Últimas

Sábado, 06 de Janeiro de 2007, 01h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Prefeito aumenta salário em 56% e ganha mais que Lula

      O prefeito de Campo Verde, Dimorvam Alencar Brescancim (PDT), aumentou o seu próprio salário em 56%, saltando de R$ 9 mil para R$ 14 mil mensais. Trata-se de um dos maiores subsídios pagos a chefes do executivo do país. O salário do pedetista supera o do presidente Lula e dos governadores Blairo Maggi (R$ 11 mil), de Aécio Neves (PSDB-MG) e se equipara aos R$ 14,6 mil que ganha o governador de São Paulo, José Serra.

     O projeto foi aprovado antes do Natal. Além do aumento de 56% para o prefeito, foram reajustados também o salário da vice-prefeita Matilde Fin Vesk (PMDB) em mais de 80% e dos secretários municipais, que passam a ganhar 40%. Assim, a vice Matilde sai de um subsídio de R$ 3 mil para R$ 5,5 mil. Os secretários, que recebem R$ 3,9 mil, vão ganhar, já na folha de janeiro, R$ 5,5 mil por mês.

      Seis dos nove vereadores votaram pela aprovação do projeto, inclusive o petista Clovis Cezar de Lima. Os demais que aprovaram a mensagem foram Marinês Mezzomo e Geraldo Araújo (ambos PTB), Marcelo Coité (PP), Geovani de Paula Rosa (PDT) e Jader de Ricardi (PDT).O vereador Welson Paulo da Silva (PSDB) foi o único a votar contra o reajuste para o prefeito, vice e os secretários. Orivaldo Reame (PFL) absteve-se de votar.

      Welson da Silva anunciou que vai ingressar com mandado de segurança na Justiça para ou garantir os mesmo índices de reajustes para os servidores ou anular a decisão da Câmara. "O que aconteceu foi uma vergonha. Enquanto isso, o salário mínimo não tem reajuste de 10%", protesta o parlamentar tucano. Ele assegura não ter dúvida quanto à derrubada do projeto na Justiça. Acontece que a Lei Orgânica do Município é clara quando estabelece que os salários do prefeito, vice e secretários serão reajustados na mesma data e índice dos servidores. "Passaram por cima da Lei Orgânica", diz Welson.

       Antes de se eleger prefeito de Campo Verde, Dimorvam foi presidente do Centro Estadual de Educação Profissional e Tecnológica (Ceprotec). A exemplo dele, o prefeito de Cáceres, Ricardo Heny (PP), ex-secretário de Desenvolvimento do Turismo, reajustou em 40% o seu salário, saindo de R$ 8 mil para R$ 11,6 mil.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Candidato irritado chama EP de traste

abilio junior 400 curtinha   Abílio Júnior (foto), candidato do Podemos ao Palácio Alencastro, tem se mostrado mais irritado depois do debate promovido pela Fecomércio, na quarta à noite, quando, em vários momentos, se viu questionado e desqualificado pelo prefeito e candidato à...

Prefeito reeleito sob investigações

ze do patio 400 curtinha   A situação jurídica do prefeito populista e desgastado Zé do Pátio (foto), que acaba de ser reeleito para o terceiro mandato em Rondonópolis, sendo o segundo consecutivo, não é das melhores. Contra sua gestão tem pipocado denúncias sobre...

Prefeitos revoltados com Neurilan

neurilan fraga 400 curtinha   Vários prefeitos, especialmente os recém-eleitos, se mostram revoltados com novas manobras promovidas no estatuto da AMM pelo seu "eterno" presidente Neurilan Fraga (foto), que tenta, de todas as formas, se auto-beneficiar na eleição que deveria ocorrer em janeiro, mas que foi antecipada...

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...