Últimas

Terça-Feira, 04 de Setembro de 2007, 19h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INVESTIGAÇÃO

Procurador-geral diz nada saber sobre denúncia

     O procurador-geral da Prefeitura de Cuiabá, José Antonio Rosa, disse que ainda não teve acesso ao conteúdo da denúncia contra o prefeito Wilson Santos e o ex-secretário de Finanças, José Bussiki, proposta pelo Ministério Público Federal junto ao Tribunal Regional Federal. "Eu, sinceramente, não consigo entender como essas informações chegam primeiro à imprensa e não chega aos citados. Quero dizer que não há notificação sobre qualquer denúncia", afirmou o procurador. 

   José Rosa informou que não tem conhecimento de nenhuma acusação e que nesta quarta vai buscar informações junto ao Ministério Público. Segundo o MPF, que encaminhou à Procuradoria da República da 1ª Região a denúncia, o prefeito Santos e o economista Bussiki cometeram crime de tributário.

(Atualização às 22h- O prefeito Wilson Santos resolve divulgar uma nota sobre a denúncia do MPF. Confira a íntegra abaixo.

      COMUNICADO

      Com relação à notícia veiculada sobre suposta irregularidade na solicitação de créditos do Município junto à Delegacia da Receita Federal, a Prefeitura de Cuiabá tem a esclarecer, em respeito à verdade, os seguintes termos:
      1 – Com base em estudos técnicos, a Prefeitura de Cuiabá levantou no período de junho de 96 a março de 99, PIS/PASEP possivelmente pagos a maior à União, no valor original de R$ 1.870.687,57, que atualizados até 12 de julho de 2006, monta a quantia de R$ 4.879.482,71.
      2 - A partir deste levantamento, o Município requereu em 12 de junho de 2006 à Receita Federal uma declaração de compensação acompanhada do demonstrativo do possível crédito.
      3 – Posteriormente, ditos créditos vinham sendo compensados mês a mês sem qualquer manifestação contrária por parte da Receita Federal, órgão competente para admitir ou não existência do crédito, o que não foi feito até 16 de maio de 2007.
      4 – Na dúvida, se era ou não titular do direito creditório, o Município apresentou um pedido alternativo de restituição do possível crédito apurado, tudo dentro da mais absoluta boa fé e resguardando o interesse público de possíveis perdas.
      5 – Destarte, cabia à Receita Federal manifestar-se previamente sobre a admissão de um ou outro dos pedidos apresentados, uma vez que tudo foi feito de forma protocolizada, atendendo aos princípios constitucionais da legalidade e da moralidade.
      6 – Vale ressaltar que até o presente momento não houve manifestação acerca do pedido de restituição, apenas, indeferimento do pedido de compensação o que ocorreu somente em 16 de maio de 2007.
     7 – Na prática, não houve irregularidade contra a ordem tributária noticiada, vez que o município não foi beneficiado com a restituição equivocadamente requerida.
     8 – Em suma: em Direito é lícito postular alternativamente, cabendo a quem julga decidir por este, ou por aquele pedido.
      Wilson Santos
    Prefeito de Cuiabá

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Infelismente o preefeito Wilson Santos, com seu jeito moleque de ser continua levando todos na labia. Somente ele e seus cupinchas que veem progresso na sua administração, é so blablabla. até quando o senhor prefeito acha que vai continuar enganando o povo?, o MP?, O blairo?, O lula?, o TCEMT?o Antero?, e a si proprio.

  • Jefferson Arruda dos Anjos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O senhor Antonio Carlos Cuiabano, ainda têm muita gente que acredita no discurso bonitinho e cheio de historicismo desse cidadão, mas, nada resiste a verdade que está vindo a tona, e tá aí essa administração municipal que todos estão torcendo para acabar logo. Esse cidadão me enganou durante 10 anos, fui ludibriado como muita gente que confiava nele também o foi, e agora resta-lhe apenas o desprezo daqueles que o ajudaram e elege-lo.

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...

Pilha em Jayme pra disputar o Governo

jayme campos 400   Mesmo sabendo que Jayme Campos (foto) não entra em disputa onde percebe dificuldades para vencê-la e militando no mesmo partido de Mauro Mendes, o DEM, algumas lideranças políticas têm instigado o senador a se lançar ao governo estadual. Para tentar convencer Jayme, lançam...

MAIS LIDAS