Últimas

Quinta-Feira, 22 de Março de 2007, 07h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Pré-candidatos, Jaime e Pagot se distanciam

    Motivados pela sucessão estadual de 2010, o senador Jaime Campos (PFL) e seu suplente Luiz Antônio Pagot (PR) iniciaram processo de ruptura. Ambos são pré-candidatos a governador e, desde já, traçam caminhos opostos, provocando racha entre pefelistas e republicados.

    Nos bastidores, o senador acusa Pagot de pressionar lideranças, principalmente do PFL, para inchar o PR, visando as eleições municipais de 2008 e já abrindo picada rumo ao Palácio Paiaguás. De outro, o articulador político do governador Blairo Maggi condena o estilo populista do parlamentar e tenta construir um projeto com perfil mais técnico.

    O grande trunfo de Pagot para consolidar sua candidatura será a direção-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura Terrestre (Dnit), que detém um orçamento anual de R$ 12 bilhões. A estratégia de Jaime é dificultar que o seu suplente assuma o cargo federal. Mesmo com aval do presidente Lula, o nome de Pagot precisa passar por sabatina no Senado, território de Jaime. 

    Desde a campanha do ano passado, Jaime e Pagot não se entendem. Em público, tentam manter clima de harmonia. Nos bastidores, porém, se criticam mutuamente. Ex-prefeito de Várzea Grande e ex-governador, Jaime Campos só convidou o trator do governo para ser seu primeiro suplente da chapa como forma de atrair a turma da botina, grupo de produtores ligados a Blairo Maggi.

   Mesmo durante o processo eleitoral, Jaime e Pagot estiveram distantes um do outro. O pefelista fez uma campanha independente, seja no corpo-a-corpo, no palanque e/ou na TV. Pagot se dedicou à coordenação da campanha à reeleição de Maggi. A turma da botina desprezou tanto a candidatura de Jaime que o pefelista perdeu feio em Rondonópolis, cidade do governador.

   Agora, logo no início do novo mandato - Jaime no Senado e Pagot no segundo governo Maggi -, ambos partem para o confronto. Enquanto isso, o governador em exercício Silval Barbosa (PMDB) articula, em silêncio, sua candidatura ao Palácio Paiaguás e o prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB) recua para, primeiro tentar melhorar sua gestão e buscar um novo mandato, passaporte que o credenciará a concorrer à sucessão estadual.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Rossato quer "minar" reeleição de Ari

dilceu rossato 400 curtinha   Em Sorriso, a capital nacional do agronegócio, a tendência é da disputa à sucessão no próximo ano ficar polarizada entre o prefeito Ari Lafin, do PSDB, e seu antecessor, Dilceu Rossato (foto), hoje filiado ao PSL. Embora se movimente nos bastidores, o deputado Xuxu Dal Molin...

Misael nem espera janela e sai do PSB

misael partido 400 curtinha   Misael Galvão (foto), presidente da Câmara de Cuiabá, nem esperou chegar a janela partidária de março para oficializar a saída do PSB, onde esteve filiado por três anos. Para não colocar o mandato em risco, o parlamentar consultou a Justiça Eleitoral e obteve...

TCE-MT aprova e elogia gestão Binotti

binotti 400 curtinha   O conselheiro interino do TCE, Isaías Lopes, rasgou elogios ao primeiro ano de mandato do prefeito e empresário Luiz Binotti (foto), de Lucas do Rio Verde. Relator das contas do exercício de 2018 da prefeitura, com aprovação unânime pelo Pleno, Isaías destacou que os resultados...

Primavera fará 4 intervenções na BR

leonardo 400 curtinha   Com recursos próprios, a Prefeitura de Primavera do Leste fará quatro intervenções na BR-070, no perímetro urbano, com readaptação e construção de trevos para ajustar o trânsito a uma nova e moderna realidade do município com quase 100 mil...

Vice do DEM-Cuiabá elogia gestão EP

joao celestino 400 curtinha   O advogado João Celestino (foto), vice-presidente da comissão provisória do DEM de Cuiabá e ligado ao senador Jayme Campos, se mostra simpático à gestão Emanuel Pinheiro, do MDB. Aliás, na segunda, Celestino fez uma visita ao prefeito e elogiou a...

Prefeito Beto faz mistério sobre apoio

beto farias 400 curtinha   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (foto), que está no segundo mandato e com a popularidade em alta, não revela quem apoiará para a disputa à sucessão, nem para aqueles aliados mais próximos. Quando perguntado, o emedebista costuma dizer que não está...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.