Últimas

Domingo, 17 de Junho de 2007, 20h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

HABITAÇÃO

Prefeito anuncia entrega de casas e cobra Maggi

    O prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), anunciou, para dentro de 90 dias, a entrega de dois conjuntos habitacionais, um com 163 unidades, na região do Jardim Umuarama, e outro com 298 casas, em frente ao Jardim Florianópolis. Tratam-se das primeiras casas construídas sob a liderança de Santos, já com dois anos e cinco meses de mandato. O prefeito admite que o déficit habitacional da Capital supera a 30 mil, considerando o número de famílias sem moradia própria inscritas na Agência Municipal de Habitação.

   O conjunto próximo do Umuarama com 163 casas será batizado de Estevão Torquato, uma homenagem ao ex-prefeito de Cuiabá. A previsão é inaugurá-lo no próximo mês. De acordo com Santos, terá estrutura completa, com casas de alvenaria, rede de água e esgoto, asfalto e arborização. Já o conjunto próximo à rodovia Emanuel Pinheiro (Cuiabá-Chapada), com 298 unidades, deve ser inaugurado em três meses.

     O prefeito cobrou uma maior prioridade do Estado para com Cuiabá em relação ao setor habitacional. Considera que, proporcionalmente, a capital, com cerca de 600 mil habitantes a ser projetado pelo IBGE neste ano, é a que menos recebeu casas populares do governo Blairo Maggi. Até agora, a gestão do "rei da soja", que já está no segundo mandato, inaugurou 264 casas no conjunto Sucuri com recursos do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).

    Outras unidades entregues foram de iniciativa do governo federal, em parceria com o Estado, por meio do Programa de Arrendamento Residencial (PAR), da Caixa Econômica Federal. Pelo PAR - em que a União participa com 70% e o Estado com 30% -, estão previstas 4,5 mil casas para serem entregues até o final do próximo ano. Destas, cerca de duas mil serão construídas no entorno da futura avenida das Torres, que terá uma extensão de 12,5 km, compreendendo 14 bairros.

    "Aguardamos uma maior contribuição do Estado na área habitacional", destacou o prefeito, num recado direto ao governador. Santos se considera amigo de Maggi. Ambos, porém, atuam politicamente em campos opostos. Pelos cálculos do prefeito, Cuiabá é o município que mais contribui com arrecadação de ICMS. Gira em torno de R$ 1 bilhão por ano. O segundo colocado é Várzea Grande, com cerca de R$ 300 milhões. "Cuiabá é a maior colaborada de ICMS. É a principal locomotiva da economia do Estado nas áreas de comércio, serviço e indústria. Está na hora do governo do Estado investir mais aqui na área habitacional", cobrou o prefeito.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Paulo Henrique | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se for somar o que Blairo fez por Cuiaba e o Prefeito Wilson coitadinho do Prefeito não chega perto . só uma coisa que Wilson fez mas que Blairo andou na Avenida das Torres 2 vezes a pé e até hoje não tem dinheiro para obra .Vai cobrar de vc mesmo seu imcompetente prometeu mundos e fundos e não cumpriu nada(IRRESPONSAVEL), Blairo vai dá dinheiro prá vc administrar com Oscar soares, Elias Santos e antonio Rosa vc acha que o governador é doido? E tem mas essa turminha já esta manjada. em nenhum outro governo essas figurinhas teria espa~ço só na sua mediocre administração.Vai trabalhar Wilson o mandato já esta acabando.

  • stenio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Governador já ajudou Cuiabá e muito, só quem não sabe diso é oPrefeito Wilson "nepotismo" Santos.
    Vai colocar seus Secretários para trabalhar Wilson !!
    Esse "Ze do Nordeste" até agoranão diz prá que veio, só conta vantagem ,esbraveja diz que faz que é muito honesto..kkkkkkkkkkk ..só rindo mesmo.
    Cuidado Galinho!!
    As eleições estãochegando.

  • Néia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Wilson Santos esqueceu do Residencial Sonho Meu (Pedra 90) com 207 casas entregues gratuitamente à população e construídas com recursos somente do Fethab. E ainda tem o Residencial Pomeri, com 109 casas habitadas por policiais e construídas da mesma maneira: 100% de recursos do Estado.

    Para criticar ou pedir, ele deve antes conhecer as obras na cidade que ele mesmo administra!

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...

Cuiabá paga fevereiro aos servidores

emanuel pinheiro 400   A Prefeitura de Cuiabá quitou nesta sexta (26), último dia útil do mês, a folha de fevereiro. Desde quando assumiu o Palácio Alencastro, em janeiro de 2017, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) tem conseguido pagar o funcionalismo dentro do mês trabalhado. Aliás, essa prioridade,...

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...