Últimas

Terça-Feira, 15 de Julho de 2008, 14h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

MINISTÉRIO PÚBLICO

Promotor critica atuação da PF em crime eleitoral

  O promotor Marcos Machado disse, durante entrevista coletiva nesta terça (15), que a Polícia Federal não tem priorizado as investigações sobre crimes  eleitorais, o que tem prejudicado a atuação do Ministério Público Eleitoral.  "Não há prioridade da Polícia Federal em atuar em âmbito eleitoral. Se eles (PF) se preocupassem com os crimes eleitorais, como se preocupam com outros tipos de crimes, com certeza a situação seria melhor, não só em Mato Grosso, mas em todo o país", disse. Segundo ele, a PF alega falta de contingente policial para atender a todas as demandas, inclusive a eleitoral.

   Marcos Machado, que atua na 9ª Vara Criminal da Capital e foi designado para o eleitoral, diz ainda que o MPE vai encaminhar um ofício solicitando que haja melhoria nessas investigações com vistas a contribuir com o trabalho do MPE no processo eleitoral deste ano e, desse modo, evitar que falhas cometidas no passado não venham acontecer de novo. "Isso seria muito importante para o processo democrático, porque poderíamos expurgar situações que já aconteceram no passado de crimes eleitorais por falta de um trabalho prioritário na área da investigação eleitoral", avalia o promotor.

   Apesar das críticas feitas à PF, Machado e o novo  procurador regional eleitoral, Gustavo Nogami, garantiram que a fiscalização será dura neste período que antecede as eleições municipais, bem como nos casos dos chamados "showmícios". "Jamais o candidato/ artista pode fazer show artístico no momento do comício", disse Nogami, ao ser perguntado sobre o caso de Walter Rabello (PP), candidato à sucessão em Cuiabá e que também faz "extras" como cantor de uma dupla sertaneja.

   O procurador regional explica que para contribuir com as investigações do MP foi criado o Disque-Denúncia (0800-6471700), além de um e-mail exclusivo para o recebimento de denúncias, mas frisa que não serão admitidos registros anônimos. "Simples investigação por denúncia anônima não pode ser feita, o que também não nos impede de checar". Como espécie de reforço, o MP vai contar com 4 investigadores da Polícia Civil para ajudar nas averiguações de denúncias referentes à Capital.

   Machado frisou que, conforme estabelece a legislação eleitoral, os candidatos estão terminantemente proibidos de fazer propagandas em igrejas, clubes, estabelecimentos comerciais, táxi e ônibus coletivo. Segundo ele, no caso de propaganda em muro, cabe ao município autuar aqueles que estão cometendo abuso. Por outro lado, o promotor afirma que não será proibida o uso de camisetas que tragam só o nome da coligação do candidato e o número. O uso de bandeiras com o nome do candidato também não será vedado, enquanto as carreatas e passeatas ficam limitadas ao período das 8h às 24h. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Salvador Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Competência e seriedade incomoda muita gente, mas é isso aí Ministério Público: Cresçam e Apareçam.
    Quanto aos políticos corruptos e os puxa sacos oportunistas, queiram por gentileza DESAPARECER!!!

  • pedro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    marcos machado merece respeito
    foi quem inicio o declineo do
    comendador. bate duro nos corruptos
    dr.marcos pois o bando de vagabundo
    que aí está merece cadeia, com alguma
    honrosa excessão...
    VIVA MARCOS MACHADO

  • ALBUCASSIS RAMIRES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O DR. MARCOS MACHADO DÁ AO MINISTERIO PUBLICO O AVAL DA SERIEDADE E IMPARCIALIDADE,OS CANDIDATOS QUE ESTIVEREM DENTRO DA LEI TERÃO NO DR.MARCOS UM ALIADO,MAS QUE SE CUIDEM OS TRADICIONAIS INFRATORES DA NOSSA POLITICA,PORQUE A CANETA DO HOMEM NÃO REFRESCA OS FORA DA LEI.

    PARABENS AO MINISTERIO PUBLICO ESTADUAL PELA SUA DESIGNAÇÃO.

  • João Honesto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esses Promotores de Justiça não tem jeito mesmo, insistem em continuar aparecendo. Todos nós sabemos que a PF, BEM COMO, A própria Promotoria não dispõem de estrutura e nem vontade política de fiscalizar devidamente os Tubarões da política Matogrossense.Só vão autuar os pobres candidatos que não dispõem de recursos financeiros e nem prestigio político.O resto é propaganda, gostaria que a imprensa limitasse a exposição desses oportunistas que são apaixonados por Holofotes.

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...