Últimas

Quarta-Feira, 10 de Janeiro de 2007, 02h:39 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Prefeito eleva tarifa para R$ 2,05 a partir de domingo

 

       Wilson Santos, que tenta superar o desgaste em alguns setores como saúde e infra-estrutura, agora cria mais uma situação que puxará para baixo o seu governo. Nesta quinta, o prefeito publica um decreto que eleva em 11% o preço da tarifa do transporte coletivo municipal, de R$ 1,85 para R$ 2,05. O novo valor entra em vigor a partir da zero hora de domingo (14), afetando diretamente o bolso de aproximadamente 300 mil usuários que utilizam diariamente as empresas que operam o sistema.

      A assessoria do prefeito logo se apressou em apresentar as razões para o aumento. Argumenta que o conselho municipal de transporte, composto por 16 entidades, sugeriu reajuste para R$ 2,11, com base na planilha de custos da tarifa técnica do transporte coletivo.  "Nenhum aumento de tarifa é bom para usuários. Agora, o prefeito chegou ao menor valor possível", afirma o secretário de Governo, Dilemário Alencar. Ele observa que, numa espécie de compensação, a prefeitura vai implantar a tarifa social. Dessa forma, usuários só pagarão 50% do valor da passagem nos feriados oficiais. Argumenta também que será exigido das empresas responsabilidade social na reforma e construção de mais de 300 abrigos nos pontos de ônibus e renovação da frota.

     "Em 2006 foram entregues à população mais de 100 novos ônibus, alguns com ar condicionado", diz Dilemário. Segundo ele, mesmo a R$ 2,05, a tarifa não ficará entre as mais caras do país. Comenta que em Campo Grande (MS) e em Campinas (SP), o valor está em R$ 2,50, enquanto em São Paulo é R$ 2,30 e, em Guarulhos (SP),R$ 2,25.

     Dilemário Alencar observa que o aumento da tarifa levou em consideração vários fatores. Destaca que a tabela de custo é feita, por exemplo, sobre os custos variáveis (combustível, lubrificante, peças e pneus) e considera também os custos fixos (despesas com pessoal e administrativas e depreciação do bem).

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

IFMT e jogos de azar em campeonato

ivo da silva 400 curtinha   O professor Ivo da Silva (foto), que integra a Diretoria de Ensino do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de MT (IFMT), com sede em Cuiabá, apresentou um requerimento ao reitor Willian de Paula, solicitando que sejam suspensas todas as modalidades esportivas correlatas ao...

5 empresas de ônibus estão na disputa

Cinco empresas concorrem à milionária licitação do transporte coletivo de Cuiabá, que será feita em três etapas. Entregaram a documentação nesta sexta à Comissão de Licitação. São elas:  Integração Transporte LTDA; Caribus Transportes e Serviços LTDA; Rápido Cuiabá Transporte Urbano LTDA; Viação Paraense LTDA e Pantanal Transporte...

Nildo deixa Gefron e assume Cáceres

 Jos� Nildo Silva   O coronel José Nildo Silva (foto) deixa o comando do Gefron, responsável pelas ações de combate aos crimes na fronteira, especialmente tráfico de drogas, para assumir o 6º Comando Regional de Cáceres. Antes, Nildo também liderou o Bope, tropa de elite da...

Vereador ganha mais que o prefeito

emanuel pinheiro 400 curtinha   Vereadores estão sendo pressionados por sindicatos de servidores da Capital para levar a Câmara Municipal a elaborar e aprovar uma lei, aumentando o salário do prefeito Emanuel (foto) para, a partir dessa elevação do teto, beneficiar também diversas categorias. Nessa...

MT cria delegacia contra à corrupção

O governador Mauro Mendes (DEM), atendendo exigência do ministério da Justiça e Segurança Pública, sob Sérgio Moro, determinou a criação da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (DECCOR). A medida visa ter acesso aos recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública. No decreto, fica estabelecido que a DECCOR será conduzida por um delegado da classe especial e que será subordinada...

Vereador terá de devolver R$ 106 mil

justino malheiros 400 curtinha   Justino Malheiros (foto), que está licenciado da Câmara de Cuiabá para tratamento de saúde, terá de restituir R$ 106,6 mil aos cofres públicos juntamente com a empresa Votech Tecnologia em Votação Eireli. E o valor deve ser corrigido monetariamente pelo IPCA...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.