Últimas

Sexta-Feira, 17 de Outubro de 2008, 12h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

BASTIDORES

PPS se reaproxima de Maggi, mas apóia tucano

Muniz visita governador junto com os eleitos da legenda socialista e volta a cutucar prefeito eleito de Rondonópolis

  O presidente regional do PPS, deputado Percival Muniz, afirmou nesta sexta (17), após reunião com o governador Blairo Maggi (PR) no Palácio Paiaguás, que não pretende apoiar o candidato Mauro Mendes (PR). Disse que o seu partido está fechado em adesão ao projeto de reeleição do tucano Wilson Santos (PSDB) neste segundo turno.

  Mendes tem como principal cabo eleitoral o governador. O fato de Muniz conduzir ao Paiaguás vereadores e prefeitos eleitos pelo PPS acabou criando expectativa sobre eventual apoio da agremiação socialista ao nome de Mendes. "O PPS está com Wilson Santos e eu também estou", assegurou o deputado, após o encontro dom Maggi.

   Apesar disso, Percival Muniz afirma que não confia no resultado das pesquisas de intenção de voto, que apontam Santos com uma frente ampla sobre Mendes. Ele se referiu à pesquisa Ibope, em que o tucano figura com 58% enquanto o republicano aparece com 34%, uma diferença de 24 pontos percentuais. "Eles (Ibope) erraram em Rondonópolis, em Várzea Grande e em Cuiabá no primeiro turno. Agora não deve ser diferente. Acreditar no Ibope é como acreditar em Papai Noel", ironiza Muniz, que saiu com a imagem arranhada do processo eleitoral em Rondonópolis porque ora apoiou Zé do Pátio (PMDB), prefeito eleito, ora trabalhou para Adilton Sachetti (PR), derrotado nas urnas.

   Rondonópolis

   Sobre a vitória de Pátio, o deputado diz que não se arrepende por não tê-lo apoiado durante a campanha. Um dos motivos alegados por Muniz é o fato de Pátio, segundo ele, ter feito promessas impossíveis de serem cumpridas. "Quando ele prometeu criar o terceiro turno na saúde, dobrar o salário dos servidores e diminuir os impostos, eu quase morri de susto", alega. Para Percival Muniz, que foi prefeito por dois mandatos, as promessas nunca serão cumpridas porque o município não tem condições de sobreviver desse jeito.

   "Quando eu assumi, por exemplo, os salários dos servidores estavam atrasados", afirma Muniz, que admite a pretensão de concorrer a governador em 2010. "Teve derrota para todo lado. Todo mundo perdeu. Quem souber usar a derrota, vai aprender a ganhar as eleições".

   Questionado sobre se a campanha de Sachetti não havia recorrido ao poderio econômico, Percival Muniz reagiu em favor do prefeito derrotado. Disse que a equipe de Sachetti foi até ética porque chamou membros do Ministério Público, da Polícia Federal e representantes dos partidos, inclusive uma comissão do grupo adversário, para informar onde iria fazer pagamento de cabos eleitorais. "Eu nunca vi isso na minha vida. Como dizia Tche (Guevara): aos adversários não se manda flores e, sim, bala". (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • Antonio Rodrigues dos santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Percival o senhor pretende ser governador primeiro o senhor tem que arrumar sua base em Roo, tem companheiro seu que está muito chateado e decepcionado com o senhor. Tambem tem que começart agora pq se não o senhor vaio falar novamente que acordou tarde para a politica. Acorda Percival e salva seus amigos que precisa de vc em Roo. E vc sabe quem são.

  • Carolina Schutlh | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Percival vc não apoiou o Zé,nãofoipor causqa da Vice,sinceramente, Rondonopolis mereciauma vice melhor, mais simpatica emais inteligente e trrabalhadora, acho que Roo perdeu pela vice, pq se fosse a outra do PPS, o social de Roo mudariatudo. Mais pense bem Perxcival essa vice não vai mandar en nada. o Zé ainda vai chamar sua vice para conversar pq ela e super simpatica, tenho vontade de conhece-la.Se forpela vice Percival esquece essa mulher e ajuda Roo mudar. Acreditoem Vc.

  • Fernando | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Augusto Reis | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson eu concordo com o ex-preito Percival pois sou funcionario da saude e o Ze prometeu nos PSF funcionar 24hs,agora faz aconta comigo uma equipe de PSF custa aproximadamente R$ 30.000,00 . Temos 32 equipe de PSF x 30.000,00 = 960.000,00 mes. Na promessa do ze em funcionar 24hs o mesmo PSF vai precisar de mais 2 equipe por PSF aumentando + 60.000,00 por PSF ficando o custo de cada PSF em 90.000,00 x 32 PSF =2.880.000,00.Ele bateu muito na saude e vai ter que cumprir pois eu tenho a fala dele gravada prometendo pros eleitores. Torço pra ser promessa responsavel e todos vao ganhar .

  • Natanael | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mais uma incoerência de Percival Muniz, diz que apóia Wilson mas se reaproxima da turma da botina e critica o instituto que dá a liderança para Wilson Santos, é complicado esse tal de Percival heim? cheguei a conclusão que ele não sabe o que fala.

  • edson araujo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • CarlotaJoaquina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu não sei porque o Governador da tanta ousadia para este
    Percival Muniz, ele estava apoiando o pmds quando lhe era conviniente do dia para a noite entre aspas mudou de ideia
    e derrepente o Sachetti passou a ser tudo de bom, desconversa o tempo todo, fala mal do Zé, mais ele é quem
    parece mais Mané?? mané esperto né Percipuco sabe tudooo humm

  • Luizinho de Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Marcos Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Augusto Reis, você não está falando a verdade, o Zé não prometeu fazer a saúde funcionar 24 horas e sim ter um terceiro turno, que significa funcionar até ás 10:00 da noite, eu também tenho gravado isso.

  • CARLOS ALBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    DEVE TER ALGUM ENGANO, POIS VI ALGUNS DESSES NOMES PEDINDO VOTOS PARA MAURO MENDES INCLUSIVE ROBERTO FRANÇA E MARCELO
    PADEIRO PADIRAM VOTOS PARA MAURO MENDES NO MEU BAIRRO.

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

4 com as maiores chances ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   Todos os principais candidatos ao Senado, na suplementar de 15 de novembro, para eleger quem ocupará a cadeira da cassada Selma Arruda, estão trabalhando com tracking eleitoral, metodologia que consiste, basicamente, em realizar pesquisas de intenção de voto por telefone de forma...

Polarização entre Gustavo e os Maia

gustavo mello 400 curtinha   Em Alto Araguaia, três disputam a prefeitura, mas a briga eleitoral está mesmo polarizada entre o prefeito Gustavo Melo (foto), do PSB, e Martha Maia (PP), irmã do ex-prefeito por quatro vezes Maia Neto. Júnior da Farmácia (PSL) corre por fora, mas sem chance de êxito nas urnas....

MAIS LIDAS