Últimas

Quarta-Feira, 17 de Janeiro de 2007, 22h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

JUDICIÁRIO

Processo contra Henry é o 1º a seguir para TSE

    Após ouvir a defesa de Pedro Henry, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador  Antonio Bitar Filho, encaminhou ao TSE o recurso que pede a cassação do diploma do deputado federal eleito. Henry é acusado pelo Ministério Público Eleitoral de cometer abuso de poder econômico, corrupção, fraude e compra de voto na campanha de 2006.

     Trata-se do primeiro de um total de sete recursos a serem encaminhados pelo TRE ao Tribunal Superior Eleitoral. Se Henry tiver o mandato cassado, a sua cadeira na Câmara ficará com o primeiro suplente Chico Daltro, hoje secretário estadual de Ciência e Tecnologia. Até sexta, será remetido ao TSE processo similar contra o deputado estadual reeleito Mauro Savi (PPS).  Além de Henry e Daltro, o procurador regional eleitoral Mauro Lúcio Avelar ingressou com recurso contra diplomação da deputada estadual eleita Chica Nunes (PSDB) e o reeleito José Riva (PP) e também contra o federal eleito Eliene Lima (PP). Todos negam as acusações.

Teor da denúncia

    No caso de Pedro Henry, o MPE o acusa de utilizar espaço dentro da grade de jornalismo da afiliada da TV Record de Cáceres para fazer propaganda subliminar, de forma privilegiada, a pretexto de destacar a instalação da agência da Caixa Econômica Federal em Pontes e Lacerda. No recurso, o procurador  Avelar escreve: "O requerido Pedro Henry fez uso indevido da televisão - certamente valendo de relações de compadrio com a emissora - para ressaltar suas qualidades como agente público e a importância de sua atuação para o povo da região de Pontes e Lacerda, notadamente para a consolidação desta como pólo de desenvolvimento. Na mesma sequência, sustentou a sua ação como responsável pela criação de empregos e a consequente melhoria de vida da população". Avelar ainda chama atenção para o fato do apresentador de TV fazer elogios a Henry, reeleito com 73.312 votos.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...