Últimas

Terça-Feira, 08 de Setembro de 2009, 12h:46 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

PALÁCIO ALENCASTRO

Prefeito ignora caos na saúde e joga culpa em médicos

   Apesar do caos na saúde pública de Cuiabá, o prefeito Wilson Santos (PSDB) não demonstra preocupação com a possibilidade dos médicos pedirem demissão em massa. Nesta segunda (7), no desfile cívico-militar em comemoração à Independência do Brasil, o tucano chegou a dizer que a falta de médicos vai readequar o atendimento no Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá. “Estamos chegando próximo do ideal. A população finalmente vai passar a procurar as policlínicas e deixar o Pronto Socorro apenas para casos de urgência e emergência. Depois da reforma, só vai entrar na unidade quem chegar de ambulância”, afirmou.

   Na avaliação do prefeito, os médicos precisam se preocupar mais com a população, pois estão com os salários em dia. “Quando assumi, eles ganhavam menos e estavam há três meses com salários atrasados. Agora, 60% da população é atendida pelo Programa Saúde da Família”. De acordo com o prefeito, em 2005 os médicos das policlínicas e do Pronto Socorro recebiam, respectivamente, R$ 1,2 mil e R$ 2,4 mil. “Em 2009, os salários chegaram a R$ 3,8 mil para os dois grupos”, apontou.

   Segundo o prefeito, o município não tem condições de reajustar os salários. “Os médicos esquecem que entre eles e o prefeito tem a população”. Ele aproveitou para cobrar do governo do Estado a construção de um hospital regional em Cuiabá. “Cuiabá é a única capital do país a arcar com o atendimento de todo um Estado. Precisamos do Hospital Regional para desafogar o atendimento no Pronto Socorro”.

   Nesta quarta (3), Santos entrega aos médicos um ofício em resposta as 14 reivindicações da categoria. Pela noite, o Sindmed realiza uma assembleia geral para definir se concede a Santos um prazo de 15 dias para que a prefeitura faça um estudo sobre a situação do atendimento público em Cuiabá. (Andréa Haddad e Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (23)

  • TIMONEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • mauro marcio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    olha so rdnews eu acho o seguinte o nosso prefeito esta mais preocupado em aparecer na midia do que resolver daqui a pouco ele wilson santos vai pedir para execito tambem vir ajudar a nossa cidada convocando os medico do exercito para dar plantao la no ponto socorro de cuiaba mais acho como o nosso execito age vamos esperar so no ano quem vem 2010 para atender a nossa população por na obra do pac foi assim espera cuiaba ate o ano quem vem se nao morrer ate la

  • Guilherme | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Amigo B. SOUSA.....se o EUCLIDES Continuasse naquele pronto socorro, uma coisa eu tinha certeza, ele tinha colocado a coisa no eixo, pois ele tinha o apoio da população, dos vereadores, da inprensa, da maioria dos funcionarios e da maioria dos médicos, ou seja da maioria dos proficionais da saude, tinha sim uma minuria contra. Euclides jogou duro contra a máfia do rx, máfia do gesso, máfia do ponto, máfia da regulação, máfia do atendimento, etc. Agora eu pergunto de lá para cá acabou essas máfias

  • solange | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É chato , mas tem que se esclarecer a verdade , se não roubasse tanto esses políticos tinha dinheiro para tudo: investir na saúde, aumentar salàrio, melhorar a educação e muito mais,´só que esses políticos apenas estão no poder para benefício próprio , ou seja para meterem a mão no dinheiro que era para ser revertido em prol do povo.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Até quando o alcaide mor de Cuiabá vai estar sempre colocando a culpa em alguém ou em alguma categoria pela sua irresponsábilidade e incompetencia administrativa.


    Ps. De tanto que falou mal da péssima gestão frança, que ficou pior.

    acorda Pinoquio.

  • jão cururu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Em materia de secretário o WC está bem assesorado na saúde cabeção, na educação o barbudo, no transito o bigode com esse time não tem quem aguente. chuppa essa manga galinho

  • cida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    isso tudo e pq vcs não sabe o que acontece em campo verde mt. isso sim é um deus nos acuda, aqui acontece coisas absurdas , mais
    o prefeito é amigo do homem . então ninguem ve ninguem sabe de nada , e o povo morrendo

  • Ana Maria Correa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A população deveria fazer essa manifestação no Sindicato dos Médicos e no CRM. Deveria encurralar esses médicos que estão encabeçando este movimento com interesses próprios. Porque estes mesmos médicos não se manifestaram no período dos anos de 2005 a 2007, época em que a saúde pública vivenciou seu pior período: Não havia avanços em nada, mas os médicos recebiam o seu salário e deixava o povo a ver navios. Os conselhos gestores também deveriam ter se posicionado. Ninguém falou nada, quando a saúde pública foi entregue ao sec. Luiz Soares com 16 milhões de dívidas, contraidas inicialmente, na gestão de Araí Fonseca e finalizadas na Gestão de Guilherme Maluf. Não vi uma viva alma se manifestar sobre este assunto....... Os mesmos médicos que estão se manifestando, também são funcionários da Prefeitura de Várzea Grande, que hoje tem uma das piores saúde pública do estado, a atenção básica é inexpressiva, a atenção secundária inexiste, etc... Vg é um cais, mas os médicos e o sindicato acham isso normal, sabe porque ?? Porque recebem seus salários integralmente, mesmo faltando ao serviço e fazem o que querem, porém a população sofrida não tem a quem recorrer. Acho importante a manifestação popular, porém com foco no problema principal, que no caso de cuiabá, o problema principal são os dirigentes do SINDIMED que estão querendo benesses. A população deve sim encurralar o pessoal do sindimed, se manifestar dentro do sindicato, dentro da casa do presidente do sindimed, etc...... avançar sim, mas para cima desses medicos que são mercenários.... Vão até o posto de saúde do CPA 4 e perguntem para a população como o Dr. Alvarenga atende as pessoas humildes ? Conheçam in loco quem é o Dr. Alvarenga e se ele gosta de trabalhar, se não falta ao serviço, qual é a produtividade dele com relação aos outros médicos da mesma especialidade, etc... Moradores, se unam, cobre providências para acabar essa baderna, mas cobrem, principalmente do Dr. Alvarenga do Sindicato e Dra. Eliana, façam manifestação dentro do Sindicato e se for preciso em frente à casa deles........

  • lindolfo do coité | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O PROBLEMA DOPS É DE GESTÃO
    EXISTE DINHEIRO, EXISTE MEDICOS
    PACIENTES E TUDO O MAIS.
    SÓ FALTA GESTÃO COM DIALOGO,
    COM COMPETENCIA E SERENIDADE.
    A GESTÃO TEMQUE SER MACRA E NÃO MICRA.
    VCS ACHAM NORMAL UM SECRETARIO IR
    AS 3 HORAS DA MANHÃ NUM PS OU
    POLICLINICA PARA VERFICAR QUEM TRABALHA
    OU DORME? ENTRA METENDO O PE NA PORTA?
    DESTRATANDO A TODOS NO CORREDOR?
    NA FRENTE DE OUTRAS PESSOAS ALHEIAS
    AO SERVIÇO?
    HORA ACONTECENTENDO QUALQUER DESAVENÇA,TEMOS ADVERTENCIA POR ESCRITO, ABERTURA DE SINDICANCIA,AFASTAMENTO TEMPORARIO E ATÉ DEMISSÃO,TUDO DENTRO DA LEI.
    NÃO PODE É TERMOS UM SECRETÁRIO ACIMA DA LEI.
    ACORDE PREFEITO, TEMOS PESSOAS BOA ,COM QUALIDADE E COM COMPETENCIA PARA GESTÃO NO PS...

  • VALDIR | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PORQUE ESSES MÉDICOS NÃO REIVINDICAM E ORGANIZAM UM MOVIMENTO PARA O GOVERNO DO ESTADO CONCLUIR O HOSPITAL CENTRAL E COBRAR DO GOVERNO FEDERAL UM HOSPITAL E PRONTO SOCORRO PARA CUIABÁ ???? SABE PORQUE ? ESSES MÉDICOS SÓ PENSAM NELES E O POVO QUE SOFRAM.... SE ESSES MÉDICOS TIVESSEM UMA VISÃO MAIS AMPLA, E SE MANIFESTASSEM PARA A CONSTRUÇÃO DOS HOSPITAIS ACIMA CITADOS, DIMINUIRIA A SUPERLOTAÇÃO DO PRONTO SOCORRO, ABRIRIA MAIS POSTOS DE TRABALHOS PARA OS MÉDICOS, TERIAM PLANTÕES MENOS ESTRESSANTES, MAS NA VERDADE O NEGÓCIO DO MÉDICO É SÓ DINHEIRO............ PORQUE O SINDIMED NÃO SE MANIFESTOU E NÃO SE MANIFESTA CONTRA A COMPRA DE HOSPITAIS PELO GOVERNO DE MT, E OS MANTÉM FECHADOS ??? EX. HOSPITAL MODELO, HOSPITAL SÃO THOMÉ, HOSPITAL DAS CLÍNICAS....... ISSO SIM É MÁ GESTÃO, MAS NINGUÉM FALA NADA. ONDE ESTÁ NESTA HORA A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA, A CÂMARA DOS VEREADORES, O CRM, O SINDIMED, O MP, O TJ, O TCE ????? PORQUE NINGUÉM SE MANISFESTA ???? HÁ ALGO DE ERRADO NO AR... VAMOS AGUARDAR O TEMPO NOS DIRÁ.........

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...