Últimas

Domingo, 21 de Dezembro de 2008, 12h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

ITAÚBA

Prefeito é diplomado, foge da PF e já obtém HC

  O prefeito reeleito de Itaúba (a 600 km ao Norte de Cuiabá), Raimundo Zanon (PP) passou apurado nos últimos dias. Ele foi diplomado na quarta à noite, enquanto a Polícia Federal estava a sua procura para prendê-lo. Dono de um imóvel desapropriado pelo Incra, Zanon foi um dos que tiveram a prisão preventiva decretada pelo juiz federal Julier Sebastião da Silva, da Comarca de Cuiabá, por envolvimento em esquemas de fraudes.

  Depois da diplomação, o prefeito nem comemorou a conquista do "passaporte" que lhe dá o direito a exercer novo mandato. Ele preferiu "sumir no mundo" para não ser localizado pela PF. Neste sábado à noite, Raimundo Zanon respirou aliviado. Acontece que a liminar concedida aos 14 pedidos de habeas corpus pelo plantonista, desembargador Olinto Herculano de Menezes, corregedor-geral do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, foi extensiva também ao prefeito diplomado. Assim, por enquanto, o progressista não corre risco de ir para a cadeia.

   Raimundo Zanon teve 1.845 votos do pleito de 5 de outubro, suficientes para se reeleger. Ele venceu nas urnas Valdir Donato (PV), que teve 699 votos, enquanto Antonio Roberto Garcia Júnior (PR) acabou excluído da disputa já na reta final da campanha. Catarinense de Videira e pecuarista, Zanon reúne um patrimônio declarado de R$ 3,9 milhões. Entre seus bens estão a fazenda Juvima, em Itaúba, avaliada em R$ 2 milhões, o Zanon Palace Hotel, também no município, além de veículos e casas em Itaúba, Sinop e Sorriso.

Servidores do Incra deixam a cadeia na madrugada

   Os servidores do Incra-MT que estavam presos na Polinter em Cuiabá há dois dias ganharam a liberdade neste domingo, às 4h. Entre eles estão João Bosco de Morais, que acabou exonerado da superintendência regional do órgão, o adjunto Sebastião Pereira Cajango e os procuradores Anildo Brás do Rosário e Antonio Reginaldo Galdino.

   Em seu despacho, o desembargador Olinto Menezes determina a liberdade imediata dos presos e lembra que seus nomes constam da mídia, "(...) sempre na técnica de submeter as pessoas, antes de um julgamento justo, à execração pública". Em seguida, o magistrado cutuca a decisão do juiz Julier, ao afirmar que: "Impõe-se o cumprimento da Constituição, sob cuja luz ninguém pode ser privado da sua liberdade senão segundo o devido processo legal. Quando o Judiciário, em face de uma violação dos direitos fundamentais, não atua de forma eficaz, torna-se um violador desses direitos, como tem proclamado repetidamente a Corte Constitucional tedesca".

   Segundo os seis processos sustentados pelo Ministério Público Federal e que resultaram nas prisões, esses servidores do Incra teriam cometido fraudes e, por isso, respondem pelos crimes de obtenção de vantagem indevida, estelionato e formação de quadrilha. O Incra pagou entre 2004 e 2005 R$ 14,7 milhões pela desapropriação de 7 mil ha de terras supostamente pertencentes a particulares e, segundo o Incra, improdutivas e viáveis à reforma agrária. Em verdade, segundo o MPF, tratavam-se de áreas devolutas pertencentes ao Estado de MT e/ou à União que foram adquiridas ilegalmente.

Acusados que obtiveram habeas corpus
Joaquim Cristovão
Ana Carmem Viana Vidal
Antônio Reginaldo Galdino Delgado
Sebastião Pereira Cajango
Marco Antônio Rocha e Silva
Manoel Joaquim da Silva Filho
João Bosco de Morais
Palmério Paula Assunção
Laide Afonso
Djalma Rodrigues Porto
Raimundo Zanon
Antônio Cleto Silveira
Maércio Bomsenhor
Augusto Bomsenhor

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • nelson | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é por isso que os corruptos do brasil não querem mudar o nosso codigo penal, e o povo que se f....

  • Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    justiça partidária é triste

  • Paulo Roberto de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Paulo Roberto de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Porque será que a Justiça é ágil para soltar corruptos??
    Porque$$$$$$$ Pronto, está refeito meu comentário.....Será
    que agora publicam?? Acho que esse(a) revisor de comentário
    do rdnews um vacilão......

  • Francisca Miranda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ainda bem que existe Tribunal Superior e nele pessoas aptas e justa, capazes de desfazer injustiças cometidas com inocentes. Parabéns a Justiça Superior Nacional.

  • Paulo Roberto de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa Sra. Francisca Miranda, deve ser parente de um dos 14
    corruptos presos....Só pode.....

  • sebastião josé de souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A policia Federal tem prestado um grande serviço a nação, através das conhecidas operações, a Justiça federal aqui em Mato também, este ultimo episodio que envolve o Incra - MT, já estava passando da hora e muitos ainda estão lá, não quero fazer juizo, mas basta o cidadão necessitar de serviços que vai perceber que ali as coisas só funcionam através do esquema, parabéns a Justiça federal.

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...