Últimas

Sexta-Feira, 21 de Novembro de 2008, 14h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

CULTURA

Procurador manobra resultado de eleição em VG

Mauro Cesar de Lara articula nos bastidores O procurador da Fazenda Nacional, Mauro Cesar de Lara (Psol), que disputou e perdeu a eleição para prefeito de Cuiabá, está se articulando politicamente, desta vez no meio cultural. Ele conseguiu uma vaga como delegado cultural em Cuiabá e, ainda de quebra, se "infiltrou" na vizinha Várzea Grande para influenciar na definição dos delegados do segundo maior município do Estado.

   Tanto esforço de Mauro Lara nos bastidores tem explicação. São os delegados quem escolhem entre si 5 conselheiros de Cultura do Estado. Caberá a esses conselheiros definir diretamente o destino de verbas para projetos que contemplem as classes artísticas.

   Em entrevista ao RDNews nesta sexta (21), Mauro Lara disse que foi em Várzea Grande conversar com o segmento do lambadão, ritmo de música popular em Mato Grosso e do qual faz parte, inclusive explorou o assunto em sua campanha eleitoral. "Eles (grupos de lambadão) nem sabiam que existia essa eleição de delegados e nem para que servia. Eu expliquei e incentivei eles", argumenta o procurador. O que chama atenção neste caso é que na eleição que decidiu os 24 delegados de Várzea Grande concorreram apenas duas chapas. Uma delas era mista, ou seja, 2 representantes de cada segmento cultural (teatro, música, cinema entre outros) para serem delegados. A outra chapa era formada apenas por representantes do lambadão.

   Os representantes do lambadão não quiseram integrar a chapa mista, que ofereceu 2 vagas para seus agentes culturais. "Não era justo só duas vagas. Esse (lambadão) é um segmento que mobiliza muita gente. Tinha que ser proporcional a isso e não só duas vagas para cada", dispara o procurador Mauro. Perguntado sobre o motivo de ter influenciado no processo de escolha dos delegados de VG, Mauro Lara, que é um dos delegados de cultura de Cuiabá, explicou que pretende se articular com os colegas eleitos no município, dando a entender que pretende concorrer a uma vaga como conselheiro.

   O Conselho de Cultura é formado por 15 pessoas, sendo 10 titulares e 5 suplentes. Do quadro de titulares, 5 são nomeados diretamente pelo governador Blairo Maggi e os outros 5 são escolhidos pelo voto dos delegados. Em Várzea Grande a chapa formada pelo segmento lambadão venceu a mista por 99 a 45. (Andressa Boa Sorte)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • JOAQUIM CRUZ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUE O PROCURADOR SE INTETULE LAMBADEIRO TUDO BEM, POIS O MESMO É DONO DA BANDA OS CIGANOS, AGORA, O QUE DIZER DO PUBLICITARIO,ESCRITOR E VICE-PRESIDENTE DO CONSELHO ESTADUAL DE CULTURA E SUA COMPANHEIRA,A REGENTE SONIA MAZETO, EX-ASSESSORA DE CULTURA DA VG, ESTAREM LISTADOS COM EXIMIO LAMBADEIROS.
    ESSE TRIO TA A TODA VAPOR RUMO AO PALACIO DA INSTRÇÃO, PODEMOS DIZER ASSIM, IRMAOS METRALHAS DA CULTURA POVO DO LAMBADAO, ABRAM OS OLHOS, EM NADA VAO AJUDAR VOCES.

  • ISMAEL | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O PESSOAL DO LAMBADAO NAO SABEM O QUE OS AGUARDAO.
    O SR LUIZ GONÇALVES, UM DOS ARTICULADORES DO LAMBADAO, ENQUANTO CONSELHEIRO POR VG, EM NADA CONTRIBUIU P O DESENVOLVIMENTO CULTURA DA POBRE VG, A NAO SER O ENTEADO ADAN QUE LEVOU R$91 MIL EM PROJETO QUE NINGUEM VIU ONDE FOI EXECUTADO E O LIVRO QUE O MESMO PUBLICOU USANDO O NOME DE UM TAL DE LUIS GONÇALVES.
    ABRE O OLHO PESSOAL.
    AVE DE RAPINA NO PEDAÇO.

  • Gisele | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Agora a outra chapa quer meter pau nele nós votamos nele sim, ele reuniu com nós e falou que ia aprovar nosso projeto e da outra chapa não fez nada,nem aprovou um projeto nosso

  • jacaré | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Foram em VG e prometeram para cada banda de lambadão um projeto aprovado.isso é jogar baixo isso jamis será cumprido.aaaaaaacho legal o pessoal do lambadao participar do forum e das politicas culturais.mais vao estudar a lei, para nao cair em converssa fiada. é um trabalho de longo prazo. organizem se para nao serem iguais essas pessoas q vem manipulando o processo a anos. voces nao conhecem eles mais eu conheço

  • IVAN DE MATTOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse é mais um da politica que começou a mostrar a cara querendo tirar proveito de organizações que nada tem a ver com ele, quando chegar uma nova eleição fique de olho nesse moço pois é mais um querendo enganar a consciencia do povo. Para quem não sabe esse senhor Procurador MAURO residiu no mesmo condominio de apartamento do residencial Paiaguás onde alí resdia o meu cunhado ANTONIUO e minha irmão SIMONE sendo que os mesmo sempre diziam que esse procurador nem mesmo cumprimentavam os condominos que alí residiam.

  • galdino | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PARABÉNS MAURO PELA INICIATIVA DE ESCLARECER OS MENOS INFORMADOS...

    CONTINUE NESSA CAMINHADA Q COMCERTEZA VC VAI SER DEPUTADO FEDERAL...

    ABRAÇOS DOS LAMBADEIROS.... UNIDOS SEREMOS AINDA MAS FORTES...

  • Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É o lambadão buscando seu espaço no que se refere às políticas de incentivo à cultura.
    Como uma chapa que dizia representar doze segmentos culturais numa cidade do porte de Várzea Grande não conseguiu mobilizar mais do que 45 agentes culturais.
    Na verdade os músicos do lambadão apenas impediram que os eternos mamadores do dinheiro da cultura que nem mesmo tem inserção na produção cultural várzea-grandense, continuassem a exploração.

  • Luiz Eugênio Camargo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Fui convidada a participar do fórum de cultura de VG pelos cururueiros e ao saber desta notícia achei q é minha obrigação esclarecer certos fatos.Primeiro: eu nunca vi essa turma do lambadão no fórum e no entanto tinha representtante deles(por q não passou as informações), eram poucas pessoas, mas tinha todos os segmentos e estes ficaram responsáveis de passar os informs.Segundo há um equívoco enorme pairando sobre o grupo do Lambadão(proposital?), o Sr. Joaquim Cruz diz q a outra chapa é composto por mamadores da cultura(?)mas só na chapa do lambadão é q tinha um conselheiro que por sinal não ajudou VG em nada e apenas lutou para aprovar os projetos de sua família, os demais componentes eram dos segmentos e apenas o Sr. Gastão é da coordenação de cultura, e da qual o lambadão não quis participar,na antepenultima reunião do fórum foram em massa para votar e quando viram que ainda estavam discutindo o regimento deram o fora ficando só os mesmos de sempre,em reunião para tentar montar a chapa única ninguem compareceu(só depois ficou-se sabendo que o Sr. Luis representava os lambadeiros ele ficou queto o tempo todo e não se manifestou como representante dos lambadeiros(proposital? p/ depois detonar os demais segmentos ?) ficando vaga este segmento; outro engano cometido foi pela SRª Gisele que diz q a chapa não aprovou nenhum projeto, ela tinha q cobrar do Luis de sua chapa q é conselheiro porque a chapa formada não aprova projeto e vota em conselheiro; aí vemos o total despreparo e falta de conhecimento de políticas públicas culturais , no qual foi bem manipulado pelos que querem perpetuar nos acordos.Não posso provar mas o fato é que a chapa perdedora (isso eu vi)estavam desesperados porque o motorista que ia trazer os cururueiros e outros recebeu telefonema de um da chapa(comprado?)cancelando, outra que não compareceu e disse para seu segmento não comparecer negociou o apoio para presidencia de uma assossiação (em breve vai ter eleição),pasmem vocês até minha lavadeira(não desmerecendo a pessoa)se cadastrou para votar dizendo q eu não ia impedí-la de ser delegada do seu bairro q lá precisa de ordem(veja só a confusão), e tantos outros de cuiabá que votaram e comprovaram endereço em vg com conta de agua de amigos e parentes, teve um q queria se cadastrar com conta de energia de 2005, isso é política cultural? Que os Lambadeiros se posicionem e dê uma banana bem grande para esses politiqueiros de plantão e votem conforme sua consciencia e em pessoas que de fato lutam pela cultura.

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...