Últimas

Quarta-Feira, 11 de Abril de 2007, 10h:35 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

BARRA DO GARÇAS

Projeto autoriza construção de casas populares

    Em Barra do Garças, o prefeito comunista Zózimo Chaparral está em rota de colisão com a maioria dos vereadores. Da tribuna, os parlamentares acusam o gestor de ignorar suas reivindicações. Na sessão de terça, por exemplo, cinco resolveram protocolar um projeto autorizativo permitindo que a prefeitura construa até duas mil casas populares.

    Foi assinado por Ronaldo Couto, Welinton Marcos, Sônia Nunes, Andréia Santos e Antônia Jacob. Foi uma resposta ao prefeito, que, em meio a divergências com o Legislativo, declarou que os parlamentares não queriam que fossem construída unidades habitacionais.
    O vereador e jornalista Ronaldo Couto (ex-PC do B), argumenta que o projeto serve para mostrar ao prefeito Chaparral que Barra do Garças enfrenta déficit habitacional é que é necessário construir moradias. "A necessidade é bem maior do que ele (prefeito) está propondo." Couto observa que a área onde Chaparral pretende edificar um consórcio habitacional tem quatro mil lotes e poderia doar dois mil para contemplar o projeto apresentado na Câmara. "Com esse projeto nós mostramos que não somos contra a construção de casas, prova disso é que autorizamos até duas mil unidades. Agora vai depender da competência do prefeito", completa a vereadora Andréia Santos.

    A também vereadora Sônia Nunes, que também assinou o projeto autorizativo, disse que o proposta deixa o prefeito à vontade para dizer quantas casas ele pode construir. Sugeriu, porém, que se adotem critérios mais claros e transparente. "As entidades que participaram da primeira seleção podem colaborar novamente", ponderou Sônia.

    O vereador Welinton Marcos contestou o posicionamento de alguns vereadores de situação. Garante que o projeto não é oportunista. "Estamos corrigindo uma injustiça que houve com a gente quando afirmaram que éramos contra a construção de casas", explicou a vereadora Antônia Jacob.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Máquinas para reciclar garrafas pets

maquina 400 curtinha   Sob iniciativa da secretaria de Inovação e Comunicação da Capital, dentro dos projetos que buscam a sustentabilidade, a prefeitura vai colocar máquinas de reciclagem de garrafas pets em 15 pontos da cidade e com possibilidade de ampliar os locais de recolhimento. Em troca, o cidadão...

4 fora da reeleição em Rondonópolis

jailton 400 vereador curtinha   Em Rondonópolis, quatro dos 21 vereadores não devem ir à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (DEM), Rodrigo da Zaeli (PSDB), Hélio Pichioni (PSD) e Jailton do Pesque e Pague (foto), do PSDB. Thiago e Rodrigo têm esperanças de concorrer a...

Prefeito apoia vice à briga em Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   Francis Maris vai mesmo declarar apoio oficial à pré-candidatura da empresária Eliene Liberato à sucessão em Cáceres. Em público, o prefeito faz mistério para não contrariar outros pretensos candidatos do grupo e que têm esperanças de receber...

Preparando um dos aliados a federal

mauro carvalho 400 curtinha   Embora não comente publicamente, o governador Mauro Mendes está "costurando" acordos políticos com líderes mais próximos, visando não só o pleito de 2020, mas também às eleições gerais de 2022. Em época de busca de projetos e de...

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

Barbudo é menos empreguista de MT

nelson barbudo 400 curtinha   Dos oito deputados federais de MT, o estreante Nelson Barbudo (foto) é o menos "empreguista". Nestes 10 primeiros meses de mandato, ele nomeou no gabinete em Brasília e no escritório político em Cuiabá apenas 15 assessores. Cada gabinete pode ter até 25 secretários...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.