Últimas

Terça-Feira, 07 de Julho de 2009, 10h:43 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

EMBATE

Por aumento, oficiais de justiça entram em greve na 5ª

   Os oficiais de justiça de Mato Grosso vão entrar em greve nesta quinta (9). A categoria exige que o presidente do Tribunal de Justiça, Mariano Travassos, aumente a verba indenizatória referente ao ressarcimento da produtividade dos servidores. Segundo o presidente do Sindicato do Servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso (Sinjusmat), Rosenwal Rodrigues, os cerca de 600 oficiais de Mato Grosso vão “cruzar os braços” e não vão entregar nenhuma intimação enquanto Travassos não cumprir a promessa feita pelo então presidente do TJ, Paulo Lessa, que propôs aumento parcial da verba de R$ 100 para R$ 400 e rediscussão em dezembro de 2008.

   “Não podemos continuar pagando para trabalhar. Já usamos nossos carros, somos motoristas, e ainda temos que pagar o combustível que abastece nossos veículos?”, questiona Rosenwal. A maior manifestação deve ocorrer em frente ao fórum de Cuiabá. No dia 9 estarão reunidos todos os 140 oficiais da Capital e de Váreza Grande. “Eles deixaram essa ferida agravar e, como não há mudanças, teremos que entrar em greve”, afirma.

   A principal reclamação dos oficiais é o fato de cumprirem diligências com seus próprios veículos. “A verba indenizatória é tão pequena que acabamos quase pagando para trabalhar”, critica o presidente do sindicato. Cada um dos 600 oficiais de Mato Grosso recebem um salário inicial de R$ 1,1 mil. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Edmilson P L Xavier | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ola companheiros de luta! Esta passando a hora de efetuarmos uma ação mais energica, pois ja estamos fartos de sermos tapiados com promessas não concletizadas. E QUANTO AO SR. MARCELO RICARDO, AI DE CUIABÁ, Q FEZ O COMENTÁRIO ACIMA, ELE DV SER UM PERDIGUEIRO OU ADVOGADO MAL SUCEDIDO OU FRUSTRADO. POIS QUANTA IRONIA....

  • Wilson Duque de faria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Em resposta ao comentário anterior não poderia ficar quieto, sou OFICIAL DE JUSTIÇA com muito orgulho do que faço, mas as coisas não é bem do jeito que o amigo falou, que não trabalhamos e que ganhamos muito bem. Isto é mentira deslavada desse sujeito, pois saiba que a movimentação das pessoas que vem ao Forum foi porque foram intimadas por nós ou que serão Intimadas no futuro, e na justiça gratuita não ganhamos nada.Só ganhamos a diligência quando a Justiça é paga, e o valor da diligência é de 25,00 reais.Se voce esta com inveja faça o concurso e venha experimentar o trabalho. Obrigado

  • Maury Lopes de Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Algemir Marques Álvares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou Oficial de justiça há 21 anos e acho que só critica o Oficial de Justiça quem não conhece a realidade, pois usamos dos nossos prórios meios de locomoção para cumprir os mandados e quem deveria colocar meios de locomoção seria o Estado, a exemplo que faz com as Polícias Civil e Militar.

  • Adalberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Respondendo ao Sr. Marcello Ricardo, nós Oficiais de Justiça sabíamos e sabemos extamente como funciona e o subsídio que recebemos, mas daí ter de pagar despesa que o Estado é responsável por ela é lamentável. Acompanhe um Oficial de Justiça em um dia de trabalho dele e depois diga se ele trabalha pouco, se ele ganha bem pelo que faz e passa. Não sei o que vossa senhoria faz, qual sua ocupação profissional e nem quero saber, mas antes de falar mal de alguém procure se informar das razões que levam uma ou mais pessoas a tomarem certas decisões para depois não dizer estes absurdos que foram ditos por vossa senhoria. Tenho vinte anos de cargo e em momento algum precisei fazer o que foi dito em seu comentário. É lamentável seu comentário generalizando os Oficiais de Justiça quando o Sr. disse que cobram um graninha extra.... Procure se informar quem são os maus Oficiais para depois afirmar tamanho absurdo que vossa senhoria pronunciou.

  • Maury Lopes de Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mantenho o comentário, que á apenas direito de resposta na proporção da ofensa, afinal o espação não é democrático?

  • Mauricio de Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Seria até cômico se não fosse verdade ler um comentário grosseiro desse tal de Marcello Ricardo, que aliás de tão sem noção do que fala (acredito até que não seja advogado p. nenhuma) sequer divulga seu e-mail.....mas parabéns para ele, já teve seu quinze minutos de fama, agora pode voltar para o colo de mamãe....hehe...

  • Paulo R. Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho q os oficiais de justiça já ganham bem e que não precisa de nenhuma verba extra para cumprirem com suas obrigações. além do mais, recentemente fora sancionada uma lei estadual que isenta a categoria do pagamento de ICMS na compra de veículo zero, apra que utilizem o veículo em serviço. se já foram beneficiados com a lei, é só comprarem carro novo com motor 1000 cc, que é mais econômico, e colocarem para trabalhar.

  • eduardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EU ACHO JUSTO, POIS OS OFICIAIS TRABALHAM COM SEUS CARROS, LEVAM DESAFORO DAS PESSOAS QUE ELES VÃO CITAR, O DIRETOR DO FORUM FICAM PERSEGUINDO-OS COM ADVERTENCIAS POR QUALQUER COISA. COMO É QUE TRABALHA. SÓ OS PUXA SACOS É QUE LEVAM VANTAGENS, E OS PARENTES.

  • florinda de assis | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Froner segue com o vice de Gilberto

osmar froner 400   Osmar Froner de Mello (foto), escalado de última hora para a disputa em Chapada dos Guimarães, manteve de vice o mesmo que estava na chapa de Gilberto Mello (PL), o vereador Carlos Eduardo, que era conhecido como Carlinhos do PT e agora é do PDT. Froner e Carlinhos não têm afinidades...

Ministro Tarcísio rasga elogios a Fávaro

tarcisio 400 curtinha   O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (foto), em vídeo de congratulações, só faltou pedir voto para Carlos Fávaro, senador interino que busca à reeleição e que completou 51 anos nesta segunda. Disse que Fávaro, com quem possui bom...

Vinicius e demagogia sobre salário

vinicius nazario 400 curtinha   Em Alta Floresta, o delegado de polícia Vinicius de Assis Nazario (foto), candidato a prefeito pelo Podemos, tem se apresentado como "o novo", prega honestidade, transparência e renovação, mas, em algumas pautas, nada diferente dos demais políticos. Uma de suas propostas, mais de...

2 candidaturas vetadas em Torixoréu

ines coelho 400 curtinha torixoreu   Em Torixoréu, de três candidaturas a prefeito, a Justiça Eleitoral já barrou duas, em decisão de primeira instância. O juiz da 9ª Zona Eleitoral de Barra do Garças, Douglas Romão, indeferiu o pedido de registro da candidatura do ex-prefeito e ex-deputado...

Apoio sem influência de Luciano Hang

otaviano pivetta 400 curtinha   O empresário e vice-governador Otaviano Pivetta (foto), do PDT, contesta a informação de que teria sido convencido por Luciano Hang, dono da Havan, e pelos primos Maggi a apoiar para o Senado a coronel Rúbia Fernanda. Pivetta diz que quem o conhece sabe que nunca foi garantista na...

Sem o agro e apoiado pela Fetagri

carlos favaro 400 curtinha   Na corrida pela cadeira no Senado, na suplementar de 15 de novembro, alguns concorrentes têm rotulado o senador Carlos Fávaro (foto) como candidato dos grandes produtores. Mas as entidades que compõem o Fórum Agro MT estão todas com Nilson Leitão, à exceção...