Últimas

Segunda-Feira, 01 de Janeiro de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Posse do governador custará R$ 30 mil

         O governador Blairo Maggi resolveu popularizar a solenidade que marca a sua posse para o segundo mandato neste feriado de primeiro de janeiro. A seu pedido, o cerimonial contratou 20 ônibus para o transporte das pessoas até o Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá. O custo da cerimônia está orçado em R$ 30 mil. Haverá shows artísticos após a solenidade, que começa às 17 horas. São esperados cerca de 3 mil pessoas.

      A posse será dividida em dois atos. Como, por lei, é o legislativo quem empossa o executivo, a primeira cerimônia será na Assembléia Legislativa. A sessão solene, às 16 horas, serão presidida pelo deputado Zeca D´Ávila, que fica no cargo até primeiro de fevereiro, quando os parlamentares elegem a nova Mesa Diretora.

   O ato oficial de posse vai demorar uma hora. Haverá até quebra de protocolo para possibilidade o discurso do ex-presidente da Assembléia, Silval Barbosa, que será empossado como vice-governador. Pela ordem, discursa Maggi, depois Silval e, por último, o presidente da AL, Zeca D'Ávila.

       Após firmar o compromisso constitucional junto com seu vice Silval, Maggi se desloca em carro oficial e escoltado por policiais até o Centro de Eventos do Pantanal. Como não há um sucessor para entregar-lhe a faixa, já que foi reeleito, o governador receberá a faixa de um cadete da Polícia Militar, acompanhado por um casal negro, um índio e um branco. Fará novo discurso e nomeará os 21 secretários, a começar pelo de Justiça e Segurança Pública, Carlos Brito, escolhido na última quinta.

       Aos 51 anos, o empresário Blairo Maggi inicia o segundo mandato sem muitas promessas. No discurso de hoje, vai renovar o compromisso de avançar na área social, na educação e segurança pública e pedirá aos assessores contenção de gastos diante de um orçamento enxuto.

      Após muitas articulações de bastidores, o governador conseguiu manter o quadro de secretários com perfil mais técnico que político. Conservou no staff a chamada turma da botina - aliados próximos que acompanham-no desde a iniciativa privada, inclusive ex-funcionários do Grupo Amaggi que desde 2003 passaram a ajudá-lo na condução da máquina pública.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

IFMT e jogos de azar em campeonato

ivo da silva 400 curtinha   O professor Ivo da Silva (foto), que integra a Diretoria de Ensino do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de MT (IFMT), com sede em Cuiabá, apresentou um requerimento ao reitor Willian de Paula, solicitando que sejam suspensas todas as modalidades esportivas correlatas ao...

5 empresas de ônibus estão na disputa

Cinco empresas concorrem à milionária licitação do transporte coletivo de Cuiabá, que será feita em três etapas. Entregaram a documentação nesta sexta à Comissão de Licitação. São elas:  Integração Transporte LTDA; Caribus Transportes e Serviços LTDA; Rápido Cuiabá Transporte Urbano LTDA; Viação Paraense LTDA e Pantanal Transporte...

Nildo deixa Gefron e assume Cáceres

 Jos� Nildo Silva   O coronel José Nildo Silva (foto) deixa o comando do Gefron, responsável pelas ações de combate aos crimes na fronteira, especialmente tráfico de drogas, para assumir o 6º Comando Regional de Cáceres. Antes, Nildo também liderou o Bope, tropa de elite da...

Vereador ganha mais que o prefeito

emanuel pinheiro 400 curtinha   Vereadores estão sendo pressionados por sindicatos de servidores da Capital para levar a Câmara Municipal a elaborar e aprovar uma lei, aumentando o salário do prefeito Emanuel (foto) para, a partir dessa elevação do teto, beneficiar também diversas categorias. Nessa...

MT cria delegacia contra à corrupção

O governador Mauro Mendes (DEM), atendendo exigência do ministério da Justiça e Segurança Pública, sob Sérgio Moro, determinou a criação da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (DECCOR). A medida visa ter acesso aos recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública. No decreto, fica estabelecido que a DECCOR será conduzida por um delegado da classe especial e que será subordinada...

Vereador terá de devolver R$ 106 mil

justino malheiros 400 curtinha   Justino Malheiros (foto), que está licenciado da Câmara de Cuiabá para tratamento de saúde, terá de restituir R$ 106,6 mil aos cofres públicos juntamente com a empresa Votech Tecnologia em Votação Eireli. E o valor deve ser corrigido monetariamente pelo IPCA...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.