Últimas

Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2008, 10h:49 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EXECUTIVO

Prefeito convoca o staff para retiro em Chapada

   Com 37 meses de gestão e a 11 para concluir o mandato, o prefeito Wilson Santos (PSDB) resolveu ordenar que todo o seu secretariado assine um contrato de gestão. O documento será formalizado nos próximos dias 8 e 9, em pleno retiro num dos maiores cartões-postais do Estado. O ambiente vai ser a Pousada Penhasco, em Chapada dos Guimarães. Santos exigirá que cada um dos seus 14 secretários assinem um documento se comprometendo a cumprir entre seis a 10 metas no decorrer do ano.

    O encontro estava agendado para o próximo dia 14, mas foi antecipado em função da viagem que Santos fará a Porto Alegre (RS) para participar, como um dos palestrantes, do Fórum Mundial de Inovações Democráticas e Transformações Sociais.

    Mesmo no final do mandato, o tucano resolveu colocar em prática o tal contrato de gestão, promessa feita em campanha, em 2002, pelo então candidato a governador Blairo Maggi e ainda não cumprida até hoje. Maggi até tentou, mas acabou por desistir dessa formalidade. Já no caso de Cuiabá, a idéia partiu do recém-empossado, secretário de Saúde Luiz Soares. Ele foi o primeiro a assinar o termo contratual.

   O prefeito mudou praticamente todos os secretários desde 2005, com exceção de sua esposa e presidente do IPDU, Adriana Bussiki, de Mário Olímpio (Cultura), do auditor-geral Luiz Mário e do procurador-geral do município, José Antônio Rosa. Dessa forma, esse contrato poderá servir para que o prefeito cobre mais do seu staff, afinal precisa recuperar a popularidade porque tem a árdua missão de buscar um novo mandato em 5 de outubro deste ano. (Pollyana Araújo)

   Quem compõem o staff do prefeito Wilson Santos:

  • Andelson Gil do Amaral - Governo
  • Luiz Soares - Saúde
  • José Antônio Rosa - Procuradoria-Geral
  • Guilherme Muller - Planejamento, Orçamento e Gestão
  • Éden Capistrano - Meio Ambiente
  • José Carvalho, o Zé do Nordeste - Finanças
  • Carlos Carlão do Nascimento - Educação
  • Maurélio Menezes - Comunicação
  • Elismar Bezerra - Trânsito e Transporte Urbano
  • Celcita Pinheiro - Assistência Social e Desenvolvimento do Turismo
  • Pedro Sinohara - Defesa, Cidadania, Esportes e Lazer
  • Euclides dos Santos - Infra-Estrutura
  • Mário Olímpio - Cultura
  • Moisés Dias - Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Clarice Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha Saraiva, o compromisso tácito ou escrito, firmado entre o gestor maior e seus auxiliáres direto, para cumprimento de metas, é uma ferramenta utilizada no Planejamento Estratégico, que obedece o ciclo PDCA, e que qulquer gestor mediano, sabe que produz resultado satisfatório. Quanto a sua validade jurpídica, é outra estória. Neste sentido, Maria Sylvia Zanella di Pietro faz excelente comentário sobre o assunto, quando afirma que "esses contratos correspondem, na realidade, quando muito, a termos de compromisso assumidos por dirigentes de órgãos, para lograrem maior autonomia e se obrigarem a cumprir metas".

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • alice veras | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Agora esse blog, que nunca foi uma maravilha pois lhe falta isenção e ética, virou uma guerra de egos de advogados sobre o tal contrato de gestão. Esse ou qualquer outro ato ou contrato partindo de alguem como o Wilson Santos não pode ser sério, e é justamente porque os doutores perdem tempo em medir seus egos a justiça é essa porcaria falida que ai está.

  • Valdir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que pena. Foram poluir a natureza com suas mentes doentias, que até agora só fizeram mal ao povo cuiabano. Quem será que está pagando a estadia ? É governo federal, estadual, municipal... ninguém respeita o dinheiro público. Fazendo festa com o dinheiro dos nossos impostos... não vale justificar o evento dizendo que "estão mapeando os problemas de cuiabá.." Nosso problema é o Wilson Mentiroso dos Santos e seu secretariado demagogo.

  • Luiz Afonso Caputo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A figura jurídica do contrato de gestão na administração pública é uma das coisas mais criticadas e repelidas pela doutrina e jurisprudência especializada.
    Qual o efeito prático dessa espécie de contrato que não poderia ser obtido por ato unilateral?
    Quem escreve sobre o assunto o considera ato inválido, não tendo qualquer valor jurídico por uma série de motivos os quais não caberiam aqui nem discorrer.
    Com certeza, trata-se de mais um ato de marketing de nossos políticos marketeiros, e como sempre, muito mal assessorados.

  • maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    só falta o secretario da sanecap, quem é

  • Heitor de Farias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se não bastasse o irmão do Wilson Santos já estar poluindo o ar de Chapada dos Guimarães, agora ele vem com toda sua gangue para nossa cidade.

  • Wilson Diniz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Wilson Santos, Vc deveria e ouvir quem de faz critica e deixou vc e não aqueles que te dizem amem.

  • Clarice Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Contrato de Gestão previsto no § 8º do art. 37 da Constituição Federal, merece críticas de doutrinadores, quando assinado entre órgãos da administração direta ou indireta. Opiniões há, em defesa da utilização do instituto, com a desconsideração desse nome, por entenderem que de contrato não se trata, por faltarem interesses opostos e exigência de contraprestação. Assim, O Wilson Santos poderia muito bem denominá-lo de acordo de programas para cumprimento de metas, pois o instrumento, independentemente de sua denominação, apresenta resultados satisfatórios.

  • Saraiva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Clarice, como é que é? Não deveria ser chamado de contrato de gestão e sim acordo de cumprimento de metas?
    Esse contrato de gestão que na verdade não é contrato pois não possui efeitos jurídicos nenhum é simplesmente ESCRAXADO pela jurisprudência e pela doutrina especializada.
    Metas Clarice, o bom gestor deve estabelecer desde o primeiro dia de trabalho e com todos os seus auxiliares diretos. E mais, aquele que não as cumpri deve ser simplesmente substituído por pessoas mais competentes e pronto. Não se precisa de contrato para isso.
    A verdade é que nossos governantes se aproveitam da pouca formação da maioria de nossos eleitores para fazer PIROTECNIA.
    Finalmente, com referência ao §8º do Art 37 da CF/88, o qual foi instituído pela Emenda Constitucional n.º 19 sugiro que leia os comentários a respeito de: Dirley da Cunha Junior, Maria Sylvia Zanella Di Pietro, Diógenes Gasparini, Celso Antônio Bandeira de Mello, Fernanda Marinela ou se informe da opinião de alguns ministros do STF.

Podemos se alia à esquerda em Barra

sandro saggin 400 curtinha   O direitista Podemos, comandado no Estado pelo deputado Medeiros, fechou coligação com partidos de extrema esquerda em Barra do Garças, como PC do B, PT e Pros. Sandro Saggin (foto), até então pré-candidato a prefeito pelo Pode, recuou e compôs com o grupo liderado pelo...

Coordenador quer mostrar obras de EP

vanderlucio curtinha   Coordenador da campanha de Emanuel Pinheiro à reeleição, Vanderlúcio Rodrigues (foto) garante que o grupo vai focar na divulgação de propostas e não fará ataques pessoais aos 7 adversários. O ex-secretário de Obras Públicas avalia que o grupo...

Tucano ainda com sequelas da Covid

ricardo saad curtinha 400   O vereador cuiabano e presidente do PSDB na Capital, Ricardo Saad (foto), segue na luta para reverter as sequelas deixadas pela Covid-19. Mesmo Dois meses após ser infectado, diz que 53% do seu pulmão ainda está comprometido e que, por isso, sente muita falta de ar. Candidato à...

Tentando golpe político em Tangará

amauri 400 curtinha   O deputado estadual Paulo Araújo (PP) sofreu uma tentativa de golpe vinda de uma pessoa em quem ele confiava totalmente, o seu ex-assessor Amauri Paulo Cervo (foto). Até há poucos dias, Amauri estava lotado no gabinete do deputado, na AL, quando se licenciou com intenção de concorrer...

Regiões e representantes na disputa

nilson leitao curtinha   A maior parte das regiões está bem representada em relação aos cabeças de chapa que disputarão vaga no Senado. Pelo Nortão e Médio-Norte, encaram às urnas o ex-prefeito de Sinop Nilson Leitão (foto) e o senador tampão Carlos Fávaro (PSD). Na...

Candidatos e definição de suplentes

jos� medeiros curtinha 400   Alguns candidatos ao Senado estão batendo cabeça para compor suas suplências ou reedita-las, como é o caso de José Medeiros (foto), que, na primeira convenção (anulada), havia fechado chapa pura do Podemos com o vice-prefeito de Cuiabá Niuan...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.