Últimas

Quarta-Feira, 11 de Abril de 2007, 10h:35 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

BARRA DO GARÇAS

Projeto autoriza construção de casas populares

    Em Barra do Garças, o prefeito comunista Zózimo Chaparral está em rota de colisão com a maioria dos vereadores. Da tribuna, os parlamentares acusam o gestor de ignorar suas reivindicações. Na sessão de terça, por exemplo, cinco resolveram protocolar um projeto autorizativo permitindo que a prefeitura construa até duas mil casas populares.

    Foi assinado por Ronaldo Couto, Welinton Marcos, Sônia Nunes, Andréia Santos e Antônia Jacob. Foi uma resposta ao prefeito, que, em meio a divergências com o Legislativo, declarou que os parlamentares não queriam que fossem construída unidades habitacionais.
    O vereador e jornalista Ronaldo Couto (ex-PC do B), argumenta que o projeto serve para mostrar ao prefeito Chaparral que Barra do Garças enfrenta déficit habitacional é que é necessário construir moradias. "A necessidade é bem maior do que ele (prefeito) está propondo." Couto observa que a área onde Chaparral pretende edificar um consórcio habitacional tem quatro mil lotes e poderia doar dois mil para contemplar o projeto apresentado na Câmara. "Com esse projeto nós mostramos que não somos contra a construção de casas, prova disso é que autorizamos até duas mil unidades. Agora vai depender da competência do prefeito", completa a vereadora Andréia Santos.

    A também vereadora Sônia Nunes, que também assinou o projeto autorizativo, disse que o proposta deixa o prefeito à vontade para dizer quantas casas ele pode construir. Sugeriu, porém, que se adotem critérios mais claros e transparente. "As entidades que participaram da primeira seleção podem colaborar novamente", ponderou Sônia.

    O vereador Welinton Marcos contestou o posicionamento de alguns vereadores de situação. Garante que o projeto não é oportunista. "Estamos corrigindo uma injustiça que houve com a gente quando afirmaram que éramos contra a construção de casas", explicou a vereadora Antônia Jacob.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto). Ele, por sua vez, e para não...

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...