Últimas

Segunda-Feira, 05 de Outubro de 2009, 16h:52 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

TRANSPORTE COLETIVO

Prefeito aguarda Fifa; edital deve ser lançado em 2010

   O contrato de concessão das linhas de transporte coletivo da Capital venceram em junho, mas só vão ser licitadas no primeiro semestre de 2010. O prefeito Wilson Santos (PSDB) renovou o contrato por mais seis meses para aguardar a lista de exigências da Fifa, já que o transporte coletivo de qualidade é um dos principais requisitos para que a Copa de 2014 aconteça em Cuiabá. “Vamos confeccionar um edital de licitação que contemple todas as exigências, por isso, só será lançado no próximo ano”, explica Santos.

   Atualmente, a tarifa de Cuiabá é uma das mais altas do país, tendo um custo de R$ 2,30. Só perde para Campo Grande (MS) e se iguala a Porto Velho (RO) e Porto Alegre (RS). Na capital sul-mato-grossense o valor da passagem é de R$ 2,50. As empresas Pantanal, Norte-Sul e Sol, além de microônibus, exploram o transporte municipal em Cuaibá. São cerca de 137 mil usuários diariamente, algo em torno de 4 milhões de pessoas ao mês.

  Entre os projetos de melhoria do transporte coletivo na Capital para os jogos mundiais de 2014 está a implantação de terminais em pontos estratégicos, onde circularão ônibus-sanfona nas linhas tronco-coletoras, que por sua vez vão receber passageiros das linhas alimentadoras. A Fifa exige que o transporte coletivo seja eficiente, caso contrário, a Capital pode ser descredenciada. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • FABIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bom espero que façam uma licitação de verdade,e vamos precisar de empresas de onibus,que se possivel tragam onibus de primeiro mundo e com ar condicionado decente,ja que essas empresas vao estar com a faca e o queijo na mão.

    Sobre os onibus sanfonas tem gente que pensa que teremos problemas,NAO teremos problemas desse tipo de onibus circular,já que o VLP(veiculo leve sobre pneus) vai ter trincheiras exclusivas para o mesmo,com a trincheira de concreto,nao tem como carro,moto invadir o espaço dos onibus.

    Ruas e avenidas onde terao as trincheiras serao alargadas se necessario,portanto torcida para que tudo de certo.

    Quanto ao VLT esqueça,o governo federal,nao esta soltando grana pra ninguem,muitas cidades importantes como curitiba,porto alegre,salvador,recife,manaus nao vao ter o metro e ou sua expansao,estao todos frustados, o governo federal prometeu mundos e fundos,para as prefeituras e governo de cada estado fez seus estudos baseado no respaldo do LULA e estamos vendo ele LULA tirar o corpo fora,entao o projeto mais pé no chao tem chances de ter o respaldo do governo federal, enquanto o VLT estava orçado em 1,8 bilhoes,o VLP vai sair por menos de R$400 milhoes e vai beneficiar cba e vg.

  • ronilson | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Jean M. Van Den Haute | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Fabio,
    Você parece ser um grande experto, até mais experto que o Prefeito de Cuiabá que consegue fazer projetos sem fazer estudos, mas, será que você sabe a diferência entre dinheiro público e dinheiro privado, dinheiro para infra-estruturas urbanas e dinheiro para a Copa. Será que você sabe o que é uma operação BOT ??? Uma Metrópole ??? O Transporte Coletivo Metropolitano ??? O que dita a Constituição Federativa ??? Mas, não se preocupa, o Governador, também não sabe !!!
    Jean M. Van Den Haute
    Diretor Técnico e Representante da ASSUT-MT, no SNDU, Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano,

  • FABIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Jean M. Van Den Haute não tenho expertise,no assunto,mas tb não sou totalmente leigo como alguns politicos que planejam as coisas nas coxas.

    Vc que é expertise,diga para todos nós o que podemos vislumbrar sobre essa questão??

    Vc sendo Profissional da area,pq não leva seu conhecimento ao encontro dessas autoridades??

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...

VI de R$ 18 mil garantida na Câmara

juca 400 curtinha A verba indenizatória de R$ 18 mil para os vereadores da Câmara de Cuiabá está garantida, pelo menos por enquanto. Depois de diversas ações judiciais, derrubando a alta indenização por gastos do mandato, os vereadores implantaram o benefício novamente em dezembro. O...