Últimas

Segunda-Feira, 23 de Abril de 2007, 16h:43 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

MEIO AMBIENTE

Projeto de Jonas exclui MT da Amazônia Legal

 O senador Jonas Pinheiro (DEM) apresentou um projeto tão polêmico que divide opinião até mesmo da bancada rural, da qual o mato-grossense faz parte. Jonas propõe excluir da Amazônia  Legal os Estados de Mato Grosso, Tocantins e Maranhão. O projeto tem apoio do governador Blairo Maggi.

    Ex-ministro do Meio Ambiente, o deputado José Sarney, que integra a Comissão de Meio Ambiente da Câmara, disse que o projeto de Jonas é inoportuno  e inadequado. Considera que a proposta está fora da realidade brasileira e global.

   O projeto já recebeu parecer favorável da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado. Se aprovado, Estados  como Mato Grosso poderão reduzir à metade a área considerada de preservação  ambiental. Para o Sarney Filho, o projeto vai na direção oposta aos anseios de preservação da Amazônia.  "O projeto é uma sinalização inversa. É uma sinalização de que se pode desmatar  a Amazônia".

    Sarney se articula para toda a bancada da Frente Ambientalista votar contra a proposta do senador mato-grossense. Na avaliação do ex-ministro, o próprio governo deverá marcar posição  contra a proposta. Enfatiza que a ministra Marina Silva (Meio Ambiente) já se manifestou  contra. Afirmou que os parlamentares  ambientalistas poderão organizar um movimento para mobilizar a sociedade contra  a alteração.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • João Batista de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O que tem que ficar Claro, é que as ONGs internacionais, GREENPEACE, WWF e outra mais, tem muito café no bule (money)seu lobby em cima de políticos que se dizem ambientalistas, é muito forte, caso de Sarney Filho, seu pai e amigos, dono de uma vasta área no Maranhão não tem muita autoridade para defender o meio ambiente. O que o Senador Jonas esta propondo é exatamente ao contrário dos estão contra. Delimitado a área de não AMAZÔNIA legal nos Estado de Mato grosso, Tocantins e Maranhão, a Amazonia legal, terá uma fiscalização mais eficiente e mais conscienciosa, visando o equilíbrio do eco sistema do meio ambiente, da qualidade de vida da população, com manejo de desmatamento altamente controlado e autamente sustentado. Se não tomarmos cuidado a internacionalização da AMAZÔNIA e fatura líquida e certa. Vamos a resposta do ex ministro da educação Cristovam Buarque, pertinente ao assunto, em um debate na Universidade dos Estados Unidos: disse ele Internacionalizemos também, as reservas de petróleo do mundo, o capital dos paises ricos,a cidade de Nova York por ser a sede das Nações Unidas. Continuando com o ex Ministro " Se O USA querem internacionalizar á AMAZÔNIA, pelo risco de deixa-la nas maõs de brasileiros, internacionalizemos todos os arsenais nucleares do USA, até porque eles já demonstraram que são capazes de usar essas armas. Provocando uma destruição milhares de vezes maior do que as lamentáveis queimadas feitas nas florestas do Brasil, defendo a idéia de internacionalizar as reservas florestais do mundo em troca da dívida. Comecemos usando essa dívida para garantir que cada criança tenha possibilidade de COMER e ir a ESCOLA. Depois dessa politicos demagogos, e empresas de comunicação, voltadas mais para o capital estrangeiros se quisessem realmente uma preservação, e solução decente de nossas reservas florestais, estariam debatendo com todo os seguimentos, para encontrar uma soluçao que é fácil, mas o que sabem é criticar e divulgar inverdades a respeito jogando a grande maioria da população brasileira, que infelizmente são manipuladas por dados que não condiz com a realidade. Vamos lá senador preservar é preciso, mas Viver também é preciso. Acreditamos no Senhor.

  • josé manuel carlos garcia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é importante rever esta situação, moro nesta suposta amazonia legal, até hoje a sociedade não sabe de como foi criada?e estamos vivendo numa administração internacional, vivida por ong,s sem controle da nossa pátria, sendo roubado as patentes da biodiversidade de nossa flora e fauna.

  • JONES MARTINHO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Obvio
    Quem já possui um das mais famosas criações de gado do estado não poderia pensar diferente. Avançar pela amazonia, transformando floresta em pasto é uma brilhante idéia. Aliás seu afilhado politico, Blairo já faz isso com maestria.
    Não poderiamos esperar coisa diferente

  • Clovis Matos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Será que os defensores deste projeto acompanharam o anuncio, pela ONU, do relatório do ITCC - Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas?

    Se não, aconselharia a quem escreveu o projeto e seus defensores a conhecerem, no mínimo, o que a imprensa divulgou.

    Da forma como está hoje, com toda "proteção" que tem, a amazônia mato-grossense está sendo dilapidada com Mato Grosso batendo todos os recordes de desmatamentos no Brasil. Imagina se deixar de participar da Amazônia Legal.

  • Fernando | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Qual seria o que mais causaria mudanças climáticas mundiais??

    O desmatamento da Amazônia, conforme consta em relatórios internacionais ou gases automotivos e de industrias, brasileiras e principalmente internacionais???

    Parabéns ao senador Jonar Pinheiro pela sua coragem e atuação na política brasileira.

    Desmatamento com manejo sustentável é a solução.

EP vira "garoto propaganda" do HMC

emanuel hmc 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (MDB) não se conteve e gravou um vídeo de um minuto e 35 segundos em que aparece em frente ao HMC. E, imitando a passagem de um repórter de TV, convida a população a conhecer o recém-inaugurado hospital. Enquanto fala, imagens mostram salas, equipamentos e a...

DEM "esconde" candidatos a vereador

beto 2 a 1 400 curtinha   O presidente do DEM em Cuiabá, Beto 2 a 1 (foto), secretário estadual de Governo, faz mistério sobre a chapa que está sendo montada para concorrer a vagas na Câmara de Cuiabá. Não esconde apenas o nome do vereador Marcelo Bussiki que, em março, deixa o PSB aproveitando...

Fávero e peso político em novo partido

silvio favero 400   A definição pelo presidente Jair Bolsonaro para que Silvio Fávero conduza a Comissão Provisória em MT da Aliança pelo Brasil, partido que só será criado oficialmente no próximo ano ou em 2021, representa peso político importante para o deputado de primeiro...

Prefeito estoura limite e TCE faz vetos

francis maris 400 curtinha   No sétimo e penúltimo ano de mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (foto) segue na mesma toada, de que a administração precisa continuar "enxugando" a máquina, embora já tenha conseguido o equilíbrio fiscal e que quem o suceder receberá uma gestão...

Vice muda de partido e vai a prefeito

leandro felix 400 curtinha   O vice-prefeito de Nova Mutum e primeiro-suplente de deputado estadual, Leandro Félix (foto), pretende deixar o DC. Deve se filiar no Podemos ou no PRB. Vai depender da orientação política dos irmãos Adriano (Podemos) e Otaviano Pivetta (PDT), respectivamente, prefeito de Mutum e...

Câmara só regulamenta salário de EP

misael partido 400 curtinha   Ao fixar o salário do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro em R$ 27 mil, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto) não aumenta o subsídio de Emanuel de imediato, mas sim regulamenta o valor que já era pago desde dezembro de 2018. O imbróglio começou...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.