Últimas

Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2007, 19h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

CONVENÇÃO DO PR

PPS, PMDB e PSDB já articulam contra Sachetti

    As oposições resolveram formar uma tríplice-aliança (PPS, PMDB e PSDB) em Rondonópolis na tentativa de "derrubar" o projeto de reeleição do prefeito Adilton Sachetti (PR), compadre do governador Blairo Maggi. Os deputados Percival Muniz, presidente estadual do PPS, Zé Carlos do Pátio, que comanda o diretório local do PMDB, e o ex-governador Rogério Salles, dirigente regional do PSDB, promovem uma reunião nesta segunda à noite, denominada de 1º Encontro das Forças Populares.

   Eles argumentam que o encontro marca o inicio da construção de um projeto para ser apresentado nos palanques. Além dos militantes do PPS e do PMDB, devem participar representantes de outras 12 siglas partidárias e dos movimentos sociais e populares do município, como sindicatos, igrejas e associações de moradores e de trabalhadores rurais.

   A discussão sobre um projeto a ser apresentado para o pleito de 2008 deve motivar uma série de alfinetadas à gestão de Sachetti. Aliás, as críticas já começaram. Um matéria da assessoria de Muniz, publicada no site da Assembléia, destaca uma fala da dirigente do PPS de Rondonópolis e irmã de Percival Muniz, Ádria Muniz, afirmando que o prefeito republicano deixou o histórico de lutas populares esquecido. “Rondonópolis tem um passado de lutas populares que deve ser resgatado e estimulado, inclusive servindo de base para as ações no presente. Infelizmente esse histórico vem sendo relegado ao segundo plano pela atual administração, o que explica o distanciamento entre o poder público e a comunidade”.

  Percival Muniz, ex-prefeito e um dos principais responsáveis pela eleição de Sachetti, também cutuca: “Queremos contrapor o modelo de administração arrogante e anti-popular que está aí”. O candidato da tríplice-aliança deve ser Zé do Pátio, que ficou em terceiro lugar nas eleições de 2004.

   Reação

  A união das oposições parece não assustar o prefeito Sachetti. Perguntado sobre o assunto nesta segunda, o republicano disse que não está preocupado e que é a favor da democracia. “Este debate é natural. Não vejo nada demais nisso. Mesmo porque não é uma época oportuna para discutir sucessão”, disse Sachetti.(Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • João Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sachetti tenta postergar os debates sobre as eleições em Rondonópolis para que sua administração não sofra com as enxurradas de críticas que viriam de todos, inclusive do povo.

  • anderson neves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    essa noite o sachetti nem durmiu com tamanha enxaqueca, pois o encontro do povo bombou com aproximademente 2.500 pessoas e que ele acompanhou as falas todas ao vivo pois tinha um assessor com o telefone ligado e com uma pessoa no outro lado da linha o tempo todo(quem será) e ainda para tirar o sono dele esta chuvendo bastante.
    Com isso ele não consiguirá cumprir a sua promessa de campanha, que era de asfaltar 400km e o Srº Blairo asfaltaria mais 400km, porém nao foi feito nem 100 km em 3 anos ainda mais agora com as chuva, pode ser uma desculpa que o povo nao aceitará.
    viva essa aliança....
    vai ser a campanha do tustão contra o milhão, onde DEUS proverá com a benção desta triplece aliança...
    Vamos acabar com a tirania, truculencia e burocracia.
    viva a democracia mostre para esses caras que acha que estamos em tempos milirares acabou o regime.

  • antonio ferreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Prefeito de Rondonópolis e o seu grupo, não tem nada de democratico, fica comprando na concepção da palavra vereadores, liderança de bairros. E o pior são as ameaças. Conheço muitos cargos de confinças e contratados da prefeitura que vivem sendo torturados, pessoas que me confessa que no dia da eleição, é só eles e a urna. Os funcionários publicos tem medo até de conversar, os comerciantes para vender p/ prefeitura tem que ter adesivo do PR no carro, exemplo é um dono de padaria que é filiado no PP, mais para agrader a magestade usa adesivo do PR, para ser um fornecedor do municipio. Pergunto isto é democracia?

  • Carlos Soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É.. A noite passada pude ver a força que as camadas populares estão tendo. E eu gostaria de relatar aqui a articulação do deputado Percival Muniz, que novamente se mostra um grande articulador. Trouxe um grande numero de aliados, além da grande expressão popular, que fez com que o povo aparecesse em peso.

    Ontem vi a grande força que esse parlamentar tem em Rondonópolis, apesar das inúmeras sacanagem da turma da botina (leia-se Pagot, Sachetti, Brito e talvez Blairo/Terezinha). Parece que o tiro saiu pela culatra hein Botinas, Percival ainda está vivinho.

    O maior erro político do Blairo parece que ocorreu hein.. Qual? Perder Percival..

  • Nunes Belém | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou funcionário público e não vejo a hora do Adilton sair da prefeitura logo.. Sinto saudades da época do Percival Muniz.

    O Adilton é grosso, mal educado e o PIOR: faz terrorismo político.. Ameaça demitir os funcionários se eles não mudarem para o PR, além de comprar lideranças populares ou ameaçar demitir parentes delas, um grande exemplo é a Hilda Furacão.. O Sachetti ameaçou demitir o filho dela caso ela não mudasse para o PR, e ela sempre foi PPS.

    O Percival era mais bem educado, comprimentava o servidor público e era honesto policamente.

    Até que enfim os tempos de glória do Sachetti estão se acabando..

  • Regis Rodrigues Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Parabéns aos dirigentes políticos do PPS, PSDB e PMDB, é assim que se faz política, é assim que se ganha eleição

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...