Últimas

Sexta-Feira, 05 de Dezembro de 2008, 11h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

LEGISLATIVO

Projetos de deputados se limitam a homenagens

   Na batalhão por apresentação de projetos, alguns dos 24 deputados estaduais têm se "superado" no quesito criatividadei. O democrata Wallace Guimarães, por exemplo, emplacou a proposta que declara como sendo de utilidade pública a Associação Mato-Grossense-Sócio-Cultural de Proteção a Natureza (AMPN), com sede em Várzea Grande. Outro projeto do democrata que foi sancionado pelo governador Blairo Maggi também chama atenção. Institui o Dia da Língua Brasileira de Sinais (Libras), com a finalidade de valorizar a conquista da liberdade de expressão gesto-visual das pessoas com deficiência auditiva. O Dia da Língua Brasileira de Sinais será comemorado em 24 de abril.

   O deputado Percival Muniz (PPS) parece preocupado com a falta de homenagens prestadas ao senador Jonas Pinheiro, que faleceu em fevereiro deste ano. Ele propôs que a Praça das Bandeiras, na avenida do CPA, passe a se chamar Praça Senador Jonas Pinheiro. O governador também já sancionou o projeto. Jonas foi deputado federal por três mandatos e senador por duas legislaturas. Vários prédios e entidades têm sido batizados com o nome do ex-parlamentar.

   Já Guilherme Maluf (PSDB) apresentou um projeto que oficializa a Festa de Nossa Senhora da Conceição como evento tradicional de manifestação cultural e religiosa do Patrimônio Cultural Mato-Grossense. É realizada no distrito de Passagem da Conceição, em Várzea Grande. A realização da festa religiosa deverá constar no calendário de eventos culturais e turísticos, segundo o projeto de Maluf que já virou lei.

   Wagner Ramos (PR), aquele que copiou um projeto na íntegra de uma parlamentar de São Paulo, propôs a ampliação do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor para que haja maior conscientização da sociedade nas compras feitas em vésperas de datas comemorativas.

   O presidente da Assembléia, Sérgio Ricardo, conseguiu, após anos de tentativas sem sucesso, instituir o evento “Abrace o Rio Cuiabá” no calendário oficial do Estado. Será comemorado anualmente no 1º domingo de junho, em Cuiabá. O deputado José Domingos Fraga (DEM) conseguiu incluir no calendário turístico do Estado a Cavalgada da Amizade, realizada em julho em Arenápolis. (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Ronildo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    vejo pela tv assembleia quantas seçoes em homenagens e titulos de cidadaos matogrossente que estes deputados concedem a pessoas que pouco ou nada contribuiram para o estado.fico revoltado quando penso que todas essas festas sao bancadas com o dinheiro dos absurdos impostos que pagamos e fico ainda mais indignado quando vejo os deputados dizerem que nao podem diminuir o repasse do duodecimo.Será que os nobres deputados nao encontram maneiras de gastar o dinheiro da assembleia e/ou honrar os seus salarios,com coisas mais uteis a sociedade matogrossense ao invés de ficarem criando projetos lixos e curtindo as suas cadeiras massageadoras?essa leva de deputados devem ser uma das mais vexatorias da historia da assembleia legislativa.È brincadeira,o que tem de neguinho futil ali.

  • luiz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    eu proponho aos deputados que não tem o que fazer, poderiam fazer um concurso na tv assembleia!!! que é um verdadeiro cabide de emprego para afilhados de deputados. depois eles falam que aquela casa é democratica, vcs deputados que não tem nada pra fazer poderiam pensar nisso.

  • Artur Coimbra | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Seria bom se os srs. Deputados usassem os seus vereadores para devolver o nme do seu Miraglia à praça que hoje chama Airton Senna.
    Êles podiam também devolver o nome do senador Filinto Muller
    à séde do assembléia.
    Desculpem, mas é para aproveitar a safra.

  • Marcos Lopes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ora pois!
    Estranho a falta de citação na referida reportagem acerca do pujante mandato do Deputado Luizinho Magalhães(PP). Quarto suplente, assumiu uma vaga na Assembléia por 90 dias em arranjo político com o seu padrinho José Riva. Nos 60 dias, concedeu título de cidadão mato-grossense a pessoas de Primavera do Leste (algumas merecedoras, outras apenas para arranjo político, como o título de cidadão para a Dra. Mirian, sua advogada, e ao marido da mesma, cuja contribuição para o estado e absolutamente nenhuma, senão perseguir a impresna local através de assédio jurídico). Quanto isto custou aos cofres de Mato Grosso? Quanto a população pagou por esse mandato de 60 dias?
    Seria interessante o RDnews pesquisar...

  • ANTONIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    - SÃO MUITOS DIAS E NOMES A PRESTAR HOMENAGENS: A PESSOAS E A COISAS COMUNS DO DIA DIA, - MAS QUAL SERÁ O DIA EM QUE VOCES ABRAÇARAM ACAUSA DAS LEIS, PARA FORÇAR OS PARLAMENTARES DE BRASILIA A REFORMULA-LAS E ATUALIZA-LAS COM O NOSSO PRESENTE E QUE TENHAM RESSONANCIA NO FUTURO? E QUAL SERÁ O DIA EM QUE VOCES DIRÃO BASTA A ESSE RODIZIO ESCANDALOSO E ARBITRARIO, E REALMENTE TRABALHEM PELAS CAUSAS DO POVO, TIPO FUSO HORARIO, FERIADOS QUE TEM GENTE ACHANDO QUE O DIA 13 DE MAIO FOI APENAS UMA FASE QUE ESTA PASSANDO, POIS TEM ATE VEREADOR QUERENDO QUE O TRABALHADOR VIRE ESCRAVO MODERNO, SEM TER TEMPO COM A FAMILIA E AMIGOS, ENFIM SO SEU LAZER COM OS SEUS, JÁ NÃO ESTA HAVENDO RESPEITO EM DETRIMENTO DO DINHEIRO, PARECE ATÉ QUE SÃO EMPRESARIOS, OU GANHAM ALGUMA COISA PARA ISSO, VEJAM SENHORES ESTÃO MISTURANDO DEMAIS AS COISAS E O QUE VOCES TEM QUE FAZER NÃO ESTÃO FAZENDO. É SÓ ANALIZAR UM POUQUINHO, NÃO É. DÁ IMPRESSÃO QUE ESTA CORRENDO MUITO DINHEIRO POR ESSE MEIO.

  • Lazaro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vai aqui uma sugestão aos deputados de mt:já que estao distribuindo titulos e homenagens a pessoas quase insignificantes para a população,porque nao homenagear, com algum titulo,cada presidente de bairro.sim,sao cidadaos que ajudam,sofrem e lutam em prol de melhorias para cada cidadao do seu bairro,sem nada a receber,Ao contrario de muitos deputados que muito recebem,nada fazem e ainda recebem títulos de cidadao matogrossense.

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.