Últimas

Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2008, 08h:08 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

ARTICULAÇÃO

Político, Maggi coopta siglas e ignora promessas

  Blairo Maggi já está com a imagem rotulada de político, condição que, mesmo já no sexto ano na cadeira de governador, vinha resistindo. Além disso, não cumpriu a maioria das promessas ainda do primeiro mandato. Ele queria ser diferente daqueles tradicionais e caciques da vida pública, como os senadores Jaime Campos e Jonas Pinheiro, o deputado federal Carlos Bezerra e o deputado estadual José Riva. No primeiro mandato, Maggi, oriundo da iniciativa privada, se manteve firme com o propósito de fazer valer o perfil mais técnico.

    Com o projeto à reeleição, abriu concessões no governo para partidos que até então encontravam a porta do Palácio Paiaguás fechada, tudo para não perder aliados. Manteve os cargos para o DEM (ex-PFL), PTB, PDT, PMDB e para vários nanicos, além de dar mais espaço para o PP e cooptar o PT. Foi o bastante para calar a já fraca oposição. Hoje, o governo parece unanimidade na Assembléia. Alguns deputados, como Zé do Pátio (PMDB) e o ex-governista de carteirinha Percival Muniz, chegam a ensaiar barulho, mas logo recua.

    Apesar de não ter cumprido várias promessas em palanque desde a campanha para o primeiro mandato, em 2002, Maggi mantém a popularidade em alta e leva vantagem em alguns setores quando comparado a gestões anteriores. Um das razões deve ser o fato de não enfrentar oposição, que entrou em processo fraticidade após duas derrotas seguidas, todas com o ex-senador Antero de Barros (PSDB) e de cooptar o então barulhento PT.

    Isentar de ICMS todos os produtos que compõem a cesta básica foi uma das promessas bastante difundidas pelo "rei da soja". Só contemplou, porém, quatro itens. Maggi cobra redução da carga tributária do governo federal, mas, quando é cobrado na mesma linha apresenta uma série de argumentos para não cumprir a promessa. Garantiu por exemplo que, se eleito governador, reduziria a alíquota de ICMS sobre energia elétrica e telefonia. Hoje nem toca mais no assunto.

    Também havia se comprometido a repassar 50% dos recursos do Fundo Estado de Transporte e Habitação (Fethab) para os municípios. De novo, recuou, principalmente por não ser mais cobrado, nem pelos prefeitos. A reforma administrativa chegou a avançar, mas na teoria. Um estudo foi concluído, prevendo extinção de algumas pastas e fusões de outras, além do fim de alguns órgãos da máquina estatal. Nada saiu do papel. A tal reforma sistêmica, minireforma para enxugar a máquina, enfrenta embate jurídico.

     O governador só conseguiu avançar em duas áreas, principalmente no primeiro mandato: habitação e transportes.

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • Eduardo De Lamonica Freire | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Blog faz um excelente comentário sobre aquilo que seria,sem nunca ter sido: a mudança de paradígmas políticos e administrativos no "novo" governo conduzido por um empresário.Muito barulho por nada.Muito embora tenha exacrado o Governo Dante,o governador só tem conseguido realizar alguma coisa com os recursos do FETHAB,criado pelo Dante,com muito desgaste político,prometido ser extinto no seu governo(lembrar início da campanha), o que nunca ocorreu.

  • rachid | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Romilsom...pois até hoje ninguém peitou o gaúcho,pois os interesses particulares os mantem calados! Blairo é ditador e governa nosso estado com seus "empregadinhos" . Governa com o poder de barganha e quem o enfrentar perderá seus privilégios ...a exêmplo disso foi a "indicação" de seu ex sec. de fazenda,Waldir Teis,para o TC. Todos os nossos políticos ficaram submissos à ELE...acorda povo!!! Chega de BUTINUDOS...VÃO PRA ROÇA !!!

  • ALBUCASSIS RAMIRES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    NA SUA PRIMEIRA ELEIÇÃO O SR.BLAIRO MAGGI VENDEU E MUITO BEM A IMAGEM DO NOVO DA RENOVAÇÃO, DO EMPRESARIO QUE IRIA IMPRIMIR UMA MARCA NOVA NA GESTÃO PUBLICA.

    E O POVO ACREDITOU !!! CONSEGUIU UMA ELEIÇÃO HISTORICA,JÁ NO PRIMEIRO TURNO,APESAR DA MINIMA DIFERENÇA,QUE SÓ FOI POSSIVEL COM OS VOTOS DOS PARTIDOS CHAMADOS "NANICOS".

    A SUA PRIMEIRA GESTÃO CHEGOU A IMPRESSIONAR COM ALGUMAS MEDIDAS DE SERIEDADE NA GESTÃO DO ESTADO.

    ENTRETANTO PARA NOSSA TRIETEZA E DECEPÇÃO A SUA SEGUNDA GESTÃO ESTÁ SENDO MARCADO PELA MESMICE DA POLITICA MATOGROSSENSE,OU SEJA CONCHAVOS POLITICOS COM A ALA MAIS RETROGADA DA POLITICA MATOGROSSENSE.

    AINDA O ABANDONO DOS COMPANHEIROS QUE COM ELE MARCHARAM, QUANDO ELE TINHA APENAS 2,0% DE INTENÇÕES DE VOTOS,ERA CONSIDERADO UMA GRANDE ZEBRA,ENFRENTANDO O TODO PODEROSO DANTE DE OLIVEIRA E SEU GRUPO.

    OS PARTIDOS DA COLIGAÇÃO "UNIDADE ÉTICA POR MATO GROSSO",ATÉ HOJE AGUARDAM O CUMPRIMENTO DA SUA DECISÃO EM 19 DE DEZEMBRO DE 2006,QUE CHAMADOS POR ELE PARA UMA AUDIENCIA EM PALACIO,ATÉ HOJE NÃO FORAM ATENDIDOS,CONFORME PROMETIDO PELO PROPRIO GOVERNADOR.

    E AI FICA A PERGUNTA QUE NÃO QUER SE CALAR,SERÁ QUE O GOVERNADOR REALMENTE ESQUECEU DO SEU ACORDO,OU ELE JÁ NÃO MANDA NO SEU GOVERNO OU É MAIS UM FALASTRÃO NA NOSSA POLITICA.

    GOVERNADOR BLAIRO,CALCE A SANDALIA DA HUMILDADE E PROCURE OS SEUS ANTIGOS COMPANHEIROS,QUE ESTÃO TRISTES E DECEPCIONADOS,QUE PODEM NÃO LHE AJUDAR MUITO,MAS É CERTO QUE PODEM LHE ATRAPALHAR BASTANTE.

  • Felipe | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • ZEZINHO DA VILA OPERARIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso ae a turma da bombacha só tem gógó e historia para fazer o bicho preguiça dormir, pois nao cumpriram nem a metade do que foi prometido desde a campanha de 2002.
    essa é a verdadeira realidade de politicos que tem muitas promessas mirabulante, aqui na cidade de RONDONOPOLIS o prefeito ADILTON SACHETTI prometeu 400 km de asfalto e não fez nem 150 juntando os tapa buracos, recapiação e ruas isso que o governo do estado entraria com mais 400 km, é por isso que a população de rondonopolis que alguem que realmente trabalhe para o povo da cidade e não apenas para as construtoras, empresas que controla pontos dos servidores, empresas de cartão de compras (inter compras), metalurgicas e empresa de Transportes de onibus que a passagem custa 1,80.
    Então é isso eles promentem administrar para o povo, mas acabam administrando para os amigos e empreeiteiros.
    CADE O DINHEIRO DO FETHAB....

  • Agnaldo da Silva Campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Infelizmente o Governador Blairo Maggi está incorrendo no mesmo erro que o Ex-Governador Dante de Oliveira incorreu, ou seja, aliou-se a politicos corruptos (com a desculpa da governabilidade) e governa o Estado com meia duzias de empregados de suas empresas. A marca desse Governo é a ARROGÂNCIA e a PREPOTÊNCIA. A população dará a resposta em 2010 assim como deu ao Dante de Oliveira em 2002. O roteiro é o mesmo e o final será dirigido pelo povo.
    Vamos aguardar e veremos.

  • Olvide Saquetti Franceschetto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho qeu o Blairo perdeu a oportunidade de escrever uma nova página na politica de Mato Grosso.

  • Marcio da Cunha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Edu Cador o seu dicionário deve ser do teu tataravô, no meu dicionário essa palavra significa o seguinte.
    " Pessoa que concorre para a morte ou ruina de pessoas que devem ser estimadas como irmãos "

  • Maneporrete | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bombachudos ou a turma do tênis? Bons tempos aqueles em que a casa do Santa Rosa consumia uma boiada no almoço e outra no jantar.O Km de asfalto o mais caro do planêta,e o vão mais caro da história,a Ponte Sérgio Mota. Conglomerados de mídia nasceram num estalar de dedos,sem falar da turminha da Sefaz.E os bombachudos hem? Ja´entram para a história como os que sentados falam ,mas de pé não garantem.Vide ICMS da energia e telefone,que nos comprimem a cada dia.E então ? Vai de bombacha ou de tênis???

  • O Vigilante | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Governo da "turma da Botina" nada fez para mudar a política "coronelista" que sempre reinou por estas bandas...
    Além disso, as "realizações" destacadas pelo blog (habitação e transportes) não deveriam ser creditadas integralmente ao Governo, haja vista que as rodovias foram melhoradas com dinheiro do FETHAB, que fora objeto de críticas duríssimas pelos "botinudos". A habitação, além do FETHAB, utliza-se de recursos do Governo Federal (via Caixa Econômica); tanto que o Governo não diz, mas praticamente a totalidade das casas construídas com o dinheiro da CEF são financiadas (sim! não é de graça não!).
    Ao mais, este Governo semeou a balbúrdia administrativa (criação dos núcleos sistêmicos, criação e extinção de órgãos), a improbidade (Oficina Única, caso Iomat, dízimo partidário, casos no Intermat), o aparelhamento da máquina pública (com um excessivo número de apadrinhados políticos), etc., etc.
    Pergunto, então, quais paradigmas foram quebrados por essa "turma da botina"? Se alguém souber, por favor, responda.

Mauro, desgastes e projeto à reeleição

mauro mendes curtinha   Não há como negar que o governo Mauro Mendes (foto) enfrenta forte desgaste por causa das medidas restritivas de combate à Covid e, principalmente, devido à exigência da sociedade de maior investimento e planejamento na Saúde. Por mais que o Executivo divulgue feitos e liste...

Thiago, respaldo da igreja e reeleição

thiago silva _curtinha_400   O deputado estadual Thiago Silva (foto) começa a labuta pela reeleição e não terá uma tarefa fácil pela frente. Thiago faz parte do grupo da Assembleia de Deus, que sempre prioriza o colega de Parlamento Sebastião Rezende, que vai tentar o sexto mandato. Curiosamente,...

2 suplentes já estreiam em Cuiabá

alex rodrigues 400   Com menos de quatro meses de mandato, dois dos 25 vereadores cuiabanos reeleitos no ano passado já pediram licença para abrir espaço a suplentes. Diego Guimarães (Cidadania) se afastou por 30 dias. Em sua cadeira está Maysa Leão, do mesmo partido. Marcrean Santos (PP) pediu afastamento...

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...