Últimas

Sábado, 21 de Junho de 2008, 09h:32 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

VÁRZEA GRANDE

Prefeito se empolga com 1º restaurante popular


Murilo aproveita e almoça de graça no restaurante popular

  Em ritmo de pré-campanha à reeleição, o prefeito várzea-grandense Murilo Domingos (PR) inaugurou na sexta o primeiro restaurante popular municipalizado de Mato Grosso. Depois da solenidade, que motivou a presença de políticos como o deputado federal Wellington Fagundes (PR), a senadora Serys Marly (PT), vereadores e alguns pré-candidatos ao pleito deste ano, Murilo ainda entrou na fila para almoçar de graça. Fátima Cassanti, coordenadora-geral de Promoção do Programa de Alimentação e Nutrição do Ministério do Desenvolvimento Social, também prestigiou o ato.

    “Somos aqui hoje pessoas de partidos políticos diferentes mostrando à população que estamos consolidando o tempo das políticas públicas, acima de qualquer outro interesse”, disse Fátima, ao lembrar orientação dada pelo presidente Lula de consolidar e ampliar parcerias com governos municipais e estaduais para a entrega de obras como os restaurantes populares.

    Ela classificou de responsável e corajoso a decisão de Murilo de assumir o projeto do restaurante popular, "um equipamento público tão difícil de manter, mas com benefícios sociais imensos". “Ele (Murilo) vem fazendo sim um árduo trabalho, pois venceu a primeira etapa que foi a dificuldade em conseguir os recursos para construção da obra e por segundo adquiriu um equipamento público para o povo".

   Com cerca de 25 funcionários, o restaurante, instalado ao lado do ginário Fiotão, passa a fornecer até mil refeições diárias, ao custo de R$ 3, sendo R$ 1 pago pelo trabalhador e R$ 2 "bancado" pelo município.

  O projeto se consolidou a partir de uma emenda de R$ 700 mil junto ao Orçamento Geral da União do deputado Fagundes. Segundo ele, além da refeição acessível aos menos favorecidos, o restaurante popular fomentará projetos de hortas comunitárias em comunidades rurais e escolas, com subsídios para a produção. A petista Serys rasgou elogios ao prefeito, para quem assumiu um projeto social "tão importante para a sociedade".

  Murilo Domingos diz que a obra foi uma reivindicação dos deputados Fagundes e Carlos Abicalil, além de Serys. Aproveitou para auto-elogiar sua administração. "Preparamos a prefeitura para receber obras como essa, tanto para mantermos ela quanto para contrairmos dívidas para executá-las. Várzea Grande é hoje referência nos programas de assistência social: tínhamos cinco programas e hoje são 30". Só faltou pedir voto para a reeleição.


Em inauguração, prefeito Murilo faz propaganda da gestão
Fotos: Robson Silva

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Maria Auxiliadora | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    vamos lá ressuscita Murilo ainda há tempo. Abra o cofr e chama o povo que elesvirão..Afaste teu irmão do processo monte uma mega estrutura de campanha e vá a luta.

  • marcelo arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Inauguração com a presença de autoridades do tamanho do prestigio de Murilo Domingos, ou seja, ninguem de expressão, nem ministro conforme havia sido anunciado, nem governador Blairo Maggi, nem Luiz Antonio Pagot.
    Foi a largada da campanha de reeleição de Murilo. Quer dizer, todo o PR regional já largou o prefeito a sua própria sorte.
    A candidatura de Murilo é só pra cumprir tabela.
    Em VG tá tudo acertado.
    Assinado Marcelo Arruda.

  • Fabio Lemos Cerqueira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Murilo Domingos ou Dormindo como gosta de dizer a oposição, trabalhou muito sim, seja dormindo ou nao!!
    O unico problema dele é que não gastou com mídia nem 1/3 do que Jaime Campos gastava com publicidade.
    Enquanto Jaime gastava uma fortuna para inaugurar 200 metros de rua, Murilo prefere ficar calado e investir o dinheiro de midia em prol da sociedade.
    é uma pena que algumas pessoas preferem barulho do que trabalho...

  • RODRIGO SERAFIN | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSE RESTAURANTE POPULAR É PRA INGLES VE,E PARA ACABAR COM OS PEQUENOS RESTAURANTES QUE VIVE DE VENDER UNS PF AI POR DIA, E TEM MAIS É SINONIMO DE POBREZA DA CIDADE DE VARZEA GRANDE, VAI ATENDER MEIA DUZIA DE TRABALHADORES, NO FINAL DO MÊS VÃO FALAR QUE SERVIU 30 MIL REFEIÇÕES COMO A PREFEITURA ENTRA COM 2,O0 REAIS POR REFEIÇÃO VEJA SÓ COMO VAI SOBRAR E AINDA A CASA DOMINGOS VAI VENDER MAIS ETA JOÃO SÓ, VAI NADAR DE BRAÇADA, VEJA SÓ SE AS PREFEITURAS SERIAS ACEITARAM ESSE ENGODO, O POVO QUER E EMPREGO E RENDA PARA FAZER SUA PROPRIA COMIDA, DE ADIANTA O PAI COMO E OS FILHOS PASSA FOME, ESSE RESTAURANTE JÁ PROVOU QUE É A MAIOR FRIA, ATE DEZEMBRO VCS VÃO VER SER VAI TER COMIDA, E SO ATE A ELEIÇÃO

  • SERGIO LUIS MOREIRA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OLHA ESSE RESTAURANTE POPULAR, VAI SER IGUAL A FARMACIA DAQUI UNS DIAS, POIS A TAL FARMACIA POPULAR CADA DIA FALTA UM TIPO DE REMEDIO, HORA QUE PASSAR A ELEIÇÃO VAI SER UM TAL DE UM DIA TER ARROZ E NÃO TER FEIJAO,OUTRO DIA VAI FALTAR FAROFA E ASSIM VAI SER FALAR QUE NEGOCIÃO PARA CASA DOMINGOS VAI VENDER MUITOOO, A E TEM COMO VAI FICAR OS PEQUENOS RESTAURANTES DAI PROXIMO AO FIOTÃO COITADOS ESTÃO TODOS DESEMPREGADOS E PIOR NEM VÃO PODER COMER NO RESTAURANTE POPULAR PORQUE NÃO VAO TER UM REAL, POVO QUER DIGNIDADE COM EMPREGO E RENDA NÃO ESMOLA

  • perola arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    caro romilson, de acordo com os comentarios que lido, ja percebi que se o prefeito murillo nao faz; e´ porque ele esta dormindo; se o prefeito faz; dizem que e em beneficio proprio. cada povo tem o governante que merece, e e´ dos campos que varzea grande precisa, para continuar sem agua, sem asfalto, sem energia, sem praças, sem escolas, sem saude,sem.........e com muitos parentes so pra receber salario sem trabalhar, pegar a tam e ir voando pra gastar na daslu, so pra depois sair na coluna vip do fernando baracat.

  • Joana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Murilo pode fazer o que quizer ,pois para vg ele não existe foi um pesadelo orrivél ;;;;FORA .......Vai descansar......... dormir......... sonhar...........e Pescar;;;;;;;;FORA;;;;;;;;;;;;;

  • Reginaldo Santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não adianta o Murilo Dormindo querer agora ressusitar porque agora Inês é morta como diz o ditado popular, com a compra do Mackisuês pelo Julinho, o povo da Varzea Grande terá a oportunidade de votar em Nico Baracat, que aliás rompeu com o Murilo por não concordar com a entrega da administração de V.Grande aos Campos...Vamos lá Nico, mostre prá eles que vc veio prá ganhar.

  • Glauber | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso mesmo prefeito Murilo, continue dando ao povo pão e circo,afinal só estava faltando o pão, porque o circo ja esta armado desde que o Sr. assumiu a prefeitura, e o que é mais degradante, é que nós é que somos os palhaços...
    O q sera que vamos ter que enfrentar se a oposição ganhar desta vez? Familia campos?
    E o Beto Carreiro sapateia lá no céu!!!

  • Luiz Baracat | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cadê a mulher brava do MPE da V.Grande,Dr.Fanny,que tem a coragem de querer dar uma de censora do Jornal Correio Varzeagrandense,por cumprir sua obrigação como imprensa livre e divulgar noticias da politica local,para nos leitores acompanharmos o processo sucessório de V.Grande, e até agora essa promotora não teve coragem de agir contra os abusos que o atual prefeito Murilo Dormindo,do PR vem promovendo em nossa cidade em vespera de eleição. Pois além do alto gastos de recursos com publicidades,divulgando até coisas que ele não fez, anda promovendo festas,inauugurações,distribuindo comida,lanches,refrigerantes,cervejinhas,e até OCULOS como fizeram na semana passada no Posto Médico da av; 3l de março no Cristo Rey,e Paque do Laggo. Vamos Dra Fanny,tenha coragem de pedir multa e ação contra o PR do seo Blairo Maggi e do Murilão Dormindo, ou o MPE só promove ação contras os oposicionistas ao atuais governantes, Pobres nós de acreditar,nesse MPE de V.Grande, ai está o Murilo inaugurando restaurante popular, dando cominda de graça, e a senhora Dra Fanny esta mudinha....da silva.... Acorda MPE.


    re

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

2 desembargadores vão para TRE-MT

carlos alberto tj 400 curtinha   O Pleno do Tribunal de Justiça define, na quinta (25), em votação secreta e por videoconferência, dois desembargadores que comporão os quadros de comando do TRE-MT pelos próximos dois anos. O ex-presidente do TJ, Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), é um dos inscritos...

Primeira-dama pede retorno de auxílio

marcia_pinheiro_curtinha400 Primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro (foto), em visita à sede do Rdnews e entrevista ao Rdtv, pede que a bancada federal de MT se mobilize e vote favorável ao retorno do pagamento do auxílio emergencial às famílias em situação de vulnerabilidade. Márcia...

Retorno, um novo tempo e inocência

jose carlos novelli 400 curtinha   Os conselheiros José Carlos Novelli (foto) e Antonio Joaquim participaram nesta terça da primeira sessão do Pleno do TRE, após três anos e seis meses afastados por determinação da Justiça, com base em denúncias sem provas de que cinco conselheiros...

MAIS LIDAS