSEGUIÇÕES POLICTICAS E NEM HAVIAM USO DA FORÇA ESTADUAL CONTRA POSSEIROS, GRILEIROS E ASSENTADOS, A TURMA DA BOTINA BATE NO POVO E FICA POR ISSO MESMO. ACORDEM MATO-GROSSENSES.

  • carlos silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se tem um setor no Governo Brairo Maggi que não funciona é a Segurança Pública.Mas é natural , visto que a própria segurança pessoal do governador é ruim. A não ser que tenhamos esquecido da tortada na cara , em pleno 7 Setembro, ou sequestro de parentes.
    Desde muito cedo o o governador se acercou de oficiais inexperientes e inexpressivos, técnicamente.
    Na Casa Militar escolheu um Coronel da reserva, desagradando a oficialidade.
    Permitiu que permanecesse no Comando um Coronel ( Orestes oliveira) que havia feito campanha para o Candidato oposto ( Antero).Posteriormente associado a Carlos Brito , e buscando permanecer no Comando,e dar votos ao então Chefe da Casda Civil e futuro candidato a Dep. estadual, concederam aumento salarial apenas às praças ( maior número!)em detrimento aos oficiais.Tem também o embróglio do Curso de Sargentos , que até hoje se arrasta na justiça, e para qual não haverá uma solução justa.Ou pelo menos que esse mesmo governo tenha CORAGEM para adotá-la!
    Aí veio as invencionices do coronel orestes como planejamento estratégico participativo, reestruturação da PMMT, cujos prejuízos se arrastam até hoje.( perda da identidade institucional, mudança da legislação ,pra atender a interesses excusos daqueles que estão próximos , ou que tem acesso facilitado à corte!
    Daí vem um monte de absurdos e incoerencias técnicas que resultaram em promoções injustas, alguma até indevidas e ILEGAIS: Outto Matos, Novack. Ambos não fizeram o Curso de Aperfeiçoamento, que é pré requisito para a ascenção aos postos de oficiais superiores.Tudo lastreado por uma manobra administrativado sr. Secretário de Administração, que avocou um parecer contrário da PGE.
    Nova mudança de comando, e mais um caminhão de idiotices: extingue-se a Policia Ambiental , os batalhões de transito Urbano e Rodoviário. Com isso voltamos a ter mortes na rodovias Cuiabá-Chapada e Cuiabá Sto. Antonio.
    Se vc e-leitor se for parte em acidente de transito e acionar a PM pra atendimento receberá como resposta que os envolvidos deverão procurar o Comando Geral da PM ,em horário comercial, para confeccionar o Boletim de Acidente de Transito-BAT.
    Parecendo um bando ... a tropa sem comando e com salários defasados reinvidica aumentos e partem pra desordem.
    A legislação é clara e foi bem usada. Não poderia ser diferente. Foi um Flash de militarismo da instituíção cambaleante e que insiste em ser nobre como sempre foi, apesar dos ultimos tempos!
    Vários escandalos se sucederam, e o governo não conseguiu segurar o Comandante.
    recentemente foi venda ilícita de férias, envolvimento com problemas agrários, polícia inoperante,sem LIDERANÇA perdendo a credibilidade com a população mato-grossense.
    Na Corregedoria os números são absurdos, o que provam deficiencias graves e, principalmente moral baixo da tropa. Perguntem o que é isso para os Militares de verdade!
    O governo sabe que tem errado de maneira contumaz nesse setor, e não acredita em mudanças. até porque já está até o pescoço com as besteiras que fizeram. O Governador com isso decepcionou muitos militares estaduais que acreditaram em suas promessas e propostas. Não podemos esquecer que sua candidatura só decolou depois de a PMMT ter se declarado em apoio a ele. è uma pena.
    espero que alguem venha ao RDNEWS desmetir o que aqui foi colocado.

  • sgt pmmt | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    So quem pertence a instituiçao e que sabe relatar oque de fato ocorre nos bastidores do alto comando da pm mt e que reflete diretamente nos praças,desde que o blairo assumio o governo é inpressionante como este tornou a nossa policia poliqueira,nosso comandante geral mais parece um candidato a cargo eletivo, aparece mais do que atua, e o caso de rondonopolis e mais uma prova que o governador nao aceita perder ,perder na verdade vai a sociedade rondonopolitana com a saida de 63 homens da rua como se lá estivesse mil maravilhas isso sim e ditadura

  • José Carlos Araujo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caros editores, como sugestão verifiquem quantos PMs estão à disposição da assembléia legislativa e do tribunal de justiça. Deve ser um escândalo...

  • Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse governador está dando um tiro no pé, colocando em prática agora as ameaças que ele fez durante a campanha que seu compadre perdesse em rondonopolis a cidade viraria um caus, mas pelo visto ele esta contribuindo muito pra isso. Senhor governador ja ouviu aquele velho ditado: muito ajuda quem nao atralha tente colocar isso em pratica, e nao se esqueça que em 2010 tem nova eleição e vc vai prescisar de de rondonópolis, essa mesma que estás tentando transformar em um caos....

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...

Com Paccola, Câmara terá polêmicas

paccola 400 curtinha   O vereador eleito pela Capital, tenente-coronel PM Marcos Eduardo Ticianel Paccola (foto), do Cidadania, promete levar muitas polêmicas para os embates que pretende travar no Legislativo. Ele é daqueles sem papas na língua. Defende, por exemplo, que a população tenha direito de se armar. Em...

Esposa de deputado na 2ª suplência

maria avalone 400   Não foi só o deputado estadual Wilson Santos que frustrou-se na tentativa de eleger membro da família à cadeira de vereador. O também parlamentar Carlos Avalone, presidente regional do PSDB, apostou todas as fichas na esposa Maria Avalone. Mas ela só chegou à...

Neurilan e apoio de Botelho à AMM

eduardo botelho 400 curtinha   Em busca de apoio de lideranças políticas para permanecer no comando da AMM por mais três anos, Neurilan Fraga foi pedir socorro para o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (foto). Quer que o parlamentar seja o presidente de honra de sua chapa. Neurilan tem se articulado como pode e,...

Candidato irritado chama EP de traste

abilio junior 400 curtinha   Abílio Júnior (foto), candidato do Podemos ao Palácio Alencastro, tem se mostrado mais irritado depois do debate promovido pela Fecomércio, na quarta à noite, quando, em vários momentos, se viu questionado e desqualificado pelo prefeito e candidato à...

Prefeito reeleito sob investigações

ze do patio 400 curtinha   A situação jurídica do prefeito populista e desgastado Zé do Pátio (foto), que acaba de ser reeleito para o terceiro mandato em Rondonópolis, sendo o segundo consecutivo, não é das melhores. Contra sua gestão tem pipocado denúncias sobre...