Últimas

Quarta-Feira, 22 de Julho de 2009, 17h:46 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

São José do Rio Claro

Prefeito deve pagar multa de R$ 53 mil por propaganda

   O Tribunal Regional Eleitoral decidiu manter a sentença de primeira instância que multou em R$ 53 mil o prefeito reeleito de São José do Rio Claro, Massao Paulo Watanabe (PR), além de Julieta Benedita dos Santos, Marcos Antônio Puntel e Antônia da Silva. Eles são acusados de propaganda extemporânea no ano passado, conforme acusou o Ministério Público.

   Em sua defesa, tanto o prefeito quanto os demais acusados alegaram que a propaganda tinha cunho institucional, já que não fez menção ao pleito de 2008 e nem ao nome do republicano. Ainda segundo eles, a mesma foi veiculada em 27 de fevereiro de 2008, não possuindo potencialidade lesiva. Eles ainda alegam que a matéria veiculada seria uma bonificação da TV ao município, em decorrência do contrato efetivado para a divulgação dos atos do governo municipal.

   O juiz-relator do processo, Yale Sabo Mendes, entendeu que a propaganda tinha o propósito de influenciar os eleitores. Segundo o magistrado, nesse aspecto a propaganda eleitoral extemporânea se configura não havendo necessidade de menção expressa sobre o cargo pleiteado, número e partido político, bastando apenas a citação do nome do beneficiário, nesse caso o prefeito, posto que a logomarca do seu governo constava no final da propaganda tida como institucional.

   O relator ainda alega que ficou demonstrado o prévio conhecimento do prefeito, pois ele foi o beneficiário direto da divulgação. “Não se nega que toda matéria contida na propaganda contém remissão sobre fatos que importam em manifestação de cunho eleitoral. Basta analisar os termos que fazem referência à atuação política do governo Municipal. Portanto, é indiscutível o acerto da sentença que condenou os recorrentes ao pagamento de multa pela divulgação de propaganda eleitoral extemporânea”, diz Yale em seu voto.
 
   O desembargador Rui Ramos e as juízas Maria Abadia Aguiar e Adverci Rates Mendes acompanharam o voto do relator. Já o juiz Renato Vianna votou pelo provimento do recurso. (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • renato | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse juizzzz...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...