Últimas

Sábado, 06 de Janeiro de 2007, 01h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Prefeito aumenta salário em 56% e ganha mais que Lula

      O prefeito de Campo Verde, Dimorvam Alencar Brescancim (PDT), aumentou o seu próprio salário em 56%, saltando de R$ 9 mil para R$ 14 mil mensais. Trata-se de um dos maiores subsídios pagos a chefes do executivo do país. O salário do pedetista supera o do presidente Lula e dos governadores Blairo Maggi (R$ 11 mil), de Aécio Neves (PSDB-MG) e se equipara aos R$ 14,6 mil que ganha o governador de São Paulo, José Serra.

     O projeto foi aprovado antes do Natal. Além do aumento de 56% para o prefeito, foram reajustados também o salário da vice-prefeita Matilde Fin Vesk (PMDB) em mais de 80% e dos secretários municipais, que passam a ganhar 40%. Assim, a vice Matilde sai de um subsídio de R$ 3 mil para R$ 5,5 mil. Os secretários, que recebem R$ 3,9 mil, vão ganhar, já na folha de janeiro, R$ 5,5 mil por mês.

      Seis dos nove vereadores votaram pela aprovação do projeto, inclusive o petista Clovis Cezar de Lima. Os demais que aprovaram a mensagem foram Marinês Mezzomo e Geraldo Araújo (ambos PTB), Marcelo Coité (PP), Geovani de Paula Rosa (PDT) e Jader de Ricardi (PDT).O vereador Welson Paulo da Silva (PSDB) foi o único a votar contra o reajuste para o prefeito, vice e os secretários. Orivaldo Reame (PFL) absteve-se de votar.

      Welson da Silva anunciou que vai ingressar com mandado de segurança na Justiça para ou garantir os mesmo índices de reajustes para os servidores ou anular a decisão da Câmara. "O que aconteceu foi uma vergonha. Enquanto isso, o salário mínimo não tem reajuste de 10%", protesta o parlamentar tucano. Ele assegura não ter dúvida quanto à derrubada do projeto na Justiça. Acontece que a Lei Orgânica do Município é clara quando estabelece que os salários do prefeito, vice e secretários serão reajustados na mesma data e índice dos servidores. "Passaram por cima da Lei Orgânica", diz Welson.

       Antes de se eleger prefeito de Campo Verde, Dimorvam foi presidente do Centro Estadual de Educação Profissional e Tecnológica (Ceprotec). A exemplo dele, o prefeito de Cáceres, Ricardo Heny (PP), ex-secretário de Desenvolvimento do Turismo, reajustou em 40% o seu salário, saindo de R$ 8 mil para R$ 11,6 mil.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Políticos e prisões nos últimos 2 anos

gaspar lazzari 400 curtinha   Vários políticos, que exerceram mandatos eletivos, como de vereador, prefeito, deputado e de governador, foram em cana nos últimos dois anos em MT. Eis alguns deles com passagem pelo cárcere: ex-governador Silval Barbosa, ex-deputados José Riva, Mauro Savi e Gilmar Fabris e o hoje...

Contratos da MTI vão ser suspensos

kleber geraldino mti curtinha 400   O governador Mauro Mendes vai determinar que o presidente Kleber Geraldino Ramos dos Santos (foto) suspenda todos os contratos da Empresa Mato-Grossense de Tecnologia da Informação (MTI - ex-Centro de Processamento de Dados do Estado), após ser informado de irregularidades em pelo menos dois...

Diretor define contratos emergenciais

alexandre beloto 400 curtinha diretor hospital   O diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública, Alexandre Beloto Magalhães (foto), tem feito compras emergenciais de materiais hospitalares para surprir demandas, especialmente do São Benedito e do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), que detém uma...

Bancada garante R$ 10 mi para IFMT

neri 400 curtinha   O deputado Neri Geller (foto), coordenador da bancada federal mato-grossense, anunciou destinação de R$ 10 milhões em emendas para o Instituto Federal de Mato Grosso no orçamento de 2020. Dirigentes do IFMT promoveram duas reuniões para debater projetos para melhorar a estrutura física...

Juca e aval do prefeito a projeto social

juca do guaran� curtinha 400   Juca do Guaraná Filho (foto), do Avante, conseguiu sensibilizar o prefeito Emanuel Pinheiro a apresentar uma mensagem à Câmara isentando do pagamento de IPTU os portadores de câncer e HIV. O  projeto foi apresentado originalmente na Câmara Municipal da...

Supremo enterra pedido contra Maluf

maluf_400   A 1ª Turma do STF enterrou de vez um pedido do advogado Waldir Caldas (Novo), ex-candidato ao Senado, que tentava revogar os atos que conduziram o ex-deputado Guilherme Maluf (foto) a uma cadeira no Tribunal de Contas. Caldas queria, ele próprio, ter a chance de ser indicado ao cargo, que era de prerrogativa da Assembleia. O...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.