Últimas

Segunda-Feira, 25 de Junho de 2007, 17h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

EDUCAÇÃO

Professores do Estado decretam estado de greve

Decisão unânime deixa petistas Ságuas e Verinha numa saia-justa; paralisação geral deve ocorrer a partir de 5 de agosto 

   Em assembléia-geral nesta segunda à tarde, os profissionais da educação da rede estadual aprovaram estado de greve já a partir de agora e uma nova reunião para 5 de agosto, já dispostos a cruzarem os braços. Eles tomaram a decisão por unanimidade 50 dias após o deputado petista Ságuas Moraes ter assumido a pasta da Educação, com a ex-deputada Vera Araújo de adjunto de Gestão de Pessoas. Tratam-se de dois profissionais que sempre estiveram do lado da categoria. Agora, no governo, se vêem numa ´saia-justa´.

    Em encontro na escola estadual Presidente Médici, em Cuiabá, os educadores rejeitaram a proposta do governo Blairo Maggi de uma reposição salarial com base na inflação e mais 4%, totalizando um reajuste de 6%. A categoria exige o piso nacional que venha a definir o menor salário em R$ 1.050. Hoje, o piso não supera a R$ 700, dependendo da quantidade de aulas-horas.

    A disposição dos educadores é partir para o enfrentamento com o governador e também com o secretário petista Ságuas Moraes. Dessa forma, os cerca de 500 mil alunos matriculados nas 647 escolas da rede estadual nos 141 municípios vão entrar de férias neste mês sem a segurança de que retornarão às aulas em agosto.

    A nova assembléia-geral está agendada logo para 5 de agosto, justamente no período de início do segundo semestre do ano letivo. Sob a liderança do Sintep, os quase 30 mil profissionais da educação adiantaram que não vão recuar. Se o governo não atender as reivindicações, vão mesmo paralisar as atividades por tempo indeterminado.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • aristóteles potter | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O interessante nessa tal de democracia brasileira é o rodizio no poder e quanto os discursos sofrem influência temporal e da posição em que se encontra. Vamos ver como o ságuas sai dessa. Lá em brasilia o discurso já mudou radicalmente em relação ao original.

  • Pedro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ...está acontecendo o que todo mundo já sabia, Boi de Piranhas!!!! e a culpa logica ou vai ser do PT, ou os recursos virão do PT/DF, sinuca de bico!!! vão todos correrem para Brasília pedirem dinheiro para o Blairo Maggi!

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bom! agora, a combativa Verinha é poder, esta de botina nova e os bravos educadores de BAMBOLE

  • rosangela | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    aqui em nosso municipio ocorre a mesma coisa...só foi o Juca Lemos ser nomeado para a administração Saquet,nem sei como escreve o nome desse prefeito que deixou Pedra Preta para administrar ou melhopr acabar com nossa cidade,pois só foi o Juquinha assumir um cargo e hoje tudo que esse prefeito faz é maravilhoso.Agora com verinha e ságuas botinudos,acabou-se a oposição.

  • Lane Costa - Professora | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A decisão do SINTEP de mobilizar sua categoria em prol da Negociação Coletiva demonstra a autonomia e a legitimidade desta combativa entidade - que muitas contribuições têm dado para a Educação no Estado e no Brasil - em continuar empunhando suas justas bandeiras.

    Quanto aos interlocutores do Governo do Estado: É melhor que o Sindicato negocie com quem de fato conhece suas reivindicações (no caso Ságuas e Verinha)e estejam sencíveis às mesmas, do que negociar com quem só está interessado em "mostrar serviço" pro governador.

    No mais, não vejo prejuízo. Seja pro governo ou pro Sindicato. Faz parte do processo democrático, faz parte da luta de classes.

    Boa Luta ao SINTEP!! Boa Luta à Categoria!

  • carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Professora??? Lane, tomara mesmo que Verinha e Ságuas sejam "senciveis" (????).. rsrsrs

Contrato para tocar eventos do TCE

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Guilherme Maluf, fechou um contrato anual com a Infortouch Agência e Comunicação, Eventos e Produtos Alimentícios, aproveitando ata de registro de preços  do Tribunal de Justiça de MT, com adesão-carona num processo de 2019. A empresa vai faturar R$ 376,9 mil para atender demandas do TCE em toda logística de eventos, envolvendo as etapas de planejamento,...

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.