Últimas

Terça-Feira, 31 de Julho de 2007, 17h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Poção se empolga com lulismo e "namora" o PT

    O vereador cuiabano Luiz Poção (sem partido), primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal, foi "picado" pelo lulismo. Ele se empolgou com o discurso do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, mesmo com um dos pés no PP, já abriu negociações com o PT. Marcou, inclusive, uma reunião com o presidente do diretório da Capital, Jairo Rocha, para a próxima terça-feira. Poção permaneceu por um bom tempo conversando com Jairo, enquanto transcorrida a cerimônia no Centro de Eventos do Pantanal. Ele adiantou para a direção petista que está com diálogo bastante avançado com o PP mas, mesmo assim, se mostra empolgado com a possibilidade de ingressar no PT.

    Vereador de primeiro mandato, Luiz Poção, que virou apresentador de TV, tem uma vida partidária confusa. Em menos de três anos passou por duas legendas. Foi eleito em 2004 pelo PMN. Depois pulou para o PSDB e chegou a ser líder do prefeito Wilson Santos na Câmara. Em seguida partiu para a ruptura. Agora, sinaliza ou para filiação no PP ou no PT.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Arthur Rocha Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Angela | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eleitores, observem bem os fatos, me parece somemte oportunismo em pré campanha eleitoral.
    Jairo Rocha, cuidado, prestemos atenção em quem entra para o partido quando a maré vai bem....

  • Ivan Dluqui | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Jairo Rocha, sera o fim do mundo se este traidor do povo entar no PT,1° olha a longa lista de traicão dele ,foi filiado do PMN,saiu porque apaixonou pelo poder foi p/ o PSDB,não teve exito e saiu.2º feixou acordo com o grupo do vereador Luiz Marinho p/ a Presidencia da camara no fritar dos ovos traiu novamente,e se ele entar no PT quem garante que siguira o estatuto do partido e outra coisa sera que ficara no PT.

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto). Ele, por sua vez, e para não...

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...