Últimas

Segunda-Feira, 12 de Janeiro de 2009, 18h:56 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CLÁUDIA

População protesta contra a posse de presidente


Fachada da Câmara Municipal de Cláudia, que vive conflito
Foto: Joatan de Souza

  A população de Cláudia (a 608 km da Capital) prepara uma mobilização para esta segunda (12) à noite contra a posse do vereador Maurício Bortoletti de Oliveira (PR) na presidência da Câmara Municipal. O protesto em frente ao prédio da Câmara é liderado por um grupo de comerciantes. Contra Maurício pesam denúncias de envolvimento do seu nome em escândalos. É acusado, por exemplo, de ter desacatado policiais militares durante a campanha eleitoral, quando fora abordado no instante em que usava som do veículo em volume alto. De acordo com o Boletim de Ocorrência, o parlamentar chegou a xingar o comandante da PM, tenente Tomé.

   O vereador acabou preso. Estaria embriagado. Além disso, ele foi acusado de distribuir bebidas alcoólicas aos eleitores em troca de voto. Bortoletti sucede o presidente Antônio Roberto Dalmásio, que deixa o Legislativo para comandar a prefeitura, já que o prefeito eleito Vilmar Giachini (PMDB) e o vice-prefeito, Gilmar Spkolovski, foram cassados pela Justiça Eleitoral por compra de votos. Cláudia é um dos três municípios onde haverá nova eleição - saiba mais aqui(Pollyana Araújo com colaboração de Joatan de Souza)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Germano Souza Cruz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não adianta uma pequena parcela da população de Cláudia espernear, esse Maurício vai assumir a Presidência da Câmara mesmo, é por conta das leis. Ele ao xingar o Comandante da PM praticou uma contravenção que nada influência no Direito Eleitoral, isto é resolvido no âmbito do Juizado Especial.
    O fato(ou boato) dele ter dado bebida alcoólica à eleitores se não foi apurada antes das eleições, agora não dá mais, pois foi atingido pela prescrição intercorrente, por isso será díficil cassar-lhe o mandato apenas com algazarras.
    Ademais, esse fato é atípico, pois não está elencado numa das proibições da Lei das Eleições, vez que pinga não é bem, muito menos benesse, que possa influenciar no resultado da eleição de alguém, por mais alcoolatra que ele seja.

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...