Últimas

Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2009, 14h:07 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

ESTADO

Prefeitos-servidores recebem reajustes pela Sefaz

   O prefeito de segundo mandato de Poconé, Clóvis Martins (PTB), o prefeito cassado de Santo Antônio do Leverger, Faustino Dias (DEM), e o ex-prefeito de Alto Araguaia, Jerônimo Samita Maia Neto (PR), integram a lista de 691 servidores vinculados a pasta da Fazenda do Estado que tiveram os salários enquadrados na carreira do Grupo Ocupacional TAF e, por isso, seus salários foram reajustados.

   O teto mínimo referente à classe A, para os fiscais de tributos, por exemplo, passou de R$ 3,4 mil para R$ 9 mil, confome define a Lei Complementar 363, de julho deste ano, que revoga a Lei Complementar 79, que estava em vigor desde dezembro de 2000, no governo Dante de Oliveira. Para agentes de tributos, no mesmo nível, o subsídio pulou de R$ 3,2 mil para R$ 7,2 mil mensais. São 5 níveis em três classes e para cada uma delas estão estabelecidos valores diferenciados, conforme critérios previstos no Plano de Cargos, Carreiras e Salários.

   Os servidores do Grupo TAF são responsáveis pelo trabalho de fiscalização, principalmente nas barreiras, para evitar sonegação e evasão fiscal. São fundamentais para "engordar" o caixa do Fazenda. O prefeito de Poconé faz parte do grupo de 471 agentes de tributos estaduais enquadrados no ato administrativo assinado pelos secretários Geraldo de Vitto (Administração) e Eder de Moraes (Fazenda). Ele é da classe C, nível 5 e, com a mudança, consegue elevação do salário para próximo de R$ 10 mil. Como atua em cargo eletivo, Clóvis fez opção pela remuneração como prefeito. Já Maia Neto voltou a atuar como agente fiscal, após oito anos afastado para cumprir mandato de prefeito de Alto Araguaia.

   Já Faustino é um dos 220 fiscais de tributos. Ele também ocupa o último nível da carreira de servidores do Grupo TAF. Passa a ganhar R$ 12 mil. A nova lei reduz também o número de classes de 5 para 4. Assim, todos os servidores que integravam a classe D passam a fazer parte da C. (Patrícia Sanches)

---------------------------------------------------------------
Clique aqui e veja a íntegra da lei que altera a tabela de salários

Postar um novo comentário

Comentários (23)

  • jorge barros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    inclui nesta lista de politicos e ex que recebem pelo grupo taf, o atual dep. herminio barreto, que nada faz pela categoria, e também o ex dep. pedro lima que só legislou para ele e a familia dele.

  • MARCELO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • André Santos Mishigawa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O fato é o seguinte. Se são prefeitos ou vereadores ou deputados foram eleitos pelo povo. Não se deve misturar alhos com bugalhos. somente vereador pode acumular os vencimentos, outros cargos eletivos não, têm de escolher enquanto exercerem sues mandatos!! Para adentrar os serviço público ( leia-se Fiscais de Tributos) deve-se estudar - e muito- para passar no concurso publico.(Pelo menos após a Constituição Federal de 1988). Quanto aos valores estão informados de forma incorreta. O inicial da carreira de Fiscal girava em torno de R$ 7.500,00 e foi para 9.200,00. Esse valor de R$ 3.000 é muito antigo.. era do ano de 2000, ou seja 9 anos atrás. É um bom emprego. Assim como Delegado de Policia, Fiscal da Receita Federal, Procurador do Estado, Juizes de Direito, que dentro de seus respectivos poderes são considerados carreriras de Estado. Basta estudar - e muito - e passar no concurso. Todos que estudarem poderão ser de quaisquer destas carreiras!

  • jose pedro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ao ler esses comentarios, concluo: como sao de cunhos pessoais, esses politicos com certeza, tem seus meritos fausrino foi eleito 2 vezes, clovis também, moro em cuiaba mas tenho parentes em alto araguaia, o maia neto tem o carinho do povoganhou 3vezes e aindafez osucessoro dr: pedro lima é outro que tambem tem o carinho do povo de a.aia. nao vamos deixar que picunhias sobre poe ao bom senso de reconhecer os valores de cada um.

  • antonia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    olha meu prefeito Faustino eu com um salario desse nao queria nada com a prefeitura iria viver minha vida tranquila sem esquentar mas a cabeça, aproveitarrrrr a vida tranquila... faça isso...

  • Alex | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    As informacoes estao erradas , a clase C5 saiu de R$ 8900,00 para R$ 9600,00 para os AFA , o site informa erroneamente os valores , ja faz bastante tempo que os salarios sairam do patamar de R$ 3000,00. Nao sei de onde vcs tiraram isso, o site tem a obrigatoriedade de pelo menos informar corretamente , investiguem antes de divulgar.

    Resposta - Menos, prezado Alex. Você se referiu à Classe C5 e, no texto acima questionado, a referência é sobre outras classes. De todo modo, obrigado pelo alerta. Atenciosamente - Patrícia Sanches.

  • Faustino Rico | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Carlos S. Maglia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso só demonstra apouca vergonha que é o Poder Público especialmente em se tratando de ex políticos . É uma vergonha pois a capacidade limitada deles, prefeito com baixo indice de popularidade, prefeito cassado e ex-prefeito com processos na Justiça, demonstra bem se o salario condiz com o intelecto. Fazer o que: isso é Brasil, só sinto muito por Poconé, Santo Antonio do Leverger e Alto Araguaia!

  • Patrícia Simioni | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meu Deus!!!!!! É o fim da picada mesmo; olha as condições desses políticos e a situação deles mediante os olhos do Estado: um ex-prefeito cheio de processos, um prefeito cassado e um gestor municipal zerado na opinião pública. É o fim mesmo.

  • Maria da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É por isso que a cidade está esse caos hoje. O Gordo não reage porque o ex-prefeito Maia Neto não deixou nem a raspa do tacho pra ele gerir e ainda morde uma ponta do Estado.Será que ele é concursado mesmo, se for podia dvolver ou ao menos explicar sobre os desvios de verbas!!!

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

MAIS LIDAS