Últimas

Sábado, 18 de Agosto de 2007, 09h:34 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

RONDONÓPOLIS

Prefeito é condenado como litigante de má-fé

   O empresário e prefeito de Rondonópolis (a 210 km ao Sul de Cuiabá), Adilton Sachetti (PR), um dos grandes produtores do Estado, ingressou com um pedido de Exceção de Pré-Executividade, teve o pedido indeferido e, para piorar sua situação, foi condenado como litigante de má-fé. No embate jurídico, venceu a empresa Sipcam Agro S/A, contra a qual Sachetti moveu a ação no ano passado alegando ser credor. O juiz Luiz Antonio Sari, titular da 1ª Vara Cível, determinou que Sachetti pague à empresa o correspondente a 1% do valor da causa, a título de litigante de má-fé.

   Sachetti acionou a Sipcam, alegando ser credor de Cédula de Produto Rural (CPR), portanto, título hábil a embasar processo executivo. "O requerente (...), após exaustivo requerimento, procura de todas as formas desmerecer o título de crédito, dizendo que a CPR teve sua finalidade legal totalmente desvirtuada. (...) Ora, os argumentos trazidos à liça pelo requerente não tem pertinência e totalmente alheios ao desate da questão, por isso, devem ser repelidos de plano e, em sendo assim só há um caminho a ser trilhado, qual seja, o indeferimento da pretensão", setencia o juiz Luiz Sari.

    Ele determina, então, que Adilton Sachetti efetue o pagamento do percentual de 1% do valor da causa, a título de litigante de má-fé. O magistrado entendeu que o empresário e prefeito "se debruçou em pretensão ou defesa contra fato incontroverso, alterou a verdade dos fatos ao dizer que o título não se presta ao fim colimado, eis que o mesmo é evidentemente inexigível".

   Clique aqui e confira o teor da condenação imposta a Sachetti.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Guilherme Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    NOTA 10 para o faro jornalístico do RDnews em detectar o fato e transforma-lo em notícia, já que o personagem central é um gestor público importante. Demonstra independência ao publicá-lo já que é notícia de interesse público. NOTA Três para o texto da notícia porque, apesar de não apresentar falhas ortográficas, exagera nas entre-aspas, com expressões jurídicas de difícil entendimento. O modelo aplicado atropelou a concisão, tornou o texto quase inelegível, na contra-mão do recomendável, principalmente por tratar-se de um material de notícia on-line.

Comitê chama órgãos fiscalizadores

emanuel pinheiro 400 curtinha   Para colocar fim às críticas sobre suposta falta de transparência na aplicação dos recursos transferidos a Cuiabá pelo governo federal com vistas ao enfrentamento à pandemia, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) determinou que seu secretário de Saúde, Luiz...

PT sob risco de não eleger ninguém

marcos viana 400 curtinha   Mesmo tendo cabeça de chapa para prefeito, no caso o ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva, o PT dificilmente elege um vereador em Cuiabá no pleito deste ano. A chapa de pré-candidatos proporcionais é fraquíssima. O "grande" nome do partido é da professora Edna...

Único da família Oliveira pra vereador

luluca 400 curtinha   Na queda-de-braço entre irmãos, venceu, por enquanto, Luiz Arthur Oliveira Ribeiro, o Luluca (foto), que será candidato a vereador pelo MDB em Cuiabá, carregando o espólio político da família Oliveira. Irmão de Luluca, o ex-vereador Leonardo Oliveira, que procurou e...

2 nomes do DEM avaliam desistência

ivan evangelista 400 curtinha   A chapa de pré-candidatos do DEM a vereador pela Capital corre risco de sofrer duas baixas consideráveis. Os ex-vereadores Ivan Evangelista (foto), que atuou na Câmara por 13 anos, e Leonardo Oliveira, por dois mandatos, podem vir a desistir do teste das urnas. Mas, por enqanto, ambos garantem...

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.