Últimas

Sábado, 06 de Janeiro de 2007, 01h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Prefeito aumenta salário em 56% e ganha mais que Lula

      O prefeito de Campo Verde, Dimorvam Alencar Brescancim (PDT), aumentou o seu próprio salário em 56%, saltando de R$ 9 mil para R$ 14 mil mensais. Trata-se de um dos maiores subsídios pagos a chefes do executivo do país. O salário do pedetista supera o do presidente Lula e dos governadores Blairo Maggi (R$ 11 mil), de Aécio Neves (PSDB-MG) e se equipara aos R$ 14,6 mil que ganha o governador de São Paulo, José Serra.

     O projeto foi aprovado antes do Natal. Além do aumento de 56% para o prefeito, foram reajustados também o salário da vice-prefeita Matilde Fin Vesk (PMDB) em mais de 80% e dos secretários municipais, que passam a ganhar 40%. Assim, a vice Matilde sai de um subsídio de R$ 3 mil para R$ 5,5 mil. Os secretários, que recebem R$ 3,9 mil, vão ganhar, já na folha de janeiro, R$ 5,5 mil por mês.

      Seis dos nove vereadores votaram pela aprovação do projeto, inclusive o petista Clovis Cezar de Lima. Os demais que aprovaram a mensagem foram Marinês Mezzomo e Geraldo Araújo (ambos PTB), Marcelo Coité (PP), Geovani de Paula Rosa (PDT) e Jader de Ricardi (PDT).O vereador Welson Paulo da Silva (PSDB) foi o único a votar contra o reajuste para o prefeito, vice e os secretários. Orivaldo Reame (PFL) absteve-se de votar.

      Welson da Silva anunciou que vai ingressar com mandado de segurança na Justiça para ou garantir os mesmo índices de reajustes para os servidores ou anular a decisão da Câmara. "O que aconteceu foi uma vergonha. Enquanto isso, o salário mínimo não tem reajuste de 10%", protesta o parlamentar tucano. Ele assegura não ter dúvida quanto à derrubada do projeto na Justiça. Acontece que a Lei Orgânica do Município é clara quando estabelece que os salários do prefeito, vice e secretários serão reajustados na mesma data e índice dos servidores. "Passaram por cima da Lei Orgânica", diz Welson.

       Antes de se eleger prefeito de Campo Verde, Dimorvam foi presidente do Centro Estadual de Educação Profissional e Tecnológica (Ceprotec). A exemplo dele, o prefeito de Cáceres, Ricardo Heny (PP), ex-secretário de Desenvolvimento do Turismo, reajustou em 40% o seu salário, saindo de R$ 8 mil para R$ 11,6 mil.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Calistro, dúvida à reeleição e Sumaia

sumaia leite 400 curtinha   Jânio Calistro, reeleito para o 2º mandato de vereador em 2016 e como o mais votado em Várzea Grande, com 3.658 votos pelo PSD, se mudou para o DEM dos Campos, mas ainda avalia se vai encarar o teste das urnas deste ano. Ele se mostra um tanto baqueado, após ficar preso por três meses. E...

Grupos convergem para Emanuelzinho

emanuelzinho 400   O jovem deputado federal Emanuelzinho (foto) está cada vez mais empolgado com a possibilidade de disputar a Prefeitura de Várzea Grande. Até se mudou da Capital para a cidade vizinha, onde montou apartamento no Edifício Maktub. Uma das revelações políticas do PTB, Emanuelzinho tem...

Câmara de ROO e pasta de Controle

orestes miraglia 400 curtinha   A Câmara de Rondonópolis deu de ombros para uma decisão do Tribunal de Justiça e, em primeira votação, aprovou mensagem do prefeito Zé do Pátio, criando a secretaria de Transparência Pública e Controle Interno (SETRACI) em...

Morre pai do secretário da Casa Civil

Mauro Carvalho pai   Faleceu, aos 97 anos, o pai do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. O empresário, que também emprestava o nome ao filho, Mauro Carvalho, foi vítima de um infarto nesta quinta (9). A informação foi confirmada pela deputada estadual Janaina Riva (MDB) que publicou nota de...

Deucimar vence Covid-19 após 20 dias

deucimar silva 400 curtinha   Após 13 dias numa unidade intensiva e mais sete se recuperando no leito de hospital, o empresário e ex-vereador pela Capital, Deucimar Silva (foto), recebeu alta médica nesta terça. Ele está curado da Covid-19. Ex-presidente da Câmara Municipal, Deucimar ficou emocionado, fez...

Estudo sobre 13º a vereadores de VG

jaqueline jacobsen curtinha 400   A conselheira-substituta Jaqueline Jacobsen (foto) estabeleceu prazo de 120 dias, em sessão de julgamento do TCE por videoconferência no último dia 2, para que o presidente da Câmara de Várzea Grande, Fábio Tardin, realize estudo prévio de impacto...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.