Últimas

Domingo, 07 de Janeiro de 2007, 11h:51 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

VARIEDADES

Prefeito enfrenta protesto; Hélio lembra sanguessugas

    O prefeito cuiabano Wilson Santos, que participou da 23ª Corrida de Reis nesta manhã de domingo (7),  enfrentou protesto de um grupo de 10 pessoas. Elas gritavam "não à concessão da Sanecap" e seguravam faixas com frases de efeito contra o projeto do prefeito de transferir para a iniciativa privada, por 30 anos, os serviços de saneamento.

     Santos encarou os xingamentos com naturalidade. Ele conseguiu correr por hora. Enquanto isso, o prefeito da vizinha Várzea Grande, Murilo Domingos, acompanhou, do palco, a largada da corrida, organizada pela TV Centro América (afiliada da Rede Globo). Outro que também protestou foi o sociólogo Hélio Silva (PPS), o Papa Corrupto, candidato derrotado a deputado federal. Em sinal de protesto contra a corrupção na política, ele fixou quatro bonecos em postes nos trechos que fizeram parte do itinerário da corrida - um próximo ao aeroporto Marechal Rondon, um na ponte entre VG e Cuiabá, outro na região da Prainha e um na avenida Mato Grosso. Os bonecos com corda no pescoço, simbolizando enforcamento, foram identificados como 'doutor sanguessuga' e 'doutor mensalão'. "Resolvi fazer esse tipo de protesto para despertar o censo crítico da popular. É preciso reação e mobiização popular contra tanta corrupção", conclamou Hélio.

     Vencedores

     Cerca de 6 mil pessoas participaram da 23ª Corrida de Reis. Os campeões foram Clodoaldo Gomes da Silva e Lucélia de Oliveira Peres. Cada um ganhou um veículo zero km.  Ambos acumulam outros títulos. Clodoaldo foi o segundo colocado na São Silvestre e, Lucélia, a campeã. Em terceiro lugar na corrida de Reis ficou Paulo Alves dos Santos, mesma posição obtida na corrida paulista. O queniano Mathew Kiptoo Cheboi foi o quatro, seguido do também queniano Kosgei Kenneth Kiplimo. O atleta Adirson de Castro foi o vencedor da categoria para deficientes visuais, seguido de Nelson Ned Trajano, que ficou em segundo.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Lei em Cuiabá veta cortar luz e telefone

misael galvao 400 curtinha   Seguindo exemplo de outros municípios, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), rejeitou veto do prefeito Emanuel e promulgou uma lei, que proíbe empresas de gás e concessionárias de serviço público de energia elétrica, no caso a Energisa,...

Visita a todos setores e agradecimento

domingos neto tce 400 curtinha   Numa demonstração de humildade e respeito aos servidores, o presidente do TCE Domingos Neto visitou nesta 4ª todo os setores do Tribunal para agradecer pessoalmente o esforço, dedicação e a contribuição de cada colaborador para que sua gestão do...

Equipe, foco e elogios ao governador

mauro carvalho 400 curtinha   Mauro Carvalho (foto), o número 2 do Palácio Paiaguás, faz questão de destacar que o governador Mauro Mendes está fechando o 1º ano de mandato sem promover uma única mudança no quadro dos 16 secretários, incluindo os que comandam a CGE e PGE. Entende isso...

Até Galvan quer o Senado pelo agro

antonio galvan 400 curtinha   A eleição suplementar ao Senado para início de 2020 começa a despertar interesse de diferentes setores. Só dos chamados representantes do agronegócio são pelo menos quatro possíveis candidatos. Até Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja Mato...

Sem elo com a servidora denunciante

abilio 400 curtinha   Sob investigação da Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá por causa de reincidentes casos de quebra de decoro, Abílio Brunini (foto), em nota, contesta o colega Juca do Guaraná, que divulgou imagens e afirmou que o vereador do PSC esteve no Hospital São Benedito e...

Goleada na cassação no TRE e no TSE

edson fachin 400 curtinha   No TRE-MT, em abril, a juíza aposentada e senadora Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, teve o mandato cassado por unanimidade. No julgamento do recurso da parlamentar no TSE, nesta terça, o placar também foi "elástico": 6 a 1. Somente o ministro Edson Fachin (foto) votou acatando o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.