Últimas

Quinta-Feira, 08 de Janeiro de 2009, 20h:35 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

RONDONÓPOLIS

Pós-invasões, Pátio faz parceria para 267 casas


Prefeito Pátio (à dir) com a sua equipe e representantes da CEF

   A onda de invasões a áreas urbanas - 4 em menos de uma semana -, levou o novo prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (PMDB), a agir rápido em busca da redução do déficit habitacional. Ele firmou nesta quinta (8) uma parceria inédita com a Caixa para construção de 267 moradias nos bairros Parque São Jorge e Jardim Liberdade. No primeiro foi onde houve a primeira invasão de grileiros, já sob a gestão do peemedebista.

   A parceria é direta entre o governo federal e a prefeitura. Vai contemplar famílias que já adquiriram os terrenos junto ao Banco da Gente. Esse é o primeiro empreendimento da Caixa de parceria direta com o município, para construção de casas populares, em todo o país. Do encontro participou o gerente regional de Habitação da CEF-MT, Edy Veggi; o gerente da agência central Luiz Rasia; o secretário de Infra-Estrutura e Urbanismo do Município, Ronaldo Sendy Iticava Uramoto, a arquiteta Noeme Ferreira Matos; e o chefe do Departamento de Políticas Habitacionais de Rondonópolis, Odair José Mendes Araújo.

  A Caixa vai fornecer o material necessário para a construção das casas das famílias que já adquiriram o terreno nesses bairros. A prefeitura fica responsável pela mão-de-obra. Odair Araújo explica que a administração deve cumprir com alguns prazos para assegurar o benefício aos contemplados. As pessoas cadastradas precisam estar com o CPF regularizado e apresentar cópias do documento de identidade (RG) e do comprovante de endereço. A prefeitura deve apresentar toda a documentação dos beneficiados junto à Caixa e assegurar a assinatura dos contratos até a próxima terça (13).

   O prefeito comemorou a parceria inédita. “Precisamos urgentemente tirar essa população que está abaixo da linha de pobreza do estado de exclusão”. Luiz Rasia diz que a parceria tem uma missão social, cumprida principalmente com essas alianças com o poder público e, nesse caso, dentro de um modelo que foge à burocracia de passar pelo governo estadual.

   Projetos

   Edy Veggi anunciou a construção de outras mil casas populares que vão ser distribuídas entre os residenciais João Fagundes e André Maggi, na região do Cidade de Deus. O projeto é do Programa de Arrendamento Residencial (PAR) que atende as famílias com renda entre dois e quatro salários mínimos e que estejam cadastradas junto ao município. Ele antecipou também o interesse da Caixa investir na construção de apartamentos residenciais para a classe média. A projeção é investir neste ano cerca de R$ 70 milhões no setor de habitação em Rondonópolis.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • LUIZ ANTONIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vamos governador! o governo do estado vai enfiar a cabeça no buraco feito Avestruz e fingir que Rondonópolis não pertende ao Mato Grosso, nós somos a 3ª economia do estado, o senhor vai deixar que o município descasque esse abacaxi sozinho? creio que se fosse o sachetti o senhor estaria abrindo os cofres, as eleições acabaram e nós não temos nada a ver com as suas pretenções políticas.

  • Idur | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como é bom pegar do Sr.Adilton uma prefeitura em condições de fazer convênios, hein? Parabéns ao sr Adilton.

  • MARCIO POMPEANDO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VAMOS PARAR DE DEMAGOGIA, ESTE CONVENIO JA EXISTIA., GRAÇAS
    AO GOVERNO DO SR SACHETTI., VAI COMERÇAR HENNN.

  • Maria Eduarda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Zé do Povo já começou a mostrar sua competencia e responsabilidade, vai construir casas aos amis necessitados.Parabéns, confiamos em você.

  • JOVAINE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O PREFEITO JOSÉ CARLOS DO PÁTIO SÓ NÃO SE ESQUECER DE FAZER UMA REVISÃO NOS VALORES VENAIS DAS PROPRIEDADES URBANAS DOS ANTGIOS MANDATÁRIOS DA PREFEITURA DE RONDONÓPOLIS, POIS DEVE-SE VERIFICAR SE É COMPATÍVEL O VALOR DO IPTU QUE ÊLES VINHAM PAGANDO.

    ESSE POVO DA BOTINA SÃO TERRÍVEIS.

  • Zeca | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Verificando na internet Rondonópolis está em primeiro lugar em invasões de terras do município no BraSIL, também é o maior acordo político de campanha para grilar terras do município, o trem está piorando cada vez mais, e a reintegração de possse sai ou não sai, o Ministério Público está de olho e vai acionar o prefeito zé do pátio para providências urgentes.
    Construir 267 casas não dá para nada, Adilton construiu 3.500 e ainda faltou, e agora zé o que vai fazer, foi acordo político de campanha tem que assumir.
    Camelôs estão se juntando para irem para a rua vender suas mercadorias nas portas das lojas.
    A cidade está suja, parece que parou de varrer, o poovojá está desgostoso com o zé.

  • altamiro maia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    as pessoas que estão torcendo para que a administração do prefeito eleito Zé do Patio não de certo e bom rever seus conceitos, pois este homem é predestinado e nada nem ninguem irá impedir que ele fará uma administração voltada para os menos favorecidos, e não esquecendo do desenvolvimento do nosso municipio, tem uma meia duzia de despeitados que perderam a teta torcendo para tudo não dar certo mas isto não acontecerá pois ele está muito bem assessorado e tem pessoas com o mesmo pensamneto dele em sua administração, agora ele tem que ter muito cuidado com os paraquedista e oportunistas que parecem urubus na carniça querendo devorar a caça, tenha muuito cuidado meu amigo Zé , e que Deus em sua magnitude o proteja a que você saiba superar todos os obstaculos que virão.

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

MAIS LIDAS