Últimas

Terça-Feira, 27 de Fevereiro de 2007, 11h:21 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

PPS volta a ser nanico com R$ 200 mil em caixa

    O diretório regional do PPS, até então maior agremiação partidária do Estado, tem em caixa cerca de R$ 200 mil. Como está perdendo ao menos 80% de seus filiados por causa da debandada dos filiados que resolveram acompanhar o governador Blairo Maggi para o PR, a legenda socialista começa a se adequar a um orçamento minguado.

    O presidente regional, deputado Percival Muniz, já reduziu o número de funcionários do diretório de 5 para 2, cancelou quatro das cinco linhas telefônicas e passou a despachar numa sala do quinto andar do edifícil América Business Center, na avenida do CPA. Até dezembro, o partido utilizada duas salas.

     O PPS era o responsável pela gestão da receita suprapartidária. Recebia toda a contribuição das indicações políticas junto à estrutura do governo estadual, do governador ao servidor com menor salário sob indicação politica. Do montante, ficava com 38% (19% de direito pelos cargos ocupados e mais 19% por ser o responsável pela administração dos recursos), repassava 19% para o PFL e outros 19% para o PP, além de 12% distribuídos para as legendas nanicas e que ocupam cargos na máquina do Estado. Esse controle foi feito até dezembro.

    Com a saída do governador do PPS junto com a turma da botina, o partido de Muniz volta a se tornar nanico e o gerenciamento das contribuições ficará agora com o Partido da República. Percival Muniz disse que os cerca de R$ 200 mil em caixa representam um saldo da contribuições porque conseguir administrar os recursos com equilíbrio de receitas e despesas. "Agora temos que nos preparar para enfrentar dureza", comenta o dirigente, numa referência à redução dos valores das contribuições por causa da perda da maioria dos filiados. Muniz defende que o PPS tenha direito aos 19% de participação, mesmo com número pequeno de ocupantes de cargos na administração Maggi.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto). Ele, por sua vez, e para não...

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...