Últimas

Quinta-Feira, 19 de Novembro de 2009, 07h:39 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

PALÁCIO ALENCASTRO

Postura do ex-secretário Soares revolta prefeito e vice

   A forma como Luiz Soares pediu exoneração do cargo de secretário de Saúde da Capital, sem qualquer diálogo, deixou o prefeito Wilson Santos irritado. A mesma indignação é demonstrada pelo vice Chico Galindo, secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão. Sob desgaste pela relação tumultuada com a classe médica e servidores, Soares usou como pretexto para deixar a pasta o fato do Palácio Alencastro ter atendido reivindicação dos médicos ao autorizar reajuste salarial e implantar o Plano de Cargos, Carreiras e Salários e, de outro lado, não contemplar com o aumento os cerca de cinco mil servidores.

   Assim que a notícia da saída de Soares do primeiro escalão chegou ao Alencastro nesta quarta (18) à tarde, houve comemoração. Nem mesmo Santos, que deve renunciar ao mandato em abril para concorrer a governador, nem Galindo, que vive expectativa de comandar a Capital por mais de dois anos, estavam mais aguentando tanta pressão e desgaste político e administrativo por causa da intransigência do ex-secretário. Agora, eles se mostram aliviados.

   Foi o próprio Soares o responsável pela greve dos médicos. A categoria cruzou os braços por praticamente 90 dias, trazendo o caos nas unidades de saúde, principalmente no Hospital e Pronto-Socorro Munidipal de Cuiabá. Pacientes do SUS, inclusive oriundos de outros municípios e regiões, passaram a pedir socorro na vizinha Várzea Grande, que também enfrenta sérias dificuldades para atender a demanda. O Poder Judiciário, o Ministério Público e algumas entidades e segmentos, como loja maçônica, se viram forçados a intervir em busca de um entendimento e pelo fim da greve. Até mesmo a Assembleia Legislativa criou uma CPI para levantar como estão os repasses financeiros do Estado para a área da saúde de Cuiabá e a aplicação desses recursos.

    Luiz Soares sai da linha do tiroteio e deixa a "bomba" das problemáticas nas mãos de Santos e Galindo, que passam a avaliar perfil de alguns médicos para escolha do substituto do ex-deputado e ex-vice-prefeito da Capital e daquele que será o sétimo nomeado à pasta. O ex-secretário e militante do PSDB deve ter se tocado de que arrumou confusão demais. Assim, sai de cena como membro do staff da capital para continuar usufruindo de sua gorda pensão pelo extinto Fundo de Assistência Parlamentar (FAP) de mais de R$ 10 mil por mês.

Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • luciana prado | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bom, a SMS esta um caos desde que Roberta França assumiu, porém ela se manteve em pe´graças ao Secretário Luiz Soares, o prefeito entrou e deixou a folha de pagamente em dia e começou com um péssimo secretário Dr. Aray, e por ai foi, até que colocou Dr. Guihlerme com uma equipe de profissional humana, eucada e com vontade de administrar, pessoas inteligentes como Sr. Petronio, que foi um prazer conhecê-lo, mas enfim , não deu porque o prefeito não deixava o Maluf trabalhar, foi quando colocou o soares... que tamném é um caa que entende de adm pública e sabe qual foi seu erro.. colocar neguinho que ganha R$ 800,00 de salário + R$3.000,00 de prêmio pra trabalhar 4 horas por dia. Valeu Luiz recebe mesmo a sua aposentadoria, pelo menos vc trabalha das 05:00 as 18:00.

  • Dicão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse jogo de cena promovido pelo Luiz Soares e wilson santos somente acredita quem é cego. É óbvio que com a vitória dos médicos nas negociações alguém teria que ser responsabilizado politicamente de alguma forma.

    Não se assustem se o wilson santos atribuir todo o CAOS da saúde de Cuiabá ao Luiz Soares.

    É visível e lamentável que Cuiabá conviva nos últimos cinco anos com um sério problema de falta de gestão, de gestor. Dinheiro têm, estrutura para se trabalhar têm, falta gerenciamente, falta governo, falta seriedade.

  • José Antonio Mifares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • cacique KALAPALO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • JOSÉ MARIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUE O MINISTÉRIO PÚBLICO NÃO DEIXE DE INVESTIGAR AS DENÚNCIAS QUE PESAM SOBRE ESTE TRUCULENTO SECRETÁRIO! TEM MUITA COISA QUE APURAR SOBRE AS TERCEIRIZAÇÕES DE SUA PASTA. SAIA PRA NUNCA MAIS VOLTAR, CABEÇÃO! E VÊ SE LEVA O NEY MOREIRA NA SUA MALA!!!!!!!!!

  • Rodrigo Pinheiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não da para entender esta notícia. Primeiro diz que o prefeito e o vice estão chateados com a forma como Luiz Soares pediu demissão, depois a matéria diz que eles estão aliviados. Queremos saber, afinal qual a deles: estão chateados ou estão aliviados?

  • mario pedroso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PARABÉNS, LUIZ SOARES! SAI, MAS SAI COM A CABEÇA(ÃO) ERGUIDA! VOCÊ CONSEGUIU SER O PIOR SECRETÁRIO DE SAÚDE QUE CUIABÁ JÁ TEVE!

  • Georgina Lundstedt | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu sempre digo: Se um político quer se queimar assuma a Secretaria de Saúde.
    Loucura ficar à frente de um setor público que está falido; se o fizer, saíra com fama de incompetente. A Saúde está de mal a pior em todo o país.

  • Jonas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem deve estar irritado é o senhor Luis Soares , que não deve ter recebido nenhuma força pelas revindicações feitas para a saude. O prefeito como sempre deve ter passado a mão na cabeça do luis e sempre dizendo aguente firme amigo; Nessa hora do desgaste não é so a cabeça que dói e incha, o saco tambem ; Veja quantos secretarios de saude nessa gestão do atual prefeito passaram , todos sairam e o pipino ficou para o senhor Luis Soares. Tenho certeza que não foi o Senhor Luis Soares que deixou a Saude nesse atual estado que se encontra e sim a administraçãO DO PREFEITO WI9LSON SANTOS.

  • Célio dos Santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaria de prestar minha solidariedade ao Luiz Soares que a frente da Secretaria de Saúde pretendia moralizar o atendimento da Saúde em Cuiabá. Queria apenas que os médicos cumprissem seus juramentos quando de suas formaturas e prestacem os serviços pelos quais recebem salarios.

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...