Últimas

Domingo, 16 de Setembro de 2007, 10h:34 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

CUIABÁ

Poção tem pé direito no PP e o esquerdo no PT

     O vereador por Cuiabá, Luiz Poção (sem partido), está com o pé direito no PP e o esquerdo no PT. Segundo ele, a conversa com os pepistas está bem avançada. Mas, nos bastidores, muitos de seus colegas parlamentares afirmam que ele pode estar reservando uma surpresa, que seria a filiação no PT. Poção argumenta que está avaliando os dois partidos. Sua decisão oficial sai no decorrer desta semana. Ir para o PP pode dificultar sua reeleição em 2008, já que, com a troca de partido do pré-candidato a prefeito Walter Rabello (ex-PMDB), a sigla pode sofrer um inchaço.

     Já no PT, Poção terá de ao menos igualar em potencial de votos o vereador Lúdio Cabral, que pontua bem nas pesquisas de intenções de voto. A exemplo de outras legendas, o PT também enfrenta desgaste político, apesar de deter maior controle das ações de seus parlamentares, situação que Poção deve estranhar. “Estou preocupado com minha origem. Quero ir para um partido para concorrer de igual para igual, quero ter estrutura para isso. Mas não adianta ter uma grande estrutura e ao mesmo tempo com pouco espaço”. Vereador de primeiro mandato, Poção já esteve em dois partidos. Começou no PMN, pulou para o PSDB e chegou a ser interlocutor do prefeito Wilson Santos na Câmara Municipal. Agora atua como opositor.

    O vereador Dilemário Alencar deixou o PSB e se filiará no PTB. Ex-secretário de Governo da gestão Wilson Santos, ele assumiu a vaga de Éden Capistrano que, por sua vez , virou secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Humano.

    A composição pode sofrer novas alterações com os vereadores Marcus Fabrício e Lutero Ponce, que ameaçam deixar o PP. Primeiro, eles citaram três partidos: PSDB, PPS e DEM. Mas já cogitam ir para o PR. O prazo para mudança partidária para quem deseja ser candidato nas urnas de 2008 encerra no próximo dia 5. Por enquanto, o PSDB do prefeito Santos continua dono da maior bancada, com quatro vereadores. (Simone Alves - RDNews)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...