Últimas

Terça-Feira, 28 de Julho de 2009, 19h:55 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

PAC

Por falta de detalhamento, R$ 40 mi ficam "emperrados"

   A Controladoria Geral da União (CGU) notificou a Prefeitura de Cuiabá sobre a falta de detalhamento de R$ 40 milhões das obras do PAC em Cuiabá. No total, serão investidos R$ 238 milhões na ampliação das redes de água e esgoto da Capital. Segundo o terceiro relatório técnico emitido pela CGU desde que as obras iniciaram, enviado à Caixa Econômica Federal, Ministério das Cidades e à administração municipal em 19 de junho, não foram apresentadas as planilhas com o detalhamento de itens que serão executados nos sete lotes do PAC de Cuiabá. Sem as informações, os recursos não serão liberados.

    O lote 5, na região do Ribeirão do Lipa, onde as obras ainda não começaram, é o que apresenta o maior déficit de detalhamento. A prefeitura terá que “explicar” gastos da ordem de R$ 15,7 milhões.  No lote 1, região do CPA e onde está sendo construída a famosa ETA Tijucal, faltam detalhar R$ 2 milhões. Já no lote 2, que abrange a região do Porto, Cidade Alta e Goiabeiras, a gestão Wilson Santos terá que detalhar R$ 5,9 milhões. No lote 3, região do bairro Santa Rosa e Morado do Sol, foi detectada a falta de detalhamento de itens que somam R$ 5,8 milhões. O último lote, onde são necessárias “explicações”, é o 4. Ele abrande a região dos bairros Osmar Cabral e Jardim Itália. Neste caso, a prefeitura terá que apresentar planilha de gastos referentes a R$ 5,4 milhões.    

  Segundo o coordenador das obras do PAC em Cuiabá, Aparecido Alves, o Cido, o detalhamento de todo o material ainda não foi concluído porque as empreiteiras demoraram para apresentar o projeto executivo das obras. “Para a realização da licitação só é cobrado o projeto base, mas para que as obras aconteçam, as empreiteiras têm que apresentar um projeto mais detalhado.  A partir dele é que fazemos as planilhas de detalhamento”, explica. Além disso, a suspensão das obras e a repactuação dos contratos também tiveram efeitos negativos no trâmite natural do processo. “O detalhamento requisitado pela CGU será feito aos poucos sem que isso traga prejuízos à população”, garante Cido.

  Segundo o engenheiro civil e sanitarista responsável pelas obras, Raulmar Rodrigues Freitas, terão prioridade os itens que vão ser executados agora, como é o caso do detalhamento da passarela metálica sem composição de custo unitário, orçado em R$ 362,8 mil. Além de levantamento e reposições de pavimentação de asfalto, que representam R$ 3,7 milhões. “Já alguns detalhamentos como o da automação (automatização dos mecanismos da rede de abastecimento de água) poderão ser feitos posteriormente, sem prejuízos ao andamento das obras”, garante.

   O chamado detalhamento dos itens é a apresentação de uma planilha com todas as informações sobre o serviço que será feito, desde materiais necessários para a execução do serviço e mão de obra, até o tempo que será preciso para que a obra seja concluída. “Para os desbloqueios financeiros dos itens acima, é imprescindível que a Caixa realize a análise criteriosa de todo o procedimento, emitindo parecer circunstanciado e conclusivo, submetendo-o à consideração prévia deste Ministério e posteriormente da CGU”, ressalta o relatório da CGU. (Patrícia Sanches)

------------------------------------------------
Clique aqui e saiba quais itens faltam ser detalhados

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sem a construção da unidade de limpeza de esgotos do corrego do Lipa, não existem condições satisfatórios para a conclusão de qualquer parte do projeto Pac, principalmente nas regiãos: paiaguás, quilombo, Presidente Marques e adjacencias, Duque de Caxia, Santa Rosa, Santa Amália, Santa Isabel etc...
    Não se tem conhecimento nem do projeto da obra.

    Volto a repetir, o que venho fazendo a muito tempo, Rodrigo, Maggi e Wilson, não querem dar nome aos bois e continuam a preservar Lula, que não libera os recursos.

    Talvez esperem a ocasião propicia, ELEIÇÕES, para liberarem os recursos que não poderão ser usados.
    Falta respeito dos entes politicos para com o povo e coragem politica para cobrar à LULA.

  • Jerry Santana Barreto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só para lembrar. o 4º lote do pac abrange, os bairros, CONSIL. MIGUEL SUTIL, BOSQUE DA SAÚDE. ACLIMAÇÃO, ITALIA I E II RESIDENCIAL DOM BOSCO, CASTELO BRANCO, FORTALEZA,OSMAR CABRAL, SANTA LAURA, E LIBERDADE, se continuar no rítimo que está, quem sabe em 2050 a obra sera concluida, já estamos aguardando as algemas no braços de secretário, estamos de olho seu ´PINÓQUIO.

  • José CArlos Araujo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse PAC de Cuiabá virou caso de polícia! Só a turma do holerit e o glorioso ministério público não enxergam!!!
    Tô cansado dessa lenga-lenga, dessa moage desse disque-me-disque, dessa lambança, dessas futricas da prefeitura em relação ao PAC, sem nada de concreto acontecer!

  • Cristiane Lemos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ô Jacyara o boi tem nome e sobrenome chama-se: Wilson Empacado Santos, seu prefeito, o Prefeito que voçê elegeu, não existe outro culpado tá!

  • carlos santana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Outro Boi: José Antonio Rosa, amigo do Silvio lobista de Brasília, ligado ao PMDB

  • Silmara Cardoso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E DÁ-LHE WILSON PARA GOVERNADOR!!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cumprir leis no Brasil é utopia, mas há casos e casos. Por exemplo, obras do EmPAC em Cuiabá. Meus colegas comentaristas que embasaram-se na Lei de Licitações e Contratos Publicos em seus comentários, esqueceram-se de observar que os problemas encontrados nos processos são a maioria pós-certame, ou seja, os contratos já estão em execução, portanto cabe a prefeitura o mínimo de interesse em administrar bem o nosso dinheiro. Me vem uma dúvida: porque será que ano passado, mesmo com fortes indícios de irregularidade, as obras continuavam a todo vapor em Cbá e esse ano não se realizou nada? Ah! Ia esquecendo: aquela empresa responsável pela coleta de lixo na cidade, contratada sem licitação, também foi uma das doadoras da campanha do Sr Prefeito. Não se justifica o injustificável, é mais honrado admitir os erros, mas político não honra nem aos próprios pais.

  • Kakajo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Em certos momentos penso que o prefeito trabalho contra o povo de Cuiabá.

  • claudio cunha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não só tem cara como age como um caititu onde o chefe maior é o deputado caititu Jose Riva a quem o caititu barreto segue cegamente.

  • Manoel Montenegro Rosa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VoçÊs já repararam que não só o Prefeito Wilson Santos não tem culpa de nada como isso contagiou toda sua equipe do PAC. Agora a culpa é das empreiteiras, sou engenheiro aposentado e prestei serviços pra Caixa por anos e quem é a responsável pela concepção e execução das obras é o Prefeito de Cuiabá SR. wilson santos, é dele inclusive a assinatura na homologação e adjudicação da licitação, então não fuja da raia Prefeito! enfrente a situação de peito aberto e com humildade, voçê está atolando as obras do PAC em CUiabá, e ainda quer executar a copa 2014, AH! FALA SÉRIO.

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.