Últimas

Terça-Feira, 05 de Junho de 2007, 01h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

JUDICIÁRIO

Projeto do TJ limita servidores a 3 categorias

    O Órgão Especial do Tribunal de Justiça, composto de 19 dos 30 desembargadores mais antigos, vai aprovar nesta terça (5), em sessão especial, a proposta de criação do Sistema de Desenvolvimento de Cargo e Remuneração (SDCR). Trata-se de mais uma mudança implementada pelo novo presidente do TJ, desembargador Paulo Lessa. O projeto vai aglutinar vários cargos da Justiça Estadual em apenas três categorias de servidores: analista judiciário (para detentor de curso superior), técnico e auxiliar judiciário. Não prevê alteração salarial, somente mudanças no aspecto estrutural.

    O SDCR tem o propósito de organizar a carreira dos cerca de 5,1 mil servidores, distribuídos no TJ e nas 79 comarcas do Estado. De acordo com a Mesa Diretora, esse projeto que reorganiza o quadro de pessoal vem sendo discutido desde o ano passado. Agora, com sua implantação será possível fazer espécie de um raio-X para detectar onde há carência do quadro funcional para realização de concurso público e/ou remanejamento de servidores.

   Depois de aprovado pelo Órgão Especial nesta terça, o projeto será encaminhado para votação na Assembléia Legislativa e, depois, à sanção do governador Blairo Maggi. Com isso, desaparecem cargos como de engenheiro, médico, advogado e vários outros. Por outro lado, surge um novo organograma com as categorias de analista, técnico e auxiliar judiciário. Essa sistemática já é adotada na Judiciário Federal. 

    Devolução

    O desembargador Paulo Lessa já assinou com o Ministério Público um termo, se comprometendo a, em 15 meses, devolver todos os funcionários das prefeituras que estão designados para os fóruns. O magistrado também vai acabar com os cargos temporários no âmbito do Judiciário Estadual dentro de um ano. Hoje, são cerca de 400 contratos temporários. Com o SDCR, essas vagas serão preenchidas a partir de concurso público.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • jojo do poção | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns pela iniciativa moralizadora. Espero que os outros Poderes, especialmente a vergonhosa Assembléia Legislativa, siga o mesmo exemplo.

DEM "esconde" candidatos a vereador

beto 2 a 1 400 curtinha   O presidente do DEM em Cuiabá, Beto 2 a 1 (foto), secretário estadual de Governo, faz mistério sobre a chapa que está sendo montada para concorrer a vagas na Câmara de Cuiabá. Não esconde apenas o nome do vereador Marcelo Bussiki que, em março, deixa o PSB aproveitando...

Fávero e peso político em novo partido

silvio favero 400   A definição pelo presidente Jair Bolsonaro para que Silvio Fávero conduza a Comissão Provisória em MT da Aliança pelo Brasil, partido que só será criado oficialmente no próximo ano ou em 2021, representa peso político importante para o deputado de primeiro...

Prefeito estoura limite e TCE faz vetos

francis maris 400 curtinha   No sétimo e penúltimo ano de mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (foto) segue na mesma toada, de que a administração precisa continuar "enxugando" a máquina, embora já tenha conseguido o equilíbrio fiscal e que quem o suceder receberá uma gestão...

Vice muda de partido e vai a prefeito

leandro felix 400 curtinha   O vice-prefeito de Nova Mutum e primeiro-suplente de deputado estadual, Leandro Félix (foto), pretende deixar o DC. Deve se filiar no Podemos ou no PRB. Vai depender da orientação política dos irmãos Adriano (Podemos) e Otaviano Pivetta (PDT), respectivamente, prefeito de Mutum e...

Câmara só regulamenta salário de EP

misael partido 400 curtinha   Ao fixar o salário do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro em R$ 27 mil, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto) não aumenta o subsídio de Emanuel de imediato, mas sim regulamenta o valor que já era pago desde dezembro de 2018. O imbróglio começou...

R$ 71 mi já estão reservados para 13º

rogerio gallo 400 curtinha   Após os primeiros meses de "choradeira", pintando cenário do caos financeiro e administrativo, o governo estadual consegue, pela primeira vez neste 2019, fechar o mês com recurso provisionado para pagar o 13º dos cerca de 100 mil servidores. O secretário de Fazenda, Rogerio Gallo (foto),...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.