Últimas

Quarta-Feira, 21 de Janeiro de 2009, 16h:41 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CURVELÂNDIA

Prefeito tem 2 coordenadores presos por tráfico

  Os irmãos Kleber e Klayton Simões Duarte, presos nesta terça (20) durante a Operação Alfa e apontados pela Polícia Federal como líderes de uma das quadrilhas que atuavam no tráfico internacional de drogas, com base em Curvelândia (a 311 km de Cuiabá) foram coordenadores financeiros da campanha do prefeito eleito, cabo Lair Ferreira (DEM). É o que revela o candidato derrotado Gilson Martins (PP). O progressista afirma que a prisão dos irmãos comprova o que ele vinha denunciando antes, durante e após as eleições, de que houve abuso de poder econômico do adversário que veio a ser eleito. “A prisão dessas pessoas comprova o abuso de poder econômico caracterizado através de compra de votos trocado por motos no município”. Na avaliação de Martins, a partir das prisões dos coordenadores da campanha do cabo Lair, não será difícil a Justiça comprovar as denúncias.

   “Estamos certos de que, a partir de agora, a Justiça não terá dificuldade em esclarecer os fatos, pois já sabe a origem de tanto dinheiro na campanha do nosso adversário”. A disputa pela prefeitura de Curvelândia foi uma das mais acirradas do Estado. Gilson Martins foi derrotado por uma diferença de 93 votos. Teve 1.602, enquanto o cabo Lair venceu com 1.695. O grupo de Gilson reclama da morosidade da Justiça para julgamento das ações. (Sinézio Alcântara, de Cáceres)

(Às 19h25) - Vinculação não procede, reage advogado

  O advogado Hélio Antunes, o Helinho, assessor jurídico do prefeito Lair Ferreira, rebateu as acusações de Gilson Martins, candidato derrotado à sucessão municipal de Curvelândia. Segundo ele, Lair não recebeu um centavo de doação dos irmãos Kleber e Klayton Simões, que foram presos pela PF. "O cabo Lair fez uma campanha modesta, diferentes deles (aliados de Gilson), que abusaram do poderio econômico". Helinho observa que Gilson Martins foi secretário de  Administração do governo anterior que responde por atos de improbidade. Lembra, por exemplo, que foram emitidos na gestão anterior 15 cheques sem fundos e que agora "estouraram" na administração Lair. "Quero deixar claro que o prefeito nada tem a ver com esse episódio (das prisões dos irmãos e ex-coordenadores da campanha)", enfatiza o advogado.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Renata loyola | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Muito interessante essa reportagem, provando mais uma ves que a policia federal vem realizado um trabalho muito bom e eficaz contra o trafico de drogas
    Solicito mais informações sobre a Opereção Alfa, se possível fotos dos envolvidos.
    acho também que uma operação dessas tem que ser mais divulgada em ambito nacional pra ver se esses traficantes tomem como exemplo

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...