Últimas

Quinta-Feira, 28 de Junho de 2007, 07h:27 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INFRAESTRUTURA

Por verba, prefeito tenta se aproximar de Maggi

O prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), recuou das críticas à gestão Blairo Maggi (PR), mesmo o governo negando, sem motivos aparentes, liberar recursos para pavimentação da principal obra de infra-estrutura da gestão tucana: a avenida das Torres. Trata-se de um trecho de 12,5 km, interligando as regiões Norte e Sul. O projeto, que começou a ser executado, começa no Pedra 90 e termina na avenida Dante de Oliveira (antiga avenida dos Trabalhadores).

     Santos ficou empolgado no começo porque o governador prometeu R$ 10 milhões do PAC regional para Cuiabá investir em asfaltamento nos bairros. Avisa, porém, que essa verba não poderá ser utilizada para a avenida das Torres como deseja o prefeito. O Estado está disposto até a assumir o processo licitatório para evitar que ocorra "desvio" de finalidade dos projetos. O vereador Francisco Vuolo (PR), um dos principais aliados de Maggi, tem questionado a insistência do prefeito. Filho do ex-senador Vicente Vuolo, que morreu sem ver concretizado o sonho dos trilhos da ferrovia chegar a Cuiabá, o vereador, que lidera o Comitê Pró-Ferrovia, destaca que os recursos não devem ir para a avenida das Torres, em detrimento do asfaltamento de vários bairros sem infra-estrutura da Capital.

   Com a intenção estratégica de sensibilizar Maggi, o prefeito passou a elogiá-lo, ao invés de manter as críticas de antes. Sabe que a tão propagada obra agora já virou sonho de glória tanto rumo à reeleição quanto em relação a sua virtual candidatura a governador em 2010.

   A desculpa de Maggi de que os R$ 10 milhões liberados para a Prefeitura de Cuiabá são para pavimentação nos bairros carece de descência moral, já que a avenida das Torres cortará 12 bairros. Assim, o governador tem escondido atrás de si um maquinista ferroviário que deseja definir quais regiões da Capital serão asfaltadas.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • José Augusto Cintra | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concluímos que esta obra é uma prioridade da Administração do Prefeito da Capital, se não bastasse a aproximação, soma-se a isto, o fato de seus Fornecedores e Prestadores de Serviços não receberem após cumprir as exigências contratuais. Somente o pagamento dos Funcionários/Servidores, que é uma obrigação do Administrador Municipal, não dará ao Prefeito, visibilidade política, no que se refere a obras realizadas. Quem sofrerá as consequências desta obra são as micro e pequenas empresas, que NÃO CONSEGUEM RECEBER, JÁ AS GRANDES...CONSTATEM.

  • Pedro A. Coibra | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cuidado Governador esse galinho, vai te convenser e fazer obra tipo "casca de ovo"

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse grupo do finado Dante de Oliveira não me convence. Quando o governo Dante
    pensou em criar o Parque Mãe Bonifácia seus parentes pensaram em comprar áreas
    ao redor. Muita gente lucrou com essas "prioridades". Agora vem o senhor Wilson
    Santos pensando em criar a Avenida das Torres e, certamente, o mesmo grupo deve
    ter comprado áreas ao redor. Creio que este governo pensa de modo diferente.

  • Rafael Cruz de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns governador e vereador Vuolo. Nós que estamos nos bairros sabemos que o asfalto nas nossas comunidades são de mais valia que apenas uma avenida.

    Sabemos que não são contra a obra, como também, nós moradores, também não somos. Mas precisou o governador e o vereador para enxergar essa situação, o que é prioridade. Coisa que o prefeito ainda não consegue fazer. Parabéns aos dois.

    Rafael - Comerciante

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cuidado Governador wilson santos tem se mostrado um grande traíra do povo, ele fala mal do governador em todo lugar que vai, agora pra ver seu sonho faraonico realizado tem dado uma de bom moço. Esse WS cabeça dura insiste nesse projeto faraonico da avenida das torres que neste momento nao serve pra cuiaba. A estrada do ja resolveu esse problema. O WS deveria mesmo é ampliar a avenida Fernando Correa no trecho entre o trevo de santo antonio ate o nono bec. essa sim é uma obra prioritaria para cuiabá. Chega de demagogia Wilson Santos seu mandato esta acabando(graças a deus) e vc nao fez nada pra cuiabá... so fica pintando meio fio,poste,ponte e predio publico de verde.... para com isso Wilson DEMAGOGO dos Santos.

  • mariney | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A avenida das torres seria interessante, se outros bairros de Cuiabá não estivessem carecendo de cuidados, tais como, saneamento,asfalto,limpeza das ruas, etc.
    Obs. No passado o prefeito WS, chamou Roberto França de Jardineiro, porém, hoje, o que vemos é o prefeito atual dar uma de jardineiro,plantando e replantando flores (toda semana é um tipo de flor!) na rotatória que dá acesso ao jardim santa rosa e avenida miguel sutil. Pelo menos Roberto França, foi um jardineiro competente, pois construiu e reformou nossas praças, deixando-as belíssimas, pena que não estão sendo cuidadas pelo jardineiro de plantão.

  • Paulo Henrique | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Wilson Santos essa promessa da construção da avenida das torres é sua. Não tente passar a responsabilidade para o Governador Blairo Maggi, seja Homem uma vez na vida e assuma seus fracos fruto das sus mentiras.

  • João Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CERTÍSSIMO o Governador Blairo Maggi e o Vereador Vuolo, o ASFALTAMENTO NAS RUAS DOS BAIRROS de Cuiabá é prioridade muito maior que uma avenida FARAÔNICA que o Prefeitinho Demagogo quer fazer.

  • Marcela | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns, prefeito, por denunciar a tentativa do megaempresário e dublê de governador de impor, ditatorialmente, as ruas que serão asfaltadas. O governador, que até agora não fez nada por Cuiabá, além da restauração do patrimônio histórico - sua obrigação - agora quer ser 'prefeito' também. Quem tem de decidir onde o dinheiro deve ser aplicado é a prefeitura, ouvindo a comunidade. E não esse governadorzinho prepotente. Aqui não, Blairo, Cuiabá é dos cuiabanos, goste ou não.

  • José Alcantara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Temos que separarmos a importancia das duas obras,mas se tivermos que escolher a mais urgente , não tenho dúvidas que o recapeamento e o asfalto dos bairros já existentes seria a primeira. Em Cuiabá existe desde muitas administrações anteriores o costume dos prefeitos asfaltarem apenas os bairros com maior densidade eleitoral ficando oo moradores dos menores a comer poeira um exemplo atual é o bairro Jardim Araçá com 26 (vinte e seis ) anos de existencia é uma vergonha a falta de respeito com os munícipes.

Elogios à gestão proba Mauro Mendes

marcelo oliveira 400 curtinha   O secretário de Estado Marcelo de Oliveira (Infraestrutura e Logística), Marcelo de Oliveira (foto), fez questão de destacar nesta quarta, em entrevista ao vivo ao RDTV, tv web do portal Rdnews, que o governador Mauro Mendes tem se empenhado ao máximo para fazer uma boa gestão,...

2 frentes do MDB e apostas em Cuiabá

gustavo padilha 400 curtinha   O MDB vive uma situação curiosa em Cuiabá. Embora no comando da prefeitura, com Emanuel Pinheiro, o partido só conseguiu reconquistar cadeira na Câmara há três meses, com a filiação de Juca do Guaraná, aproveitando a janela partidária. Em 2016,...

Opositores ganham força em Barra

adilson gon�alves 400 curtinha   Grupos de oposição estão ganhando "musculatura" em Barra do Garças, numa expectativa otimista de derrotar o candidato apoiado pelo prefeito Beto Farias (MDB), o atual vice Wellington Marcos, que está filiado ao DEM. Wellington é considerado nome "pesado"...

Cuiabá já conta com 10 "prefeitáveis"

paulo grando 400 curtinha novo   Dez partidos já possuem um ou mais pré-candidatos a prefeito de Cuiabá. E a "inflação" de nomes tende a aumentar empurrada pela necessidade de sobrevivência dessas legendas, que, lançando nome à majoritária, ajudam seus candidatos a vereador na busca por...

Apoio de Bolsonaro é aposta de França

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto) segue cheio de esperanças do apoio de Bolsonaro a seu nome como pré-candidato a prefeito de Cuiabá. Entre o sim e o não, preferiu seguir o calendário eleitoral e se afastar da apresentação do seu tradicional programa de TV Resumo do Dia, de...

Adin contra nomeação em Cáceres

angelo audicom 400 curtinha   Presidida por Ângelo Silva de Oliveira (foto), a Audicom-MT, entidade que congrega auditores e controladores internos dos municípios do Estado, ingressou com Adin no Tribunal de Justiça, pleiteando liminar para, assim como ocorreu em Rondonópolis, também derrubar uma lei em vigor...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.