Últimas

Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2009, 11h:23 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Polêmico, Percival deixa Alexandre numa saia-justa na AL

   Após provocar polêmica com o requerimento que instituiu a CPI da Saúde na Assembleia, o deputado estadual Percival Muniz (PPS) resolveu defender o fim do “cabresto” e do “conluio” entre as agreminações partidárias e cobrou o lançamento de candidaturas alternativas ao governo do Estado com o intuito de fortalecer a democracia. Em seu estilo controverso, o socialista deixou o deputado Alexandre César numa saia-justa ao dizer que o PT deveria aproveitar a popularidade do presidente Lula (PT) para lançar candidato próprio à sucessão do governador Blairo Maggi (PR).

   Percival citou os nomes da senadora Serys Marli, do deputado federal Carlos Abicalil, do secretário estadual de Educação, Saguás Moraes, e do próprio Alexandre César como lideranças expressivas da legenda que, na opinião dele, poderiam encabeçar a candidatura majoritária. “Com um governo extraordinário como o do presidente Lula, com a aprovação dele lá em cima, eu não teria dúvidas de lançar candidatura. Há nomes no partido já testados e aprovados, como do Abicalil, da Serys, do Alexandre e do Saguás. O PT poderia tranquilamente ser âncora num projeto de governo”.

   Da corrente denominada de Campo Majoritário, Alexandre César e Saguás são os principais articuladores da coligação do PT com o governo Blairo Maggi. Em 2007, o partido passou a compor a base e, em troca, “levou” a secretaria de Educação. O deputado federal Carlos Abicalil, da mesma corrente, articula em Brasília, com o presidente Lula, um ministério para Maggi. Se não conseguir, o republicano sairá candidato ao Senado e deverá estar no mesmo palanque de petistas, que apoiam a pré-candidatura de Silval Barbosa (PMDB) ao governo.

   Ao comentar a viabilidade da candidatura própria do PT, Percival mexeu num vespeiro. Em 22 de novembro, os petistas vão às urnas para eleger os diretórios nacional, estaduais e municipais. A principal bandeira das concorrentes que contrapõem o Campo Majoritário em Mato Grosso é o “rompimento” com Maggi e o lançamento de candidatura própria. Da corrente Utopia e Vida, o candidato à presidência do diretório em Cuiabá, Urbano Reis, o Índio, chegou a classificar de “covardia política” a não candidatura de Abicalil em 2006 - veja mais aqui(Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • José Carlos de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sabe deputado caititu porque o PT não tem candidato próprio ao governo, porque lá também tem um bando de caititus comendo no coxo do Maggi, tem medo de enfrentar o povo de cara limpa. O PT vai com quem Maggi mandar, triste fim do PT

  • Constantino Neto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Infelismente o PT tá morto politicamente. Vão ter que trabalhar para eleger a mulher do lula, senão...... pode enterrar esse partidinho capacho do Blairo. Ops!!!! Acho que é isso que chamam de fazer politica

  • jotinha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Percival.......................? toma jeito.

  • Profª Cristina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Partido em MT já era.
    Se colocarem a cara nas urnas, vão ter um resultado lamentável da população.

  • marcola | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    se elameando e ainda jogando lama no PT.
    é o caititú rei !!!

Niuan de fora da suplência ao Senado

niuan ribeiro 400 curtinha   O deputado federal José Medeiros não conseguiu segurar o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (foto), como primeiro-suplente de sua chapa ao Senado. Há alguns dias, o filho do ex-vice-governador e ex-deputado Osvaldo Sobrinho vinha demonstrando desejo de pular fora, em meio a...

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.