Últimas

Sexta-Feira, 20 de Novembro de 2009, 08h:22 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

CÂMARA DE CUIABÁ

Pró-Lutero, Lúdio decreta enterro político; PT quer expulsão

  O processo que resultou na cassação do vereador cuiabano Lutero Ponce (PMDB) deve levar também para o "buraco político" o petista Lúdio Cabral. Ele foi o relator e surpreendeu a todos, principalmente a militância petista, por ter apresentado parecer pela cassação, mas, na hora da votação, optou pela abstenção. Foi o único dos 19 vereadores a ficar "neutro". Catorze parlamentares decretaram a perda do mandato do peemedebista, enquanto quatro se manifestaram contra a cassação, sendo eles Chico 2000 (PR), Lueci Ramos (PSDB), Cloves Hugueney, o Clovito (PTB), e o próprio Lutero.

Fernando Ordakowski clique na imagem para ampliação
Lúdio se juntou a Lutero, assim como Lueci vive "colada" em Chica  A postura de Lúdio levou petistas a suspeitá-lo de que, nos bastidores, fora pressionado. Também vinculam-no ao ex-presidente da Câmara como alguém que supostamente tivesse o "rabo preso", como se diz no jargão político. Lúdio, de fato, esteve próximo da gestão Lutero, acusado de promover rombo de R$ 7,5 milhões no período em que presidiu a Mesa Diretora, entre 2007 e 2008. O PT iniciou a Legislatura passada, em 2005, com três na bancada, sendo eles Lúdio, Valtenir Pereira e Domingos Sávio. Valtenir pulou para o PSB e se elegeu deputado federal, vindo a abrir vaga para Enelinda Scala, que perdeu à reeleição em 2008. Sávio foi para PMDB e garantiu novo mandato. Médico da rede municipal, Lúdio também se reelegeu e com melhor votação. Em 2004 obteve 2.640 votos e, quatro anos depois, chegou a 3.849. É único petista vereador na Capital.

   Opositor à gestão do prefeito Wilson Santos (PSDB), Lúdio vinha marcando posição no Legislativo, com respaldo de diversos segmentos e, agora com sua articulação para tentar salvar o mandato de Lutero, passou a cair no descrédito. Parte da militância, inclusive de outras correntes, não se mostra mais tão animada com a candidatura de Lúdio, da tendência Graúna, à direção estadual do PT. Seu descrédito traz vantagem para o concorrente, o deputado federal Carlos Abicalil, presidente do PT no Estado e candidato à reeleição.

   Para piorar, Lúdio Cabral enfrenta até manifestação em defesa de sua expulsão de um partido que se igualou aos demais, por causa da pesada carga de denúncias contra vários de seus líderes, tanto em âmbito regional quanto nacional. A postura de Lúdio no processo de cassação do pemedebista pode representar o enterro de sua carreira política. Ele está hoje para Lutero, assim como Lueci está para a deputada Chica Nunes (ex-PSDB e hoje DEM), que também presidiu a Câmara e responde por rombo milionário. Lueci foi intransigente na defesa das gestões Chica e Lutero. Nos bastidores, o comentário é um só: eles se merecem.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Britto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Gregório Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os Reis são vassalos de DEUS, se não pune o REi seus vassalos, Deus pune os seus (Gregório de Matos Guerra- O Boca do Inferno, poeta brasileiro).

  • jadson tonis | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu não esperava isso de Ludio,mostrou despreparo psicologico,deixou claro que é imprevisivel,não tem condições psicologica de decisão.A sua carreira politica foi enterrada.

  • BOTELHO PINTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O FATO DO LÚDIO APOIAR LUTERO PONCE É

    PORQUE TEM ALGUM ESQUEMA ENTRE ELES. PODEM

    INVESTIGAR QUE A VERDADE VAI APAREÇER.

  • Gregório Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Lúdio tinha um perfil: líder estudantil, médico da rede pública, militante e estudioso da saúde pública, servidor municipal da saúde, professor universitário, militante do PT, vereador, democrata, do bem, militante da moralidade na política. Tinha este perfil, mas o perdeu, não honrou o mandato que o povo lhe deu, frustou o coração e a razão de muitos que acreditaram nele. Teve chances ímpar: ser relator da CPI do Lutero, poder ser a voz na Câmara contra os desmandos da administração Wilson Santos. Mas nem um, nem outro. Na campanha passada, em 2008, não apoiou a chapa municipal do PT, Mauro Mendes. Apoiou quem? Será que foi Wilson Santos. Como político poderia ter sido um bom médico, pois poderia ter de verdade pressionado pára que as autoridades municipais tivessem sido mais responsáveis e eficientes no combate à Dengue, que matou e ainda matará muito a nossa sofrida gente. Como principal membro da CPI do Lutero, o Relator, defendeu a necessidade de dois terços para cassar Lutero, quando a poucos meses, no episódio Ralf, fora válida apenas maioria simples; dois pesos e duas medidas. Como vereador com direito a voto, não seguiu posição de seu partido, o PT, que foi a primeira instituição a pedir cassação de Lutero. E como ficam os 7 milhões que foram roubados do povo. Papelão hemmm vereador. Votar em você nunca mais.....

  • Maria Madalena | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este Lúdio é uma farsa, ele como os demais vereadores que votaram contra a caçassão do Lutero devem ser BANIDOS da vida pública.
    Essa charge não poderia ser mais apropriada para ilustrar a identificação entre os vereadores. Se merecem mesmo. A tal LUECI inclusive se parece fisicamente com a Chica Bunes, não serão parentes?
    Pelo menos moralmente são idênticas, quanto ao tal Lúdio, Clovito e Chico 2000...sem comentários!
    CANALHAS!!!!!!!!

  • Jacyara - Hoje envergonhada | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    DEVE ser Expulso sim.
    Controverso, enrrolado, ganancioso, sem ética, tudo isso só vendo o seu papel, de Ludio, na parte processual e no voto sobre a casação ou não de Lutero Ponce.
    Não existe elogios a um cidadão com este entendimento, observe que na comissão os votos foram: Pró, contra e Não Sei.
    Cristo disse: Não sejas morno, pois ti vomitarei.
    O indecisso, o maria vai com as outras, o que chega para ocupar espaço no centro dos movimentos- para não ter contestados seus propósitos-, são vermes e devem receberem a porção destinados aos vermes, o exterminio, o esquecimento.

  • CLAUDIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gente, não vou aqui defender ninguém........Mas penso que seria razoável entender á fundo o fato: já se perguntaram, digo com inteligencia, o motivo do posicionamento do vereador Lúdio???
    Já pensaram que o fato de que a estratégia de votação adotada para a cassação de Lutero foi alterada na hora?? Sabem, o que isto quer dizer??? Que ele provavelmente derrube a cassação judicialmente.
    E O QUE O VEREADOR LÚDIO TEMIA ERA JUSTAMENTE ISSO!!!!

    A única coisa que acho é que as pessoas deveriam pensar um pouco mais e não venderem o peixe que compraram, na esquina por sinal!!!!

    Não desabonem uma pessoa com uma postura política intocável em sua trajetória!!

    Quanto ao PT, porque será querem a expulsão??A do Alexandre Cesar pediram também??
    VAMOS PENSAR, RACIOCINAR MEU POVO!!!

  • dima | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    vc ja era ludio., acabou para vc.

  • marcelo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    parabens Ludio,acho que voce teve a intençao de defender apenas o trabalho realizado pela comissao,com isso nao existe motivo para te expulssarem .

Efeito-Covid adia vinda de Michelle

michelle bolsonaro A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, e a secretária da Mulher, Luciana Zamproni, resolveram transferir para abril a agenda de 11 de março que teria como convidada a secretária nacional de Mulheres, do Ministério dos Direitos Humanos, Cristiane Britto e a primeira-dama do Brasil Michelle...

Governador entre a cruz e a espada

mauro mendes curtinha   Às vésperas da pandemia completar 1 ano em MT, o Estado vive o seu pior momento e o governador Mauro Mendes (foto) enfrenta uma verdadeira prova de fogo: liderar ações coordenadas em todo o território mato-grossense para evitar que o Estado viva cenas parecidas com as de Manaus e de Estados...

Câmara volta a realizar 2 sessões

juca 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob a presidência do vereador Juca do Guaraná Filho (foto), volta a realizar duas sessões semanais, nas terças e quintas. Por conta da pandemia, as sessões serão remotas. A resolução foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares que vinham...

Coronel linha dura morre ao 91 anos

Coronel Abid 400   Morreu   em Campo Grande (MS), aos 91 anos,  o coronel da PM aposentado Adib Massad (foto), considerado  um dos principais nomes  da Segurança Pública de Mato Grosso na década de 1970. À época, ainda com a patente de  tenente, foi comandante regional...

Mauro e vitórias na briga de decretos

orlando perri 400 curtinha   A estratégia do governador Mauro Mendes de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro,...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...