Últimas

Quinta-Feira, 22 de Março de 2007, 07h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Pré-candidatos, Jaime e Pagot se distanciam

    Motivados pela sucessão estadual de 2010, o senador Jaime Campos (PFL) e seu suplente Luiz Antônio Pagot (PR) iniciaram processo de ruptura. Ambos são pré-candidatos a governador e, desde já, traçam caminhos opostos, provocando racha entre pefelistas e republicados.

    Nos bastidores, o senador acusa Pagot de pressionar lideranças, principalmente do PFL, para inchar o PR, visando as eleições municipais de 2008 e já abrindo picada rumo ao Palácio Paiaguás. De outro, o articulador político do governador Blairo Maggi condena o estilo populista do parlamentar e tenta construir um projeto com perfil mais técnico.

    O grande trunfo de Pagot para consolidar sua candidatura será a direção-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura Terrestre (Dnit), que detém um orçamento anual de R$ 12 bilhões. A estratégia de Jaime é dificultar que o seu suplente assuma o cargo federal. Mesmo com aval do presidente Lula, o nome de Pagot precisa passar por sabatina no Senado, território de Jaime. 

    Desde a campanha do ano passado, Jaime e Pagot não se entendem. Em público, tentam manter clima de harmonia. Nos bastidores, porém, se criticam mutuamente. Ex-prefeito de Várzea Grande e ex-governador, Jaime Campos só convidou o trator do governo para ser seu primeiro suplente da chapa como forma de atrair a turma da botina, grupo de produtores ligados a Blairo Maggi.

   Mesmo durante o processo eleitoral, Jaime e Pagot estiveram distantes um do outro. O pefelista fez uma campanha independente, seja no corpo-a-corpo, no palanque e/ou na TV. Pagot se dedicou à coordenação da campanha à reeleição de Maggi. A turma da botina desprezou tanto a candidatura de Jaime que o pefelista perdeu feio em Rondonópolis, cidade do governador.

   Agora, logo no início do novo mandato - Jaime no Senado e Pagot no segundo governo Maggi -, ambos partem para o confronto. Enquanto isso, o governador em exercício Silval Barbosa (PMDB) articula, em silêncio, sua candidatura ao Palácio Paiaguás e o prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB) recua para, primeiro tentar melhorar sua gestão e buscar um novo mandato, passaporte que o credenciará a concorrer à sucessão estadual.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Prefeito coloca secretarias em alerta

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) colocou em estado de alerta a Defesa Civil e as secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos por causa da chuva torrencial que caiu neste sábado em Cuiabá. Em vários locais, inclusive na região central, como em frente à praça...

Jovem prefeito à reeleição e os Maia

gustavo melo 400 curtinha   Em Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), o mais jovem dos 141 prefeitos mato-grossenses - completa 36 anos no próximo 26 de junho -, está disposto a buscar a reeleição pelo PSB. Mas carrega forte desgaste. O que traz certo conforto para Gustavo é o fato de Maia Neto, que comandou o...

Suposta delação tira sono de Alencar

alencar soares 400 curtinha   A notícia de que o STJ já teria homolagada delação de Sérgio Ricardo caiu como uma bomba. Mesmo depois do ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE vir a público desmenti-la, assegurando não ter motivos para fazer tal colaboração premiada, os efeitos...

SD também deseja Taques ao Senado

pedro taques 400 curtinha   Empolgado com resultado de uma pesquisa interna, na qual estaria bem pontuado, aparecendo entre os preferidos ao Senado, mesmo após deixar o cargo de governador bastante desgastado, Pedro Taques (foto) passou a flertar não só com o Cidadania, conduzido no Estado pelo seu ex-secretário Marco...

Presidente do TJ-MT assume Codepre

carlos alberto tj 400 curtinha   O presidente do TJ-MT Carlos Alberto (foto) foi eleito presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais de Justiça (Codepre) do país. O cargo alça o membro de MT à liderança de discussões nacionais importantes. Dentre as atribuições do colégio...

Brecha pra futuro cassado ir à Justiça

kero kero curtinha 400   Wilson Kero-Kero (foto), ex-SD (socialista) que foi para ex-PSL (direita), anunciou ida para Podemos, mas permanecerá no partido direitista, é o relator do processo de cassação do colega Abílio Júnior, na CCJ da Câmara de Cuiabá. Na Comissão de Ética o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.