Últimas

Terça-Feira, 07 de Agosto de 2007, 15h:44 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

SABATINA NO SENADO

Por 17 votos a 6, Pagot é aprovado para o Dnit

   Depois de uma sessão tensa, o nome do economista Luiz Antônio Pagot foi aprovado nesta terça à tarde para comandar uma autarquia de R$ 12 bilhões. A Comissão de Serviços de Infra-Estrutura contabilizou 23 votos. Dentre eles, 17 favoráveis. Apenas 6 votaram contra. Agora, o nome de Pagot será levado a plenário, cuja a data não foi definida. Para chegar a um dos cargos mais cobiçados da máquina pública federal, Pagot enfrentou uma série de obstáculos, mesmo com o respaldo do presidente Lula. Foi denunciado por supostos atos de improbidade administrativa, por crime de responsabilidade e por omissão. Por fim, saiu vitorioso. Chega "sangrando" no Dnit.

    Considerado o trator do governo Blairo Maggi no período em que atuou como secretário de Infra-Estrutura, da Casa Civil e de Educação, Luiz Pagot agora ganha visibilidade no cenário nacional. Sua primeira briga será com as grandes empreiteiras, que não deverão aceitar que os preços para execução das obras caíam em mais de 30%, como chegou a prometer o futuro diretor-geral do Dnit. "Estou me apresentando  para o serviço de pé e a ordem, sei que as tarefas não são poucas e nem pequenas, porém tenho convicção que junto com os companheiros do Dnit superaremos as dificuldades para darmos seguimento ao Programa de Aceleração do Crescimento e às centenas de projetos e obras em diversos estágios de execução", destacou Pagot.

    Para ele, três linhas de ações são imprescindíveis para a resolutividade do Dnit. 1ª) Modernização administrativa, com um modelo de gestão que contemplem uma nova postura jurídica e fisco contábil e planejamento estratégico. 2ª) Integração institucional com a visão do compartilhar tarefas, dividir responsabilidades e criar frente de relacionamento com órgãos, autarquias, setores do governo e da sociedade. 3ª) Eficiência operacional, envolvendo planejamento, projetos, descentralização, pesquisa, ousadia, responsabilidade assumida, formação continua de quadros e planos logísticos que possam contribuir com a redução das desigualdades regionais.

    Segundo Pagot, o conjunto de obras previstas até 2010 é muito importantes à nação. Ele destaca que a modernização administrativa, a integração institucional e a eficiência operacional são determinantes para execução das metas do PAC.

    Em Mato Grosso

    O novo diretor-geral do Dnit, já estabeleceu prioridades para seis rodovias federais de Mato Grosso. Prevê até 2009 investir ao menos R$ 400 mil na BR-158, na região de Ribeirão Cascalheira. Outros R$ 200 mil estão previstos para a 242 até Sorriso e mais R$ 260 mil na BR-358, em Diamantino. Também constam projetos para duplicação da BR-163, na Serra de São Vicente e recursos para as BRs-163 e 364 entre Cuiabá e Rondonópolis.

Postar um novo comentário

Comentários (44)

  • ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    AOS FUNCIONÁRIOS DE BM CONCORDO QUE TEM A OBRIGAÇÃO DE FAZEREM ESSES COMENTÁRIOS. AGORA AOS PUXA-SACOS, NÃO ADIANTA QUE NÃO VAI TER NENHUMA SOBRINHA PRÁ VCS E NEM VÃO CONSEGUIR CARGO DESSE JEITO.

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pela manhã quando o Romilson colocou o Pagot sendo sabotinado, como o site p. n. b. sendo escreve, o povo que fez comentários aqui socou o pau no Pagot, queimaram a lingua. Agora o cara vai lá, vai provar porque foi, aí quem falou mau vai ficar com cara de bundão. Gente, nosso estado precisa de soma, não de divisão, nem de opiniões, hehehehe, entenderam o trocadilho. Parabéns Pagot, ainda bem que vc passou se não a noite o povo ia ouvir: "bomba, bomba, bomba, lapada, lapada, lapada" BM exonera Secretário de Educação e sua Adjunta de RH. rrrssss. É isso aí.

  • valdecir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A família Araújo em peso... Querem realmente ganhar o leitinho das crianças. Primeiro o parabéns do marido, depois da titular da Secom em pessoa. Tá certo, tem que dar bença realmente para o padrinho.

  • valdecir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • valdecir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Valdir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PAGOT 10.
    antero ZERO !

  • Ricardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Pagot, desejo lhe boa sorte e muita paciencia para superar as traições que haverão principalmente por conta do PSDB (Antero e sua turma), esse ... nao pensa em MT, só em si próprio, quem sabe ele tem construtoras?????. Espero que vc caso assuma o governo não humilhe e massacre a EMPAER como nosso excelentissimo está fazendo, sem carros, corte de verba, e sem concurso há 12 anos. Os médios e pequenos produtores precisam da EMPAER tanto em pesquisa como na extensão. pois a Fundação MT do governador não se preocupa com os referidos produtores.

    Ah por favor agora conserte as estradas que esse tal L... e sua turma não se importam.

    GDE ABRAÇO.

  • RODRIGO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SÓ ME PREOCUPA UMA COISA,OU SERIA UM ALIVIO,O ANTERO VOLTARÁ A SER UM DESOCUPADO.

  • valdecir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VOu refazer os meus comentários. Tem pessoas em varzea grande que irrequeceram depois que ocuparam um cargo na prefeitura na administração de Murilo Domingos, usando e abusando do prestigio do Luis Antonio Pagot. Até mesmo usando o nome dele para coseguir algums beneficios. É UMA VERGONHA! O governo e o prefeito deveriam ficar de butuca na secom e na mtgás.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    com a"MORAL"que o congresso se encontra batedor de carteira seria aprovado com louvor, quanto a LEI que proibe funcionario publico de ocupar dois cargos ao mesmo tempo.................................ORA BOLAS A LEI (não sei se vai ser vetado)

Com Covid-19 e frequentando a AL

paulo araujo 400   O deputado Paulo Araújo (foto), do PP, está com reinfecção pelo Covid-19 e, mesmo assim, continua frequentando o prédio da Assembleia normalmente, como se não tivesse contaminado. Na primeira vez que foi infectado pelo vírus, também fez igual. Colegas parlamentares e...

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

2 desembargadores vão para TRE-MT

carlos alberto tj 400 curtinha   O Pleno do Tribunal de Justiça define, na quinta (25), em votação secreta e por videoconferência, dois desembargadores que comporão os quadros de comando do TRE-MT pelos próximos dois anos. O ex-presidente do TJ, Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), é um dos inscritos...

Primeira-dama pede retorno de auxílio

marcia_pinheiro_curtinha400 Primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro (foto), em visita à sede do Rdnews e entrevista ao Rdtv, pede que a bancada federal de MT se mobilize e vote favorável ao retorno do pagamento do auxílio emergencial às famílias em situação de vulnerabilidade. Márcia...