Últimas

Sexta-Feira, 02 de Maio de 2008, 13h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

LEGISLATIVO

Presidente cobra uma pendência de R$ 300 mil

 O presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Lutero Ponce (PMDB), anunciou que deve recorrer à Justiça para reaver R$ 366 mil referentes ao corte do duodécimo de janeiro e fevereiro deste ano. Ocorre que o prefeito Wilson Santos (PSDB), a partir de uma consulta ao Tribunal de Contas, antecipou para o início do ano a redução do repasse de R$ R$ 1,6 milhão para R$ 1,5 milhão. O corte, segundo Lutero, deveria ser feito a partir de março. "A minha assessoria jurídica está analisando e se tivermos direito com certeza vamos recorrer".

   Ele conta que, com essa diferença, vai melhorar o sistema de refrigeração de algumas salas da Câmara. "Tô sem condições. Preciso mudar o sistema de refrigeração da sala de imprensa e do plenário". Lutero avalia que agora, com esse corte, vai trabalhar no limite. "Hoje mantemos aquela Casa dentro do limite. Não dá para fazer nenhuma readequação".

  O duodécimo menor é reflexo do índice populacional, atestado pelo IBGE, aliado à distribuição do Fundo de Participação dos Municípios. A expectativa de Lutero é que, com as novas projeções sobre elevação da população, o repasse venha aumentar. "Talvez com um salto na arrecadação o duodécimo aumente".

 Com R$ 183 mil a menos por mês, Lutero, que enfrenta desgaste por conta de denúncias sobre supostos atos de improbidade da Mesa Diretora, enfatiza que está buscando parceria com o Banco do Brasil para construir o que chama de "grande sonho": um tal de "Passatempo". Segundo ele, trata-se de um local na parte inferior do prédio da Câmara que terá várias salas disponíveis a órgãos e entidades. "A idéia é trazer outras instituições que tenham a ver com a sociedade". Deve gastar para viabilizar o "Passatempo" mais de R$ 200 mil.

   Gastos

   De um duodécimo mensal de R$ 1,5 milhão, a Câmara de Cuiabá gasta R$ 1 milhão somente com a folha de pessoal. São mais de 500 servidores. De água e luz são gastos cerca de R$ 120 mil. Com tarifas de telefone o Legislativo desembolsa R$ 30 mil. Segundo Lutero, que ganha R$ 14 mil mensais por ser o presidente, cada vereador dos 18 colegas recebe R$ 7,1 mil, R$ 15 mil de verba de gabinete e ainda R$ 4 mil de verba indenizatória. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • CIDADÃO DESESPERANÇADO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A algum tempo atras li uma materia neste mesmo site:Lutero Ponce devolve dinheiro para prefeitua

    -Era só pra limpar a cara do Presidente da Camara ???????

  • Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vejam que diferença. Quando começaram as denúncias contra o ilustre presidente de câmara, ele devolveu dinheiro do duodécimo para a prefeitura. Agora as coisas acalmaram, e vejam as atitudes do presidente.

  • jamil de paula ramos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O vereador queira me desculpar. O dinheiro pleiteado com certeza será melhor utilizado pela Prefeitura em obras sociais. O meu temor é que êsse dinheiro seja utilizado pela Câmara de forma perdulária.

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...