Últimas

Quinta-Feira, 08 de Maio de 2008, 23h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

EXECUTIVO

Prestação de contas dos secretários vira debate


Cobrança de reajuste salarial pega secretários de surpresa durante audiência na Assembléia
Foto: Jupirany Dellivart   

    A audiência pública para avaliar o cumprimento das metas do orçamento fiscal e da seguridade social relativa ao 3º quadrimestre de 2007 se transformou em palco de debates sobre aumento e reposição salarial dos servidores do Estado. O coordenador do Fórum Sindical, Adolfo Grassi, aproveitou o encontro de 18 dos 20 secretários estaduais e também do vice-governador Silval Barbosa (PMDB) para cobrar do governo aumento no subsídio.

   Grassi afirmou que, se as perdas salariais fossem recompostas hoje, o reajuste nos salários dos servidores alcançaria a 24,8%. "Nosso poder de compra está corroído. Os servidores acumulam uma perda salarial de 39,58% desde o governo Dante de Oliveira, sendo que deste total 24,8% foram adquiridos no governo Blairo Maggi", afirma o sindicalista.

    Ele também enfatiza que, como o Estado não atende a reivindicação de maior reposição salarial, significa que as contas não vão bem. Para Grassi, o governo esbanja recursos. Citou inclusive o nome da Assembléia. "O governo vem aqui e diz que tudo está na perfeita ordem, sendo que os órgãos esbanjam recursos, a  Assembléia esbanja recursos".

    O secretário estadual de Fazenda, Éder Moraes, rebateu as cobranças de Grassi. Segundo ele, o balancete do Estado "vai bem". "As contas estão em dia. Os salários estão em dia. Tudo corre muito bem. Há um efeito cascata na circulação de riquezas que aumentam a sustentabilidade econômica", defende. O secretário também se disse preocupado quanto aos comentários do sindicalista de que a Assembléia esbanja recursos. "Essa fala me preocupa. Atiram nos pés de vocês mesmos. Não adianta forçar a barra", disse o secretário, numa referência aos servidores. O secretário-chefe da Casa Civil, Eumar Novacki, e o vice Silval saíram em defesa do governo. Ambos afirmaram que o governo Maggi sempre abriu espaço para as negociações.

   Relatório

   Conforme a prestação de contas do 3º quadrimestre do ano passado, a cobertura integral das despesas correntes fechou em R$ 5,2 bilhões e a receita total realizada foi de R$ 6,4 bilhões, aproximadamente 14% superior ao exercício de 2006. Somente a arrecadação do ICMS atingiu a R$ 3 bilhões no ano passado. Mas nem tudo são flores. O Estado ainda não consegue reduzir consideravelmente a dívida. O estoque desse passivo perfaz R$ 5 bilhões. Incentivar a arrecadação de impostos é a meta de Maggi para os próximos anos de mandato. (Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • mauricio oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ACOMPANHEI A APRESENTAÇÃO DOS NUMEROS DO ESTADO DE MT FEITOS PELO SECRETÁRIO EDER DE MORAES. FIQUEI CONVENCIDO DE QUE O GOVERNO BLAIRO MAGGI É UM GOVERNO SÉRIO E TRANSPARENTE E QUE ACERTOU NA INDICAÇÃO DO EDER PARA SEFAZ, ELE ESTÁ PREPARADO E SAIU-SE MUITO BEM , MESMO DIANTE DE QUESTIONAMENTOS POR PARTE DOS SINDICALISTAS O EDER DEVOLVEU A BOLA QUADRADA E FOI CONVINCENTE.

  • RODINEI MAURO VIEIRA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O SECRETÁRIO ,EDER MORAES , FOI CAMPEÃO ELOGIOU OS EX-SECRETÁRIOS VALTER ALBANO E VALDIR TEIS , ESSE COMPORTAMENTO COM CERTEZA RENDEU-LHE VALIOSOS PONTOS NO SEU CONCEITO E O COLOCA NUMA SITUAÇÃO DE CONFORTO INSTITUCIONAL. FOI UMA APRESENTAÇÃO MARAVILHOSA DIANTE DO QUE ERA ANTES APRESENTADO, FICOU CLARO PARA SOCIEDADE A SERIEDADE E TRANPARENCIA DO GOVERNO MAGGI.

  • SEFAZ SEFAZ SEFAZ ASEFAZ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O SECRETÁRIO EDER MORAES É MOTIVO DE ORGULHO PARA A SEFAZ, NÓS FUNCIONÁRIOS/SERVIDORES ESTAMOS ORGULHOSOS DE TERMOS A FRENTE DA SEFAZ UM SECRETÁRIO ATUANTE E QUE NOS DEFENDE E PRINCIPALMENTE QUE SABE TRABALHAR EM EQUIPE.

    A CLAREZA DA APRESENTAÇÃO NA ALMT É A MAIOR PROVA DA SINERGIA QUE EXISTE HOJE ENTRE FTE´S , ATE´S , TAIG´S, SERVIDORES E A ALTA ADMINISTRAÇÃO DA SEFAZ.

    ESTAMOS MOTIVADOS E PRONTOS PARA OS DESAFIOS QUE SURGIRÃO, SECRETÁRIO EDER MORAES CONTE CONOSCO, VOCE NOS CONQUISTOU!!!!!!!!!!!!! PARABENS!!!!!!!!!

  • antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Manda esse tal de Adolfo ir trabalhar! Quer ganhar mais pra ficar coçando...

  • Jovaine | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meu Deus! Não há limites para bajulações.Que vergonha.

    Assisti via Tv Assembléia a exposição do Secretário da SEFAZ, não vi nada de extraordinário. Ele apenas leu tabelas, com os valores das receitas e despesas do Estado, demonstrando que as contas estão equilibradas. Isso qualquer técnico da área financeira pode fazê-lo.

    Não há nos números qualquer ação do Eder Moraes, pois, os valores são referentes a 2007, gestão do Valdir Teis.

    Além do mais o superavit comemorado, é justamente, em função do orçamento de 2007 ter sido elaborado observando o exercício de 2006, que foi um ano onde os preços do produtos primários estavam em baixa: soja, milho, carne bovina, etc...

    No exrecício de 2007 os preços agrícolas internacionais melhoraram consideravelmente, o que veio possibilitar o superavit primário tão comemorado.Mais a realidade é que o Orçamento de 2007 estava subestimado.

    Concluindo, ao que me parece, vocês nunca assitiram a uma prestação de contas apresentada por Dr. Valter Albano, a quem o Decretário Eder Moraes rendeu homenagens depois de falar algumas bobagens sem conhecimento de causa.

  • brandão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O MP ja esta de olho nesse secretário casca de ovo/Eder Moraes/ so vive de aparecer com dinheiro publico..nada que ele faz tem muita importancia na ordem do dia...mais aparece como se fosse mais importante que o incompetente Governadorr

  • SILVIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quanto ganha os puxas sacos, com certeza ocupam cargos de QI.

Mauro, desgastes e projeto à reeleição

mauro mendes curtinha   Não há como negar que o governo Mauro Mendes (foto) enfrenta forte desgaste por causa das medidas restritivas de combate à Covid e, principalmente, devido à exigência da sociedade de maior investimento e planejamento na Saúde. Por mais que o Executivo divulgue feitos e liste...

Thiago, respaldo da igreja e reeleição

thiago silva _curtinha_400   O deputado estadual Thiago Silva (foto) começa a labuta pela reeleição e não terá uma tarefa fácil pela frente. Thiago faz parte do grupo da Assembleia de Deus, que sempre prioriza o colega de Parlamento Sebastião Rezende, que vai tentar o sexto mandato. Curiosamente,...

2 suplentes já estreiam em Cuiabá

alex rodrigues 400   Com menos de quatro meses de mandato, dois dos 25 vereadores cuiabanos reeleitos no ano passado já pediram licença para abrir espaço a suplentes. Diego Guimarães (Cidadania) se afastou por 30 dias. Em sua cadeira está Maysa Leão, do mesmo partido. Marcrean Santos (PP) pediu afastamento...

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...