Últimas

Quinta-Feira, 26 de Abril de 2007, 07h:24 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

JUDICIÁRIO

Prazo para regularizar título termina nesta 5ª

    Termina nesta quinta (26) o prazo para regularização de pendências aqueles eleitores que não compareceram às urnas nos últimos três pleitos e nem justificaram a ausência. Em Mato Grosso, são 46.602. Todos correm risco de perder o Título Eleitoral. O Tribunal Regional Eleitoral avisa que o prazo não será prorrogado.

   O Estado conta com 1.945.626. Os passíveis de cancelamento representam 2,4% do eleitorado mato-grossense. Em 2005, o TRE cancelou 30.480 títulos de eleitores que não compareceram às urnas por três pleitos consecutivos.

  No ano passado, o número reduziu para 13.014. Como o prazo encerra hoje, a probabilidade é de que com a depuração do cadastro o número de cancelamento ultrapasse o de 2005.   Até esta quarta (25), às 10h, somente 3.934 eleitores procuraram os cartórios eleitorais do Estado para quitarem seus débitos. Isso representa 7,8% dos 50.536 títulos que estão na lista de cancelamento.
    Na lista estão pessoas que vivem em outros países de forma ilegal, de desaparecidos e falecidos. Anualmente, a Justiça Eleitoral faz depuração cadastral, o que evita distorções entre os dados estatísticos e o número real de eleitores.
   
    Atendimento

   Em Cuiabá, 6.486 eleitores podem perder o título. Para atender a demanda da capital, o Fórum Eleitoral, que reúne os Cartórios da 1ª, 37ª, 39ª, 54ª e 55ª, ampliou o horário de atendimento. Funciona nesta quinta das 8h às 18h, sem interrupção para horário de almoço. Fica no antigo prédio do TRT, à avenida Fernando Corrêa da Costa.

   Dos 4.674 títulos passíveis de cancelamento em Várzea Grande, 214 eleitores já regularizaram a situação. Em Cáceres, 1.518 devem ser cancelados. Em Rondonópolis são 2.497 eleitores em débito. Pontes e Lacerda acumula 970 títulos pendentes, Sinop registra 1.717 e, em Tangará da Serra, são 1.226 eleitores que devem ficar sem o documento, o que impedirá a esses eleitores de obterem, por exemplo, passaporte e nomeação em concurso público.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM agora sem amarras dos Campos

frankes siqueira curtinha 400   Sem o controle absoluto dos Campos, como nas últimas duas décadas, desde quando era PFL, o DEM, que não elege vereador em Cuiabá desde 2004, vive melhores expectativas, agora sob comando da ala ligada ao governador Mauro. É presidido pelo secretário de Estado de Governo,...

O pulo de Elias do PSDB para o DEM

elias santos 400 curtinha   Elias Santos (foto), irmão do deputado Wilson, agiu como estrategista na construção de sua pré-candidatura a vereador por Cuiabá. Concluiu que teria mais dificuldades de obter êxito nas urnas no PSDB porque os dois vereadores tucanos que vão à...

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com 2 na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha duas vozes na Câmara. Tratam-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista, e do recém-empossado...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

Deputado, única causa e os interesses

xuxu 400 curtinha   Xuxu Dal Molin (foto), deputado pouco atuante e limitado a defender a bandeira do agronegócio, é mais um daqueles que demonstram, na prática, usar a política para beneficiar os seus. De familiares de agricultores, Xuxu bateu duro, se posicionando contra a proposta encaminhada pelo governador Mauro...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.