Últimas

Terça-Feira, 13 de Novembro de 2007, 22h:28 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EDUCAÇÃO

Prefeito de Livramento contesta matéria da Globo

Carlos Alberto da Costa (PP), prefeito de Nossa Senhora do Livramento   O prefeito de Nossa Senhora do Livramento, Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (PP), se diz revoltado com a reportagem exibida no Fantástico do último domingo, que mostrou um casebre, construído de pau-a-pique e que serve de escola - leia mais aqui. "Há 1,5 km daquela escola (municipal São Benedito) existe outra que possui  estrutura suficiente  para atender os alunos daquela unidade", diz. Para aqueles que consideram a distância longe, o prefeito destaca que a prefeitura desenvolve o programa "Pedalando para o Futuro" que fornece bicicleta para os alunos que comprovam a necessidade de recorrer a esse transporte. "A imagem da escola é aquela mostrada na TV, mas a história não é aquela que a professora contou", reage.

    Ele destaca que conseguiu R$ 140 mil para a construção de outra escola no mesmo local da apresentada pela Rede Globo, por meio do Fundo de Desenvolvimento Nacional da Educação. "Aquela área está em litígio. Está sendo discutido na Justiça se a terra pertence aos quilombolas ou aos fazendeiros", afirma o prefeito, que acabou devolvendo os recursos ao FDNE pois não conseguiu fazer um acordo com a comunidade e os proprietários de terras, já que a escola de pau-a-pique fica na divisa dessa área.

  Nezinho diz que reconhece o erro ao permitir que a escola funcionasse daquela maneira por questões culturais. "Não queríamos ter que obrigar crianças a ter que ir para outra escola", enfatiza. Segundo ele, há uma rixa entre os moradores da região. "Eles vivem em discussão por disputa de liderança. Então vêem problema em estudar na outra escola", disse. Nezinho enfatiza que a distância de 1,5 km é relativamente curta. "Em Livramento, onde 72% da população moram na zona rural, é relevante dizer que 1,5 km é perto".

    A escola será mantida em funcionamento no mesmo local até o final do período letivo. Mas, de acordo com Nezinho, no início do próximo ano firmará um convênio com a secretaria estadual de Educação, para que esses alunos estudem na escola estadual Rosa de Jesus. "Agora não tem como construir uma escola no mesmo local, eu já tentei outra vez. Enquanto não terminar essa briga de posse de terra não adianta tentar construir", completa. O prefeito ficou enfurecido com a entrevista da professora Gonçalina de Almeida ao Fantástico. Ela reclamou da falta de estrutura. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    POLLYANA, SUGIRO QUE VC FAÇA UMA MATÉRIA COM A PROFESSORA ROSANEIDE/ SEDUC,
    SOBRE A ESCOLA ROSA DOMINGAS DE JESUS( A ESCOLA ESTÁ SENDO ESTADUALIZADA E É PROXIMA DESTA APÓNTADA PELA REPORTAGEM.

    PARABENS PELO SEU TRABALHO.
    CIDA CORTEZ

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    FOI FEITA UMA MATÉRIA SOBRE A IDA DE ELISMAR BEZERRA P/ A SEC. DE TRANSPORTE - INFELIZMENTE SAIU DO AR E PRECISO DELA E DOS COMENTÁRIOS.ESPERO RECEBE-LA. OBRIGADA

  • Regis Rodrigues Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    Se o Prefeito acha que foi injustiçado com a reportagem da Globo, ele pode muito bem contraditá-la mostrando que a reportagem foi feita incorreta e mostrar o que acha que é o correto.
    Indignar-se perante jornais sem nada provar é apenas encenação que não leva a nada.

  • Francisco Monteiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Conheço bem de perto a realidade daquela comunidadse, sou conhecedor da existência de unidade escolar naquela localidade, sei do projeto do atual mandatário "pedalandao para o futuro" e repudio veementemente atitude da Rede Globo em denegrir a imagem de um dos municípios tradicionais do Estado que muito já contribuiu para a prosperidade e o desenvolvimento desta Nação. Apoio o Prefeito Nézinho, pois mesmo que ele quissese não poderia construir em área de litígio, sob pena de ter que responder por crime de improbidade administrativa, em razão da falta da documentação do imóvel. Sou testemunha do bom trabalho que vem realizando, principalmente, na área da educação e não concordo com esta atidude, da qual não conheço a verdadeira intenção. Como diz a Biblia "descobrireis a verdade e a verdade vos libertará".

  • Alcantara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E IMPRESSIONANTE A JUSTIFICATIVA DOS GOVERNANTES A NIVEL ESTADUAL E MUNICIPAL APOS A AMOSTRA A NIVEL NACIONAL DOS ABSURDOS NA GESTAO DOS MESMOS. QUEM ESTA ERRADO E O ALUNO, SO FALTA ELES DIZEREM ISTO. A QUE PONTO CHEGAMOS MEU DEUS, E O CUMULO...........

  • Débora | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É engraçado quando a inoperância dos gestores de MT ganham proporções nacionais eles nunca querem reconhecer a sua parcela de culpa. Eu duvido se este prefeito anda todo o dia 1,5km se não for de carro. É fácil mandar os estudantes andar para estudar do que investir na escola do quilombo. Aliás, reconhecido pelo Governo Federal.
    Quanto ao Alexandre César, o que se pode dizer de um político que falava mal do Maggi e hoje é o vice-líder na AL.
    O ensino daqui é péssimo e a maioria dos estudantes das escolas públicas de MT são uns analfabetos funcionais. Qual a mentira disso?

  • Maria José Santos Moura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Coitada da professora! Sobrou para ela.
    O prefeito ficou revoltado com o depoimento da professora, mas, pelo visto, nem um pouco com as condições que o poder público oferece às crianças.
    Sugiro que ele mude o nome. Ao invés de Carlos Roberto DA Costa, que tal Carlos Roberto DE Costa... para os problemas?

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...