Últimas

Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2009, 23h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

CUIABÁ

Preso, Rosa oficializa pedido de exoneração da prefeitura

   Três dias após ser preso pela Polícia Federal, por supostas fraudes nas licitações do PAC de Cuiabá, José Antonio Rosa, pediu, em comum acordo com o prefeito Wilson Santos (PSDB), exoneração do cargo de procurador-geral do município. Ele ocupava a função desde janeiro de 2005, início da gestão tucana. Até então era considerado um dos intocáveis do prefeito.

   Rosa já acumulou a função de presidente da Sanecap. Ele deixou o cargo com o pretexto de que precisa se dedicar à defesa das acusações do Ministério Público Federal. Em verdade, o comentário de bastidores é de que o próprio prefeito pediu a Rosa que solicitasse o afastamento.

   Em 2008, o procurador também se afastou do cargo para ajudar na campanha vitoriosa de Santos à reeleição. No lugar dele, assume o atual procurador-adjunto-geral da prefeitura, Fernando Augusto Vieira de Figueiredo, que já vinha substituindo Rosa em algumas funções. "Me sinto honrado", disse Fernando, nesta quinta (13), quando perguntado sobre a possibilidade de assumir o comando da Procuradoria-geral do município. Ele disse que também foi surpreendido com a prisão de Rosa. "Ninguém esperava". Nesta quinta, Fernando participou da reunião do prefeito com o juiz da 1ª Vara Federal, Julier Sebastião da Silva, que determinou a prisão dos 11 suspeitos de irregularidades nas obras do PAC.

(14/8 - às 7h55)  - Prefeito revela que na 2ª nomeará novo procurador-geral

   O prefeito Wilson Santos disse nesta sexta que Fernando Figueiredo assume interinamente o cargo de procurador-geral do Município. Adiantou que possivelmente na segunda (17) já tenha definido o nome para o posto de forma efetiva. Figueiredo substitui José Antonio Rosa, que está preso sob acusação de envolvimento em fraudes nas licitações nas obras do PAC em Cuiabá. O procurador-geral interino já conduziu por várias vezes a assessoria jurídica da prefeitura. Substituiu Rosa em períodos de férias e no ano passado, quando o titular se licenciou para se dedicar à campanha vitoriosa à reeleiçaõ de Santos.

Postar um novo comentário

Comentários (22)

  • Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com certeza, mandaram ele se afastar. Se não, vai acabar sobrando para mais gente.

  • lineter prestes lima | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson, bom dia, nada aconteceu no PAC sem a participação de funcionários da Caixa de Cuiabá, aqui está um trecho gavado pela PF onde aparece o seu Manoel Tereza, gerente do PAC na Caixa, envolvido também no esquem, além dele tem o Edi, o Ivo, o PH e outos mais, publique isto em nome do nosso povo sofrido de MT!

    Fone
    Alvo.............: 6599811817

    localização
    do Alvo...:

    Fone
    Contato..........:

    localização
    do Contato:

    Data..................:
    10/03/2008

    Horario...............:
    17:43:01

    14/49

    Observações...........:
    MARCELO X ANILDO + (AR



    J - É com a CEF, liga lá e pega os valores.

    P - Com o Manoel Teresa?

    J - O Teresa, pega o valor cheio, por que o valor do desconto nos
    vamos por em outros lugares. Aquele de 45

    milhões, é 9 milhões. Aquele de 27 milhões é 7 milhoes Cuiabairros.
    6 milhoes o Sanear, a água é 9. .......

    P - Tá jóia.

  • Elisio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É evidente que o ROSINHA não falava em nome próprio, mas de WILSON SANTOS, cujo nome é sempre protegido à espera de um cargo mais elevado, com maiores possibilidades de maracutaia.

  • JOÃO DE DEUS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os personagens são quase sempre os mesmos, acostumados ao dinheiro público, esse pessoal desde a época em que Frederico Campos foi governador executam obras públicas, não conseguem executar projetos próprios, que não seja vinculado à algum órgão público, resumindo tudo isso: não cresceram, e não aprenderam a buscar o próprio sustento, ficaram acostumados a mamar sempre nas tetas dos cofres públicos.
    Zé Antonio Rosa desde os tempos de Dante na prefeitura de Cuiabá que é sustentado com dinheiro público, os Avalones a mesma coisa, Anildo Lima Barros e Jorge Pires de Miranda construiram impérios executando obras públicas, os Campos sairam de um simples buteco do seu pai Fiote e hoje são donos de empresas e fazendas, ao ponto de declarar 21 fazendas em bens, para a Justiça Eleitoral.
    É o milagre da multiplicação dos bens com os recursos do povo.
    Acorda minha gente!!!! a concentração de fortunas está resumindo a pequenos grupos e determinadas famílias, em detrimento de melhoria e qualidade de vida para a população.

  • Donizete Sena Rodrigues | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    que isso sirva de exmplo para a turma da botina, que vai comandar a copa de 2014 obre olho a justiça federal esta atenta e o povo tambem

  • claudio silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ROSA VC JÁ PEDIU TARDE SUA DEMIÇAO SEU LUGAR É ONDE VC ESTA .
    SEU AVENTUREIRO DE BARRA DO GARÇA

  • PEDRÃO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Dr. Rosinha não fez mais do que sua obrigação em pedir a exonertação do cargo, tomara que entenda que a casa caiu. Agora, por enquanto, não tem geito de se fazer maracutaia sob os olhos do Procurador Mario Lucio avelar e o Dr. Julier, ou seja, acabou a farra do BOI !!

    Quando não se faz nada criticamos a impunidade, quando se faz algo, criticam o Juiz da causa.

    Dr Julier, tenho admiração pelo Sr. como Magistrado, suas atitudes fortalecem a conduta das pessoas de bem nesse Estado tão corrupto.

  • luiz cpa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    por esses comentarios feito acima, da pra ver que no brasil tem muita gente safada... as pessoas estão contra um juiz federal e a favor de gente que surrupiam o dinheiro publico. antigamente as pessoas falavam que só ia preso pobres, putas e negros. hoje em dia que estão colocando os bandidos do colarinho branco atras das grades vem esse tipo de gente defender bandidos. é o fim dos tempos mesmo!!!

  • Solange Frazão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Prefeito Wilson Santos. O senhor errou ao aceitar o pedido de exonoração do seu Procurador Geral. Aqui em VG o Murilo não apareceu uma vez sequer nessa briga. Quem falou por ele foi o secretário de governo. Nós sabemos que essa denuncia é politica e que VG só entrou nela para atingior o Avalone que é do PSDB. Mais cedo ou mais tarde isso tudo vai ficar provado e aí o senhor vai ficar com a imagem de quem abandonou um correligionario. O mais correto seria ele tirar uma licença, Prefeito. Parece até que o senhor quer afastar de perto do senhor pessoas que possam parecer desonestas. Porque não afasta todos então? Sabemos que sobraria muito pouco em sua administração. Conheço o Zé Rosa de longa data. Sei do que ele é capaz para o bem e para o mal e sei sobretudo o quanto ele é fiel, mas parece que competencia e fidelidade não contam na matemática do senhor. Com essa imagem o senhor vai ter problemas para ser governador porque será um joguete na mão de pessoas inescrupulosas, aproveitadoras. Quanto a você, Zé, prove sua inocencia e ferre com esse trapalhão que adora aparecer. O colega dele Jefferson Schnneider ja derrubou a decição dele em relação à nossa OAB. Daqui e pouco voce consegue desmacará-lo. Conte comigo como pode contar com suas amigas (e que acho que copm os amigos também) de verdade. A prefeitura de Cuiabá perde e muito com sua saida.

  • Carla de Castro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    esse pau rodado já saiu tarde, como pode, chegaram (familia rosa) com uma na frente e outra atras, e hoje já acumula um patrimonio desse é só nós cuiabanos que aceitamos.
    vá rouba no inverno.
    outra coisa caixão não tem gaveta!!!!!!!!!!!!

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...

Candidato da família Oliveira à Câmara

luluca 400 curtinha   O jovem advogado Luluca Ribeiro (foto) é uma das apostas do MDB por renovação na Câmara da Capital. Concorre a vereador e tende a "herdar" o espólio político da família Oliveira, dos tios Dante, ex-governador que morreu em 2006, e Thelma, prefeita de Chapada dos Guimarães....

Deputado tenta censura e sem êxito

xuxu 400 curtinha   Em duas tentativas, o deputado estadual Xuxu Dal Molin (foto), candidato a prefeito de Sorriso pelo PSC, tentou, sem êxito, censurar o portal Rdnews. Na 1ª Vara Cível da Comarca de Sorriso, Xuxu ingressou com pedidos de antecipação de tutela, pleiteando retirada do ar de matérias que...