Últimas

Terça-Feira, 21 de Agosto de 2007, 07h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

ESTRUTURA

Prado compra 2 Hilux cabine dupla para o MPE

Paulo Prado, procurador-geral de Justiça   Não são apenas os Poderes, como Judiciário, Legislativo e Executivo, que compram carros de luxo para "uso exclusivo em serviço" pelos seus representantes. Os órgãos vinculados também. O procurador-geral de Justiça do Estado, Paulo Prado, por exemplo, autorizou a compra de dois veículos Toyota, modelo Hilux, cabine dupla 4x4 SRV. O Ministério Público vai desembolsar R$ 217 mil com as aquisições. O dinheiro vem da Fonte 100, ou seja, do duodécimo do Ministério Público, hoje em R$ 137 milhões.

    O MPE mantém 79 comarcas no Estado e, sob Prado, que está no segundo mandato consecutivo, busca construir 18 promotorias no interior. Tem hoje um custeio de aproximadamente R$ 27 milhões. Prado vive batendo à porta do Palácio Paiaguás em defesa de maior repasse para tocar os projetos.

   Enquanto o chefe do MPE assina contrato com a empresa Disveco Ltda para aquisição das Hilux, após processo licitatório, a Assembléia Legislativa se prepara para entregar 24 veículos Corollas a seus deputados. Já o Tribunal de Justiça, que há cinco anos comprou 20 Corollas e 9 Astras para seus desembargadores e até hoje os veículos não foram usados. Agora, aguarda decisão do Conselho Nacional de Justiça para saber se promove leilão ou se entrega os veículos para os magistrados e tire deles o auxílio-transporte.

(Atualização às 18h) - Confira abaixo o que diz o procurador-geral de Justiça, Paulo Prado, sobre a compra das 2 Hilux.

                Nota de Esclarecimento

    "O procurador-geral de Justiça, Paulo Roberto Jorge do Prado, informa que os carros estão sendo adquiridos para operações do Gaeco em vários municípios do interior.  Por exemplo, quem conhece o trecho Cuiabá – Colniza sabe das condições das estradas. Não se trata de luxo e sim de segurança. Não é possível realizar operações do Gaeco com carro que não responde a emergência das situações de perigo impostas pelas quadrilhas de todas as espécies. Há órgãos públicos que dispõem até de aviões (o que não significa luxo e sim necessidade) para realizar essas operações. Entretanto, o Ministério Público ainda não dispõe dessas condições orçamentárias. Reiteramos que o critério não é luxo e sim segurança, condições de trabalho para os profissionais que enfrentam sérios riscos de vida em prol da moralidade e defesa dos direitos do cidadão."
         Paulo Roberto Jorge do Prado
         Procurador -Geral de Justiça

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Vanilse Terezinha Cardoso de Jesus | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou aposentada do Serviço Público de MT após 34anos 10 meses e 16 dias de atividades prestadas a area de Educação que dentre outras competências incluia viagens( por varios meios de locomoção) em todo o extenso território mato-grossense.
    Assim posso dar o meu testemmunho sôbre a importância de se oferecer meios seguros de deslocamento ao servidor onde quer que este tenha de exercer o seu labor.
    Entretanto devo frisar que durante todo o meu tempo de atividade nunca percebi nenhuma preocupação do Estado no sentido de garantir "segurança" ao servidor em viagem, pois era comum termos de viajar em veículos automotores de baixa potência, mtas vezes sem manutenção, correndo todo tipo de riscos possíveis. Restava-nos apenas contar com a sorte e ajuda divina para sermos bem sucedidos nessas locomoções pelo interior de MT.
    Dado isso, tive alguma vezes que chorar a morte de alguns colegas e lamentar a invalidez de outros, vítimados por acidentes.O pior disso tudo é não me lembrar que essas vítimas tenham recebido indenização ou outro apoio do Estado nestes sinistros.Será que estou enganada?
    Sei de casos de colegas que demandam há mais de 20(vinte) anos na operosa Justiça de MT.,o direito de serem ressarcidos de tais danos sem até o presente momento lograrem algum êxito. (Alguns até já faleceram).
    Como o nosso operoso Ministerio Público finalmente se alertou para a questão discorrida no artigo em pauta buscando as providências devidas, que o faça não apenas para os seus componentes, mas para todo o servidor que tenha a missão de prestar serviços fora do seu domicilio.
    Afinal a "vida e segurança" dos cidadãos componentes do Ministério Público do MT.,são tão importantes quanto as de outros cidadãos servidores deste Estado.
    Vanilse Terezinha Cardoso de Jesus

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É verdade o que esta servidora da educação relatou, eu sou testemunha no ano passado minha esposa foi coordenar um supletivo em uma cidade de MT, éla já teve mais sorte porque foi de onibus mas teve que sair de cuiaba as 22hs VIAJOU A NOITE INTEIRA enquanto isso os nobres funcionarios do MP tem que ir de hilux luxo talvez até com som mp3 para não se stressarem. E ESTE É BRASIL QUE VAI PRA FRENTE............E COMO VAI.

  • vilma | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    como servidora do MP,tenho a informar que certamente o Dr Paulo Prado,a dra Eliana terão mais conforto para viajar....e o restante dos servidores?Essa sua resposta não convence Dr Paulo.Quando é para mordomias,como coof breaks é para os bam bam bams do MP usufruirem...nós servidores de carreira ficamos só vendo,viajando de qualquer jeito....é uma vergonha sem limites o que ocorre por aqui...

  • Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu acho que o Dr.Prado tem razao.A que ter condiçoes pra trabalhar.

  • Pedro Dias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    pra quÊ as Hilux...para prender alguém no Pantanal?

  • Donizete | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MUITO BEM PAULO PLADO. E DE ACORDO COM O TAMANHO DA FATIA DO BOLO ORÇAMENTO GRANDE ( CARRO GRANDE ) POBRE NEN SE FALA????

  • Silvia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Dinheiro publico não tem dono. Hilux é o carro do momento, porque não compram carros populares. Tipo Kombi. Fiat.
    Não é para Trabalhar?.

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Para combater as queimadas e a corrupção precisa de conforto.

  • Marcio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Paulo Prado está mais para presidente da Assenbleia, Tribunal de Contas, Tribunal de Justiça, do que para chefe do Ministério Público.
    É uma pena.

  • Colono doido de raiva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mas bá uai, óia a filicidade da cara du home, inté pareci minino quando que ganha uma bicicreta nu natar.
    Pouca vergonhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

Bezerra ignora filiado do seu filiado

carlos bezerra 400   Carlos Bezerra (foto), o "cacicão" do MDB, abandonou antes da hora o palanque de Emanuel Pinheiro, mesmo se tratando do filiado mais importante em representatividade partidária no Estado. Bastou a pesquisa Ibope mostrar que o prefeito da Capital estava atrás de Abílio nas intenções de...

Sob ataques e humilhação e vitorioso

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto) se emocionou ao falar com a imprensa neste domingo, pela primeira vez como prefeito reeleito. Lembrou que foi atacado não só neste período eleitoral, mas desde o início do mandato. Destacou a aprovação popular, com 86% de avaliação...

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

MAIS LIDAS