Últimas

Quarta-Feira, 28 de Janeiro de 2009, 08h:46 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CÂMARA FEDERAL

Projeto pretende restringir coligações partidárias

   A Câmara Federal analisa projeto de lei que acabará com o atual modelo de coligações partidárias em eleições proporcionais (para vereador, deputado estadual e federal). A proposta do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS) prevê que os partidos só poderão coligar se tiverem afinidades ideológicas, assim republicanos só poderão coligar com republicanos, progressistas com progressistas.

   O objetivo, segundo o parlamentar é evitar que os partidos se coliguem para atender interesses que não contribuem para o partido ou a sociedade. Pompeo de Mattos argumenta que, em consequência da formação de coligações artificiais, ocorrem distorções, como a eleição de candidatos filiados a partidos com baixo desempenho eleitoral. Desta forma há perda de vagas para partidos de densidade eleitoral maior.

 O projeto é polêmico e será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e depois vai a Plenário. A proposta altera a Lei Eleitoral (9.504/07). (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Mossueto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A ideia e excelente, acaba com essa safadeza de montar pseudos partidos, so para arrumar empregos (vide a situação de cuiaba)se o partido não possui fundos nem quadros para disputar uma eleição independente, o mesmo não deve nem existir, outros tem quadro tem estrutura mas não quer assumir responsabilidades, caso do meu PMDB, tem direitorios em quase todos os 141 municipio do Estado, que um enorme quadro de filiados e simpatizantes, mas não tem liderança para lançar uma candidatura majoritária para Governador e prefeito nos principais municipios do estado, preferindo ficar apoiando outros para depois brigar por cargos e não ficar com o onus de uma administração ruim,no final do mandato abandonam os companheiros, assumindo o lado da população e ja de olho em um outro partido para uma nova coligação.

  • ANTÔNIO CUIABANO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Deveriam permitir candidaturas independentes. Partido político é a maior ditadura, todos tem donos. Só é candidato quem cai nas graças do cacique, uma vergonha. Tem muita gente boa que cai fora por causa dessa prática ante democrática.

  • Brassilva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Parabéns ao Antonio Cuiabano e o Mossueto! Mas, caros amigos, Partidos políticos são bases da Democracia. Aliás, deveriam ser. Mas também concordo com as candidaturas independentes. Essa proposta que será apresentada por esse Deputado deveria ser mais abrangente, proibindo a coligação total, independente de ideologia, se existe a pluralidade partidária é justamente para isso, então prá quê coligações? Cada partido lança os seus candidatos. FORA COLIGAÇÕES.

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

4 com as maiores chances ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   Todos os principais candidatos ao Senado, na suplementar de 15 de novembro, para eleger quem ocupará a cadeira da cassada Selma Arruda, estão trabalhando com tracking eleitoral, metodologia que consiste, basicamente, em realizar pesquisas de intenção de voto por telefone de forma...

Polarização entre Gustavo e os Maia

gustavo mello 400 curtinha   Em Alto Araguaia, três disputam a prefeitura, mas a briga eleitoral está mesmo polarizada entre o prefeito Gustavo Melo (foto), do PSB, e Martha Maia (PP), irmã do ex-prefeito por quatro vezes Maia Neto. Júnior da Farmácia (PSL) corre por fora, mas sem chance de êxito nas urnas....

MAIS LIDAS