Últimas

Terça-Feira, 19 de Maio de 2009, 13h:18 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

TRANSPORTE COLETIVO

Prefeito tem 5 dias para entregar dados sobre licitação

  A Justiça estabeleceu prazo de cinco dias para que o prefeito Wilson Santos (PSDB) entregue toda a documentação relativa à licitação das linhas de transporte coletivo urbano da Capital ao Instituto de Defesa do Consumidor do Estado (IDC/MT). O juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública, Roberto Seror, deferiu pedido ao mandado de segurança impetrado pelo IDC, que alegou não ter acesso à documentação que em tese deveria ser pública. “O secretário de Trânsito e Transporte Urbano Edivá Alves se negou a fornecer os dados e, por isso, ingressamos com o mandado de segurança”, justifica o presidente do instituto, o ex-líder comunitário do bairro Terra Nova, João Batista Benevides, o Tito.

  Segundo ele, o IDC suspeita que houve irregularidades na contratação de algumas empresas. Além disso, acusa o prefeito de não ter investigado denúncias sobre suposta lavagem de dinheiro. “Havia sérios indícios de que a empresa Arara Azul  que venceu a licitação tinha escritório no Uruguai e lavava dinheiro aqui. Eles pararam de prestar serviço e outra empresa foi contratada sem a realização de licitação. Isso é absurdo”, dispara Tito.  Segundo ele, a empresa Pantanal, que explora a concessão do setor, não participou de nenhum processo licitatório, ferindo a Lei 8666/93.

   Em julho vence a concessão pública das linhas de transporte coletivo de Cuiabá. O prefeito já anunciou a realização de novo processo licitatório. Não se sabe se a nova concorrência ocorrerá antes ou após a elevação da tarifa do transporte. "Espero que seja depois", pontuou Tito, que elogiou a ação da Terceira Câmara Civel do Tribunal de Justiça, que suspendeu a autorização para que a tarifa do transporte coletivo seja elevada em Cuiabá. No último dia 4, o Conselho Municipal de Trânsito aprovou reajuste de 18%. Dessa forma a tarifa saltaria de R$ 2,05 para R$ 2,42. “Eu nunca vi esse conselho votar contra um aumento que seja. Eles só defendem o lado dos empresários”, reclama Tito.

     Atualmente cerca de 137 mil cuiabanos utilizam diariamente o transporte coletivo para se locomover. Por mês, estima-se que pelo menos 4 milhões de passageiros passem pelos ônibus. Entre as empresas  responsáveis pelo transporte estão a Pantanal, Sol e Norte-Sul, além de micro-ônibus. “Eu acredito que o preço da tarifa já é mais que suficiente. Não precisa ser elevado”, argumenta. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • eu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Da-lhe Wilson... Cada povo tem o governo que merece.

  • valmir molina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • FRANK SABIÁ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    JOÃO BATISTA TITO CUIDADO COM MOLINAVASCÃO. O CERCO SE FECHA, A CAIXA PRETA DO TRANSPORTE VAI SER ABERTA, É COMO DIRIA O VELHO DEITADO:RAPADURA É DOCE, MAS NÃO É MOLE NÃO.

  • João de Olho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tem de investigar a exploração dos onibus lotação tb! Há suspeitas de uso indevido em troca de apoio político. Há comentários de que algumas linhas pertencem a vereadores e deputados!

  • Pedro Lune | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    KD ....vamos investigar o prefeito WISLON SANTOS, o procurador geral ANTONIO ROSA que aprovaram e fizeram essa licitação.........no0ssa fazem, fazem coisa errda igual ao PAC e não vira nada ......deve compensar eles fazerem isso .......... que isso......esses caras consegue dormir ainda

2 da AL em chapas distintas à AMM

nininho 400   Dois deputados estaduais estão divididos em chapas de honra da eleição da AMM, que acontece no próximo dia 15. O curioso é que Ondanir Bortolini, o Nininho (foto), filiado ao PSD e hoje presidente de honra da entidade comandada pelo segundo mandato consecutivo por Neurilan Fraga (PL), caiu fora da...

Trentini perde de novo para Pitucha

roland trentini 400 curtinha   Na queda-de-braço nos bastidores, o ex-prefeito por três mandatos de Alto Garças, Roland Trentini (foto), perdeu de novo para o rival político histórico, o também ex-prefeito Júnior Pitucha. Ambos, que já protagonizaram disputas acirradas, tensas e...

2 maiores líderes sob crise partidária

mauro mendes 400 curtinha   Os dois maiores chefes de Executivos em MT hoje enfrentam problemas partidários internamente. O governador Mauro Mendes (foto), mesmo sendo a principal estrela do DEM no Estado, não está confortável dentro do partido por causa de conflitos com os irmãos Júlio e Jayme Campos....

MM e deputados derrotados do MDB

carlos bezerra 400 curtinha   Por coincidência, deputados do MDB que tiveram seus candidatos derrotados nas urnas estão de afagos com o governador Mauro. E até convidaram-no para deixar o DEM e migrar para o MDB, numa articulação do cacicão do partido, o federal Carlos Bezerra (foto), que puxou a corda da...

Os Maia fincam força no Legislativo

silvio maia 400   O ex-prefeito por quatro vezes de Alto Araguaia, Maia Neto, perdeu nas urnas na majoritária, mas ganhou na proporcional. De um lado, a irmã Martha Maia, seu braço-direito durante todos os mandatos, foi derrotada à prefeita por Gustavo Melo, que se reelegeu. Por outro, Maia Neto viu dois dos seus...

Reeleito, Gustavo derruba o clã Maia

gustavo melo 400   O jovem prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), de 36 anos, manteve mesmo o "apertado" favoritismo, conforme mostrou na reta final a pesquisa do instituto Analisando, e derrotou o clã Maia. Venceu por 962 votos de diferença. Filiado ao PSB, Gustavo chegou a 4.805, enquanto Martha Maia (PP) registrou 3.840...