Últimas

Quarta-Feira, 16 de Maio de 2007, 18h:19 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

TANGARÁ DA SERRA

Promotor "grampeia" juíza; Amam é acionada

     Um caso polêmico em Tangará da Serra (a 240 km ao Médio-Norte de Cuiabá) divide membros do Ministério Público e do Judiciário. O promotor de Justiça Vinícius Gahyva teria determinado escuta telefônica clandestina em linhas telefônicas de autoridades. Uma das "vítimas" da arapongagem foi a juíza Wandinelma Santos.

    Agora, a Associação Mato-Grossense de Magistrados (Amam) anunciou que estuda quais providências vai tomar em relação ao que chama de prática criminal do promotor.

    Na avaliação da magistrada, o Poder Judiciário não pode permitir tal prática irregular e ilegal. Outras duas pessoas que foram vítimas da mesma prática já se comprometeram a prestar testemunhos a fim de comprovar o ilícito. Suas identidades serão mantidas em segredo.

    Já o promotor Vinícius Gahyva nega terminantemente ter realizado "grampo" telefônico. Por meio de assessoria, ele explicou que para tomar tal decisão seria preciso haver autorização judicial. Adiantou que já ingressou com representação criminal contra a juíza Wandinelma. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • João Lucas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso nada mais é do que o reflexo da luta travada dentro do judiciário, o qual alguns "cegos" insistem em não ver, mesmo depois de prender ate presidente de Tribunal, e pensam que o judiciário brasileiro é intocável, enquanto na realidade toda a nação sabe que sempre a maioria dos seus membros sempre tiveram preços; "colher justiça onde não se plantou é o mesmo que esperar uma farta colheita da lavoura plantada com sementes híbrida." a nação tbem sabe da disputa entre o judiciário e o ministério público por poder......enqto eles estam a se perguntarem: quem manda mais..... "eu ou vc ?", o pobre cidade continua a clamar por justiça....., essa frase resume o que penso do judiciário brasileiro: "cada vez que o judiciário retrai o braço no dever de cumprir a lei e seu papel, um pai de familia lança mãos aos armas."

  • gilda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A Dra Wandinelma Santos tem sido vítima de uma perseguição implacável nesse municipio.Melhor faria o Judiciário em criar e implantar a a Vara de Execuções das medidas Sócio Educativas no Pomeri e trazer a Juiza para comandá-la.Inteligente,preparada,ética teria todas as condições para comandar a referida Vara,inovando e modernizando essa área tão carente em ações concretas e inovadoras no trato com adolescentes em conflito com a lei.

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

MAIS LIDAS