Últimas

Terça-Feira, 19 de Agosto de 2008, 11h:55 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

INVESTIGAÇÃO

Policiais fazem devassa na prefeitura de VG

   Por suspeita de irregularidades em licitações, os policiais da Delegacia Fazendária causaram um verdadeiro tumulto na Prefeitura de Várzea Grande nesta terça (19). Eles buscam documentos para o embasamento do inquérito já instaurado pelo Tribunal de Justiça, sob Paulo Lessa, para apurar indícios de falhas na aquisição de material escolar, em 2005, primeiro ano da administração Murilo Domingos, conforme informou o secretário de Comunicação do município, Jeverson Missias.

   Nesse momento, a delegada Fazendária Maria Alice Amorim está na prefeitura. Segundo ela, o processo corre em sigilo e, por isso, não pode manifestar nada a respeito.

   Integrantes do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) também participam da operação. Eles buscam documentos no setor de licitação e estão recolhendo documentos e vários processos referentes a empenhos e pagamentos. A decisão partiu da Justiça, ao acatar pedido de busca e apreensão com vistas a apurar denúncias de supostas irregularidades em processos licitatórios.

   A operação também deve ser realizada na secretaria municipal de Fazenda, que já esteve sob comando de Toninho Domingos, irmão do prefeito Murilo Domingos. Em 2005, no primeiro ano de mandato, a administração foi denunciada por supostos atos de improbidade. A "bomba" acabou explodindo agora em pleno período de campanha eleitoral.

  Gaeco e Delegacia Fazendária preferem não comentar o caso, sob alegação de que o processo tramita em segredo de Justiça.

  O candidato do PMDB à sucessão municipal, vice-prefeito Nico Baracat, que está rompido com a gestão desde o início do mandato, negou rumores de que teria feito denúncia contra a administração. A coligação de Júlio Campos, outro concorrente ao Paço Couto Magalhães, garante que também não se envolveu na polêmica.

   O secretário Jeverson Missias disse que o prefeito só vai se pronunciar quando tiver conhecimento oficial do que se trata a operação. "Vamos procurar saber o que está escrito no mandado de busca e apreensão. Deve ser alguma coisa sobre licitação, mas o prefeito já mandou abrir tudo porque não tem nada a esconder", diz Missias. (Pollyana Araújo, Flávia Borges e Romilson Dourado)

(Às 15h26) - Secretário emite nota e anuncia coletiva

   O secretário de Comunicação de Várzea Grande, Jeverson Missias, resolveu divulgar uma nota oficial agora a tarde para esclarecer sobre a "visita" um tanto "inusitada" dos policiais da Delegacia Fazendária na manhã desta terça (18). Ainda assim, o secretário anunciou que haverá uma entrevista coletiva às 16h de hoje, no auditório da prefeitura. Ele alega que não houve nenhum mandado de busca e apreensão, somente uma reunião cortês entre a polícia e a prefeitura para que a documentação já solicitada pela Delegacia fosse entregue pela administração Murilo Domingos.

  Confira a nota:

  "A respeito das notícias divulgadas pela imprensa na manhã desta terça-feira (19.08), dando conta de que a prefeitura de Várzea Grande teria sido “invadida”, ou sofreu “devassa” por policiais da Delegacia Fazendária, tanto a Prefeitura Municipal quanto a Delegacia Fazendária, através da delegada titular Drª. Luzia de Fátima Machado e dos delegados adjuntos, Dr. Rogério Atílio Modelli e Drª Maria Alice de Barros Martins Amorim, vêm a público esclarecer que:
1. Não houve, busca e apreensão na prefeitura municipal de Várzea Grande. A Delegacia Fazendária havia anteriormente solicitado à prefeitura alguns documentos, e que a presença dos delegados no paço municipal Couto Magalhães se deu por um pré-agendamento entre os órgãos, para que fosse entregue a documentação solicitada.
2. Os delegados fazendários estarão à disposição da imprensa para mais esclarecimentos, em entrevista coletiva às 16h, no auditório da Prefeitura Municipal de Várzea Grande".

Postar um novo comentário

Comentários (29)

  • Maiara Leticia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Será que não tem nada a esconder mesmo?? Além da Secretaria de Fazenda deveria olhar também as secretaria de Obras, Serviços Publicos e ainda as licitações feitas pela Secretaria de Comunicação. Ali sim a policia vai achar irregularidades. Ainda dizem que o prefeito é Murilo Domingos... É Murilo Agindo, isso sim..

  • paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os Campos não sabem mais o que fazer....que desespero!!!!!

  • adauto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quero ver o que a tropa de choque eletrônica, contratada pelo Missias para ficar esculhambando os adversários de Murilo nos comentários, vai dizer agora diante de mais esse vexame público. Com certeza alguns vão querer atribuir o fato aos adversários Júlio Campos ou Nico Baracat. Ou ainda vão especular que é maldade do Jaime.
    A verdade é que para essa patota formada por Murilo e Toninho Domingos, o sobrinho, o genro, o Dito Loro e cia ltda.

  • Jacinto Feitosa Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Coisa feia para Várzea Grande! Gaeco sitiando o Paço Couto Magalhães. Isso é uma vergonha. Cadê o pessoal que adora meter o páu em Júlio Campos e defender o Murilo Domingos? Estão envergonhados? Sumiram? É só o início de uma série de denúncias que virão a tona em breve. Anote aí. O Murilão não aguenta 3 minutos de prensa e já abre o bico. Cadê o pessoal do Murilo? Sumiram? Ou estão vermelhos de vergonha? Obrigado. Neste site eu posso desbafar. Valeu!

  • celso luiz almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    COMO E´ QUE O GAECO EXPLICA QUE ANTES DELES CHEGAREM NA PREFEITURA, A TURMA DOS CAMPOS E A IMPRENSA JA ESTAVA LA DE FILMADORA EM PUNHO? TEM OU NAO TEM UM DEDINHO DE JULIO E JAIME?

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MATO GROSSO TEM 141 MUNICIPIOS, MAS TEM UM CAMPOS CANDIDATO EM VARZEA GRANDE.

  • Demóstenes Dias Bonsucesso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pronto começou a baixaria!!!
    Se o processo corre em segredo de Justiça, e é referente ao ano de 2005, porque será que só neste momento eleitoral veio à tona?
    Outra curiosidade: o que é que a empresa escrita, falada e televisionada estava fazendo lá?
    Humm...Quantos holofotes.Votê!!!!!!!!!

  • eduardo paiva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • ´NININHA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TUDO ISSO É MEDO DO MURILO!!!!!
    ISSO TUDO É SÓ PARA BAGUNÇAR AINDA MAIS OS SERVIÇOS PUBLICOS E ATRAPALHAR A CONTINUIDADE DO SERVIÇO PUBLICO QUE CONVENNHAMOS NUNCA FOI UM DOS MELHORES DO ESTADO.O NEGOCIO MSM É CADA UM NO SEU QUADRADO, NAO TENTAR MOSTRAR O Q O OUTRO FEZ DE ERRADO OU CERTO POREM MOSTRAR O Q VC PODE FAZER PRA MELHORAR!!!!

  • Jose henrique | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Toninho ja saiu da cidade. O murilo esta aguardando posicionamento dos advogados.

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...